Já vimos esse filme (2018)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
HD, cor, 79 min

Direção: Boca Migotto.
Companhia produtora: Epifania Filmes

Primeira exibição: 24 ago 2018, sex, 21h, data que marca 64 anos da morte de Getúlio Vargas, simultaneamente em: Porto Alegre (RS), CineBancários; Curitiba (BR), Casa da Democracia; YouTube; portal Brasil 247; Mídia Ninja

 

Já vimos esse filme confronta a postura e o perfil dos parlamentares no dia da votação do impeachment de Dilma Rousseff em 17 de abril de 2016 e coloca no centro do debate questões como o sistema eleitoral brasileiro, a corrupção, a operação Lava-Jato, os interesses econômicos e ideológicos, o preconceito e os papéis da grande mídia, do Poder Judiciário, do Ministério Público e das redes sociais. O trabalho pretende trazer uma visão diferente daquela que venceu a disputa política e destituiu a primeira mulher eleita presidente do Brasil. Ele retrata a divisão do país representada pelo muro colocado no gramado da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, no dia da votação pela Câmara Federal, o centro urbano e a periferia diante da incerteza política, e a comparação com a situação política em 1954 (com Getúlio Vargas) e em 1964 (com João Goulart). Produzido por um coletivo interdisciplinar em defesa da soberania popular, Já vimos esse filme não tem propósito lucrativo. Todos os valores eventualmente obtidos em decorrência da exibição da obra serão revertidos a pessoas jurídicas de natureza não comercial. De acordo com os produtores, a motivação para a realização do documentário é registrar para as gerações presentes e futuras as semelhanças entre os golpes políticos ocorridos no Brasil e a fragilidade da formação democrática da sociedade brasileira.

Lançamento simultâneo no dia que marca a morte de Getulio Vargas no CineBancários, em Porto Alegre, na Casa da Democracia, em Curitiba, no YouTube, no portal Brasil 247 e na Mídia Ninja.

Sinopse


Créditos iniciais: // Este documentário colabora na formação histórico-política do povo latino-americano. / Foi produzido a partir de depoimentos de pessoas da sociedade civil sem mandatos político-partidários e de matérias jornalísticas de notória repercussão nacional e internacional, além de manifestações públicas dos protagonistas dos fatos nele retratados e imagens de livre acesso disponibilizadas em arquivos ou na web. / Não há propósito lucrativo. / Todos os valores eventualmente obtidos em decorrência da exibição desta obra serão revertidos a pessoas jurídicas de natureza não comercial. //

Outras informações em telas:
// Brasília, 17.04.2016 //
// 17 de abril de 2016. A Câmara dos Deputados vota a abertura do processo por crime de responsabilidade contra a presidenta da República, Dilma Rousseff. //
Porto Alegre: Rio Grande do Sul 17.04.2016
Coração Valente
[vídeo]: Camilla Costa: BBC Brasil correspondente
Discurso de João Goulart, na Central do Brasil, em 1964
[vídeo]: Christiane Amanpour: @camanpour: Live CNN
The Biggest
Privatization Program
In its history
10/12/2009
15/07/2009
15/12/2010
Em dezembro de 2016, durante a ocupação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, exibimos um trecho deste documentário para estudantes de comunicação. A intenção era debater o filme ainda em processo de realização, com a juventude.
Jornal Opa!Tv
PSTU
Jornal da Globo: exibido em 13/06/2013
Jornal da Globo: exibido em 17/06/2013
Primavera das mulheres com Dilma
Presença confirmada da primeira mulher eleita e reeleita presidenta do Brasil
Bravas mulheres brasileiras que tenho a honra e o dever de representar como
primeira mulher presidenta da República.
Conversa telefônica entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a então presidenta Dilma Rousseff, divulgada ilegalmente pelo juiz Sergio Moro, no dia 16 de março de 2016.
Conversa telefônica entre o senador Romero Jucá e o ex-senador Sergio Machado, divulgada em maio de 2016.
No dia 20 de março de 2017, realizamos a exibição de uma primeira versão deste documentário, ainda não finalizada, para a população de Porto Alegre.
O local escolhido foi a tradicional Esquina Democrática.
Cena do filme Que horas ela volta?, de Anna Muylaert.
2 de agosto de 2017
A Câmara dos Deputados vota a abertura do processo por crime de responsabilidade contra o presidente Michel Temer.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Ordem de identificação: Giba Assis Brasil (cineasta), Juremir Machado da Silva (escritor e jornalista), Domingos Sávio da Silveira (procurador da República do RS), Francisco Marshall (historiador), Gregório Grisa (professor do IFRS), Jaqueline Moll (professora titular da FACED-UFRGS), Carlinhos (militante do Levante Popular da Juventude), Gerusa Bittencourt (enfermeira), Bernardo Lucero (historiador), Jacques Alfonsin (procurador do estado do RS aposentado), Benedito Tadeu César (cientista político e filósofo), Márcia Cadore (procuradora do estado do RS), Moisés Mendes (jornalista), Ricardo Silvestrin (escritor), Gustavo Mello (livreiro e militante político).

DIREÇÃO
Direção: Boca Migotto.

ROTEIRO
Pesquisa: Boca Migotto, Christina Dias, Glauco Urbim, Mariana Mêmis Müller, Ricardo Só de Castro.
Roteiro: Boca Migotto, Drégus de Oliveira.
Colaboração no roteiro: Pedro Guindani, Ricardo Silvestrin.

PRODUÇÃO
Produção: Ricardo Só de Castro, Christina Dias.
Produção executiva: Glauco Urbim.
Direção de produção: Mariana Mêmis Müller.
Transporte: Paulo Calzia, Toni Manara.

EQUIPE Brasília
Coordenação de produção: David Alves Mattos.
Direção e som direto: Alisson Machado.
Direção de fotografia: Petronio Neto.
Assistência de câmera: Lucas Gesser.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Bolivar Lauda, Joba Migliorin.
Assistência de câmera: Pedro Gusmão.

SOM
Som direto: Tomaz Borges.
Som direto adicional: Juan Quintáns, Tiago Mayer.

ARQUIVO
Pesquisa de arquivos: Giulia Góes, Laura Kleinpaul, Marcello Campos.
Imagens de arquivo: Arquivos de imagens NBR; Antonio Ternura; Arthur Moura; Band; BBC News; Biel Gomes; Canal Net TV; CNN; Coletivo Oitentaedois; Comova; Éden Barbosa; Geekgeist; Glauco Araujo; GloboNews; Leonardo Dutra Constâncio; Lucas Pitta Klein; Márcia dos Santos; Marco Aurélio Gotardelo; Mídia Ninja; Oslaim Brito; Otávio Nagano; Programa eleitoral de Aécio Neves candidato do PSDB à presidência da República em 2014; Programa eleitoral de Dilma Rousseff candidata do PT à presidência da República em 2014; PSTU; Rede Globo; Rede TVT; SBT; Thiago Firmino; Thiago Lazeri; Tiago Mazza Chiaravalloti; TV Câmara; TV Correria; TV NBR; WEG Filmes.
Filme: Que horas ela volta? (Anna Muylaert, 2015, BR).

FINALIZAÇÃO
Montagem: Drégus de Oliveira.
Assistência de edição: Matheus Piccoli.

Coordenação de finalização: Glauco Urbim.

Finalização de imagem: Jonatas Rubert.
Legendagem: Jonatas Rubert, Laura Gus, Leonardo Michelon.

Desenho de som e mixagem: Augusto Stern, Fernando Efron.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Estúdio de finalização: Bunker Sound Design (Porto Alegre).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Epifania Filmes (Porto Alegre).
Apoio: Porto Alegre Film Commission; Locall Porto Alegre.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Alan Schvarsberg, Alice Urbim, Gian Martins, Locall Porto Alegre, Luísa Adegas, Luís Gustavo Dutra Barcelos, Theatro São Pedro.

Dedicatória: Dedicado à vereadora Marielle Franco e ao motorista Anderson Gomes, executados no dia 14 de março de 2018, na cidade do Rio de Janeiro. Então sob intervenção militar.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Alegre;
Brasil / DF, em Brasília.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 85 min
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição: HD

DIVULGAÇÃO
Arte gráfica: Leo Lage.
Tradução e divulgação: Julia Assef.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato:

OBSERVAÇÕES
Não consta nome de companhia produtora na cópia analisada disponível no YouTube.
Grafias alternativas: Juremir Machado | Rodrigo Migliorin | Matheus Picolli

BIBLIOGRAFIA

Exibições


24 ago 2018, sex, 21h, data que marca 64 anos da morte de Getúlio Vargas, simultaneamente em:
• Porto Alegre (RS), CineBancários, 24 ago 2018, sex, 21h
• Curitiba (PR), Casa da Democracia, 24 ago 2018, sex, 21h
• portal Brasil 247, 24 ago 2018, sex, 21h
• Mídia Ninja, 24 ago 2018, sex, 21h
• YouTube, disponível desde 24 ago 2018, sex, 21h

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Já vimos esse filme. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1199/ja-vimos-esse-filme. Acesso em: 19 de julho de 2024.