Matheus Schmidt – Um caso de amor pelo Brasil (2017)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
cor, 90 min

Direção: Rogério Brasil Ferrari, Márcia Schmidt.
Companhia produtora: Poética Produções

Primeira exibição: Gramado (RS), 45º Festival de Cinema de Gramado [17-26 ago]-Gramado convida, Centro Municipal de Cultura Prefeito Arno Michaelsen (R. Leopoldo Rosenfeld, 818)-Teatro Elisabeth Rosenfeld, 19 ago 2017, sab, 16h

 

O longa-metragem de estreia de Márcia Schmidt, realizado em parceria com Rogério Brasil Ferrari, aborda a trajetória de um político influente no Brasil, porém não muito conhecido da população: Matheus Schmidt, o pai da cineasta. O documentário tem como foco o golpe civil-militar e a ditadura que se estendeu no país ao longo de 21 anos, entre 1964 e 1985. Entretanto, não se restringe a esse período, buscando as raízes políticas de Schmidt junto a Luiz Carlos Prestes, João Goulart e Leonel Brizola, além de Getúlio Vargas em seu segundo mandato como presidente a partir de 1950.

Com roteiro e produção de Márcia, montagem e edição de som de Ferrari e narração da atriz Sandra Dani, Matheus Schmidt – Um caso de amor pelo Brasil repercute a luta do político em favor da democracia, da igualdade social e da defesa do patrimônio público, o que lhe rendeu a cassação de seu mandato pelo Ato Institucional nº 5 (AI-5), em 1968, a prisão e o exílio no Uruguai durante o regime militar. Para ecoar o passado político de Matheus Schmidt, o longa recorre a extenso material de arquivo colhido com pesquisadores, em arquivos pessoais e em bancos de dados de jornais, emissoras de TV, museus e fundações. Além disso, retoma antigas entrevistas de Schmidt, Michel Temer, Getúlio Vargas, Jânio Quadros, Leonel Brizola, João Goulart e Mário Soares, e oferece a fala atualizada de Luiz Carlos Velloso Brum, José Nelson Gonzales, Flávio Tavares, Suelly Feldmann Schmidt, Walter Ries, Carlos Bastos, Luiz Carvalho Bernardes, Almino Affonso, Luiz Fernando Schmidt, David Lerer, Paulo Brossard, Idalmir Antônio Nicolini, Carlos Araújo, José Fogaça, Carlos Lupi, Emilio Neme, Miro Teixeira, Conceição Ubirici da Silva, Alceu Collares e Mauri Panitz. O longa estreou no 45º Festival de Cinema de Gramado, em 2017, e obteve o prêmio Enrique Raimondi de melhor documentário no LatinUY 9º Festival Internacional de Cine Latino, Uruguayo y Brasileiro, em Punta del Este, no mesmo ano.

Mandatos (na Câmara dos Deputados) como deputado federal: 1964-1967 (PTB-RS), 1967-1968 (MDB-RS), 1983-1987 (PDT-RS), 1995-1999 (PDT-RS).
Matheus Schmidt. 28 out 1926. 27 mar 2010.

Sinopse


60 anos da história do Brasil através das vivências do político Matheus Schmidt (1926-2010), um dos protagonistas na luta pela democracia junto ao grupo de Leonel Brizola e de João Goulart no período da ditadura militar instaurada no país entre 1964 e 1985. Schmidt teve quatro mandatos como deputado federal, sendo que os dois primeiros foram entre 1964 e 1967 (PTB-RS) e de 1967 a 1968 (MDB-RS). Neste período, sua defesa do patrimônio público, da igualdade social e das liberdades civis e políticas se reverteu em sua cassação pelo Ato Institucional nº 5 (AI-5), em 1968, a prisão e o exílio no Uruguai durante o regime militar. Ainda que não muito conhecido da população, Schmidt era respeitado entre a classe política por seu duro embate com a ditadura, denunciando prisões e desrespeitos aos direitos humanos, indo para a rua defender estudantes e trabalhadores em confrontos com a polícia. Nos dois últimos mandatos de deputado federal (1983-1987; 1995-1999, PDT-RS), Matheus Schmidt atuou nos movimentos de redemocratização do Brasil, que levou à Nova República, e agiu contra o neoliberalismo imposto pelo presidente Fernando Henrique Cardoso. Além da ferrenha defesa das liberdades democráticas, do trabalhismo e de uma visão social sobre o país, Schmidt era especialmente interessado em temas como desenvolvimento socioeconômico nacional, mobilidade urbana e formação de um pensamento político brasileiro voltado à construção de um projeto de nação. Nesse sentido, é emblemática a abertura do longa. Em pleno Congresso Nacional, em 1998, Matheus assume o microfone do plenário para denunciar a então escandalosa liberação de verbas orçamentárias por acordo entre o governo de Fernando Henrique Cardoso e a Câmara de Deputados em troca de apoio na votação de pautas decisivas para a FHC. O presidente da Mesa Diretora à época? Michel Temer. Ético e coerente, Matheus Schmidt deixa como legado às novas gerações a certeza de que é possível fazer política voltada ao bem comum.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Arquivo: Matheus Schmidt.
Ordem de identificação: Luiz Carlos Velloso Brum, José Nelson Gonzales, Flávio Tavares, Suelly Feldmann Schmidt, Walter Ries, Carlos Bastos, Luiz Carvalho Bernardes, Almino Affonso, Luiz Fernando Schmidt, David Lerer, Paulo Brossard, Idalmir Antônio Nicolini, Carlos Araújo, José Fogaça, Carlos Lupi, Emilio Neme, Miro Teixeira, Conceição Ubirici da Silva, Alceu Collares, Mauri Panitz.
Arquivo: Michel Temer (Brasília, 1998), Getúlio Vargas, Jânio Quadros, Leonel Brizola, João Goulart, Mário Soares.
Narração: Sandra Dani.

ELENCO
Pablo Fraga Medina (Matheus jovem), Tito Fábio Schmidt (Matheus maduro), Fábio da Silva Felitti (David Lerer), Elias Amarilho (Gari), Joceli Raimundo Guedes (Policial Praça), Luiggi Pippi (Policial Parque), Pablo Mendes (Inspetor Parque).

DIREÇÃO
Direção: Márcia Schmidt, Rogério Brasil Ferrari.

ROTEIRO
Roteiro: Márcia Schmidt.

PRODUÇÃO
Produção: Márcia Schmidt.
Produtora assistente: Vera Munhoz.
Assistência de set: Elias Amarilho, Jorge Louzada.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: João Seggiaro, Eduardo Izquierdo, Rogério Brasil Ferrari.
Operação de câmera (Portugal): Paulo Soccol.

SOM
Som: não creditado.

MÚSICA
Música: 4nazzo.

ARQUIVO
Entrevistas de Matheus Schmidt:
Programa de TV: Com a palavra (entrevista concedida a Antônio Czamanski, 24 mar 2010, TV AL RS).
Filme: Brizola – Tempos de luta (Tabajara Ruas, Rogério Brasil Ferrari, 2007, BR) // Walper Ruas Produções.
Programa de TV: AL Entrevista (entrevistas concedidas a Milton Cardoso, 2006 e 2007, TV AL RS).

Imagens: Arquivo RBS TV; Arquivo Leopoldis-Som-Museu do Trabalho; DIP Departamento de Imprensa e Propaganda: Governo Getúlio Vargas.
Imagens cedidas por: Família Schmidt / Arquivo pessoal de imagens Matheus Schmidt; Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini; TV AL RS [TV Assembleia Legislativa RS]; TV Câmara dos Deputados; TV Câmara Municipal de Porto Alegre; TVE RS Fundação Cultural Piratini; RBS TV / RBS Participações S.A.; Memorial do Legislativo do Rio Grande do Sul.

Citações:
Fotografias cedidas por: Família Schmidt / Acervo pessoal fotográfico Matheus Schmidt; Fotógrafo Ricardo Chaves / Acervo pessoal; Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo-Fototeca Sioma Breitman; jornal Correio do Povo / Empresa Jornalística Caldas Júnior; Memorial do Legislativo do Rio Grande do Sul; Museu da Comunicação Hipólito José da Costa / Acervo Fotográfico e Acervo de Jornais e Revistas; Museu Municipal de Cultura de Cachoeira do Sul.

Fotografias do protesto de estudantes na W3 em Brasília, 1968: Acervo Matheus Schmidt; jornal Correio Braziliense, Brasília / Diários Associados Press S.A.; D.A. Press Multimídia.
Fotografias dos protestos de estudantes em Porto Alegre, 1966, 1967, 1968: jornal Correio do Povo / Empresa Jornalística Caldas Júnior.
Fotografias de protestos de estudantes em Porto Alegre, 1968: Arquivo Agência RBS / fotógrafos Assis, Santos, Floriano e Banco de Dados ZH.
Fotografias do protesto no Rio pela morte do estudante Edson Luiz, 1968: Agência Tyba, Rio de Janeiro / Fotógrafo Evandro Teixeira.
Fotografias dos protestos de estudantes em Porto Alegre, 1977: Acervo Ricardo Chaves.
Fotografias do Pavilhão Mata-Borrão: Acervo João Alberto Fonseca da Silva / Uniriter.
Fotografia da Casa de Detenção: Acervo Octacílio Freitas Dias.
Fotografias da Fazenda Engenho Velho: Conceição Ubirici da Silva.
Fotografias de Ernani Maria Fiori, Luiz Carlos Pinheiro Machado e Antonio Paes de Andrade: jornal Correio do Povo / Empresa Jornalística Caldas Júnior.
Fotografias do episódio da Legalidade: Acervo fotográfico do Museu da Comunicação Hipólito José da Costa; Autoria dos fotógrafos do Palácio Piratini no Governo Leonel Brizola (1959-1963).

Fotógrafos do Correio do Povo: Adalmir Santos, Ademar, Alberto Etchart, Alfonso Abraham, Carlos Alberto Silva, George Frantzesky, Octacílio Freitas Dias, Pedro Flores, Roberto Santos, Rubens Borges, Vítor Teixeira.
Fotógrafos do Palácio Piratini – Governo Leonel Brizola (1959-1963): Alberto Serrano, Carlos Contursi, Diógenes Oliveira, Hamilton Chaves, Lemyr Martins, Pedro Flores, Santos Vidarte.
Fotógrafos da Fototeca Sioma Breitman-Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo: André Chassot, Czamanski, Coleção João Pinto Ribeiro, Leo Guerreiro, Pedro Flores, Sioma Breitman.
Outros fotógrafos: Amarante, Antônio Vargas, Cacalos Garrastazu, Daniel Andrade, Ednir M. Santos, Fernando Gomes, Hirabo, Loir Gonçalves, Mário Brasil, Moreira Mariz, Pacheco, Pedro Agilson, Valdir Friolin, Wilson Pedrosa.

Jornais impressos:
Tribuna Gaúcha, Porto Alegre, 7 maio 1946, ano I, n.18. / 8 ago 1947, ano 2, n.346. Diretor: Dyonelio Machado.
Folha da Tarde, Porto Alegre, 16 jun 1948.

FINALIZAÇÃO
Montagem: Rogério Brasil Ferrari.

Design gráfico: Maurício Neves dos Santos, Marcelo Verney.

Edição de som: Rogério Brasil Ferrari.
Mixagem: Naum Gallo.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Estúdio de som: Loop Reclame (Porto Alegre).
Estúdios de imagem: Enygma Filmes (Porto Alegre); Post Frontier (Porto Alegre).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Poética Produções (Porto Alegre).
FLB – AP Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (sedes no Rio de Janeiro e Brasília).

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Catedral Metropolitana (Santa Maria), Cristovam Ricardo Cavalcanti Buarque, Estação Cultura (Sant'Ana do Livramento), fotógrafo Ricardo Chaves, Fundação Biblioteca Nacional-MinC Ministério da Cultura, Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini, Germano Rigotto, Giordani Turismo, Hotel Uruguay-Brasil (Rivera, Uruguay), Imprenta Libertad (Rivera, Uruguay), Jarbas Silva Marques, jornal Correio do Povo / Empresa Jornalística Caldas Júnior, jornal Correio Braziliense / Diários Associados Press S.A., D. A. Press Multimídia, José Wilson da Silva, Memorial do Legislativo do Rio Grande do Sul, Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, Museu Ferroviário de Santa Maria, Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, Museu Municipal de Cultura de Cachoeira do Sul, Secretaria Municipal de Cultura de Santa Maria, Secretaria Municipal de Cultura (Sant'Ana do Livramento), Suelly Feldmann Schmidt, Silvia Schmidt da Camara Canto, Walper Ruas Produções pela cedência do depoimento de Matheus para o filme Brizola – Tempos de luta, Tito Fábio Schmidt, TV Assembleia Legislativa RS, TV Câmara dos Deputados, TV Câmara Municipal Porto Alegre, TVE RS Fundação Cultural Piratini, RBS TV / RBS Participações S.A., Vanessa Duarte da Silva Vignoli, Clóvis Duarte.
Família Schmidt: Suelly Feldmann Schmidt, Tito Fábio Schmidt, Márcia Schmidt, Flávia Schmidt, Sílvia Schmidt da Camara Canto, Gláucia Schmidt de Arruda Gomes.

FILMAGENS
Brasil / DF, em Brasília;
Brasil / RS, na Vila Serafim Schmidt; Porto Alegre; Cachoeira do Sul; Santa Maria; Sant'Ana do Livramento; Gramado e Canela;
Uruguay, em Rivera;
Portugal, em Lisboa; Estoril.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:30:06
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO

PREMIAÇÃO
• LatinUY 2017: Prêmio Enrique Raimondi: mejor documental.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 12 anos.
Contato:

OBSERVAÇÕES
Títulos alternativos: Matheus Schmidt. Un caso de amor por el Brasil
Grafias alternativas: Flávio Tavares (identificação) e Flávio Freitas Tavares (f) | Carlos Bastos (identificação) e Carlos Henrique Esquivel Bastos (f) | Almino Affonso (identificação) e Almino M. Álvares Affonso (f) | Paulo Brossard (identificação) e Paulo Brossard de Souza Pinto (f) | Carlos Araújo (identificação) e Carlos Franklin Paixão Araújo (f) | Emilio Neme (identificação) e Emilio João Pedro Neme (f) | Alceu Collares (identificação) e Alceu de Deus Collares(f) | Carlos Roberto Lupi | Marcelo Fornasier [= 4nazzo] | Jorge Luís Louzada da Silva
Grafias alternativas (funções): Cinematografia

BIBLIOGRAFIA
Publicações de Matheus Schmidt citadas no filme:
SCHMIDT, Matheus. Política neoliberal de FHC – Uma visão crítica. Brasília: Câmara dos Deputados, 199?.
SCHMIDT, Matheus. Balança comercial: o Brasil mais dependente. Brasília: Câmara dos Deputados, 1997.
SCHMIDT, Matheus. Reforma da previdência. Brasília: Câmara dos Deputados, 1997.

Noticiário:
FANTINEL, Danilo. Matheus Schmidt – Um caso de amor pelo Brasil. Papo de Cinema, Porto Alegre, 19 ago 2017.
RIBEIRO, Milton. Matheus Schmidt – Um caso de amor pelo Brasil tem sessão especial nesta segunda. Sul 21, Porto Alegre, 18 dez 2017.

Exibições


• Gramado (RS), 45º Festival de Cinema de Gramado [17-26 ago]-Gramado convida, Centro Municipal de Cultura Prefeito Arno Michaelsen (R. Leopoldo Rosenfeld, 818)-Teatro Elisabeth Rosenfeld, 19 ago 2017, sab, 16h

• Punta del Este (UY), LatinUY 9º Festival Internacional de Cine Latino, Uruguayo y Brasileiro [1º-5 nov], Cinema Café, 4 nov 2017, sab, 19h (presentación de Márcia Schmidt e Rogério Brasil Ferrari; posterior mesa junto al historiador Andrés Serralta)

• Porto Alegre (RS), Cinemateca Capitólio, 29 nov 2017 (lançamento)

• Porto Alegre (RS), CineBanários, 18 dez 2017, seg, 19h (sessão especial, debate com diretores + Leonel Rocha + Flávio Tavares, mediação: Roger Lerina)

• Porto Alegre (RS), Sala Redenção, 5 set 2018, qua, 19h (debate com diretores + crítica Fatimarlei Lunardelli + professor de História Nilo Piana de Castro)

• Sant'Ana do Livramento (RS), Estação Cultura, 19 out 2018, sex (participação da diretora)

• Cachoeira do Sul (RS), dentro da programação da Feira do Livro do Município, Cine Via Sete, 30 out 2018, ter

• Brasília (DF), Auditório Freitas Nobre, anexo IV no subsolo da Câmara dos Deputados, 7 nov 2018, qua (debate com diretores)

• São Paulo (SP), Circuito Spcine, Cine Olido, 11 dez 2018, ter, 19h

Lançamento comercial:

• Porto Alegre (RS), Cinemateca Paulo Amorim-
Sala Norberto Lubisco, 3-6, 8, 9 out 2019, qui-dom, ter, qua, 19h30 (dia 8, comentada com diretores)
Sala Paulo Amorim, 10-13, 15, 16 out 2019, qui-dom, ter, qua, 15h15

• Santa Cruz do Sul (RS), Auditório do Memorial da UNISC, 27 nov 2019, qua, 19h (presença da diretora Márcia Schmidt)

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Matheus Schmidt – Um caso de amor pelo Brasil. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1125/matheus-schmidt-um-caso-de-amor-pelo-brasil. Acesso em: 18 de abril de 2024.