Deodato holocaust (2019)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
Digital, cor, 72 min

Direção: Felipe M. Guerra.
Companhia produtora: Necrófilos Produções Artísticas; Fantaspoa Produções

Primeira exibição: Porto Alegre (RS), Fantaspoa XV Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre-Sessão de Abertura, Cinemateca Capitólio, 16 maio 2019, qui, 19h (comentada com diretor e Ruggero Deodato)

 

Ruggero Deodato é uma das principais figuras do cinema de gênero mundial, especialmente por seu polêmico Cannibal holocaust (1980, IT), considerado o primeiro filme found footage da história. Em sua extensa carreira dirigiu mais de 30 filmes. Homenageado no Fantaspoa 2013, com a exibição dos seguintes filmes no CineBancários: Cannibal holocaust (1980), La Casa sperduta nel parco (1980), Ultimo mondo cannibale (1980), I Predatori di Atlantide (1983), Cut and run (1985), The Barbarians (1987), Un Delitto poco comune (1988), Minaccia d'amore (1988). Deodato participou de duas sessões comentadas: 9 e 11 maio, 21h15, para Cut and run e Cannibal holocaust. Ele volta a Porto Alegre para o XIII Fantaspoa onde apresenta Cannibal holocaust, na Cinemateca Capitólio, em 27 maio 2017, sab, 23h55, e faz sessão comentada de Ballad in blood (2016), no Cine Santander Cultural, em 28 maio, 17h.

Ruggero Deodato. Potenza, IT, 7 maio 1939. Roma, IT, 29 dez 2022.

Sinopse


Alguns diretores são exigentes, outros são difíceis. Mas somente um foi acusado de matar seus atores. Esta é a história do cineasta italiano Ruggero Deodato que, sem querer, virou um mestre do horror ao fazer um filme tão real que parecia criminoso.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Ruggero Deodato.
Não creditado: Felipe M. Guerra (voz).

DIREÇÃO
Direção: Felipe M. Guerra.

ROTEIRO
Roteiro: Felipe M. Guerra.
Consultoria de tradução: Eliseu Demari.

PRODUÇÃO
Produção: João Pedro Fleck, Nicolas Tonsho, Felipe M. Guerra.

FOTOGRAFIA
Operação de câmera: Lisi Kieling, Maria Galant, Pierre Le Fugam.

MÚSICA
Música: Purple Planet / www.purple-planet.com.

ARQUIVO
Filmes de Ruggero Deodato (Deodato's personal archive) (ordem de inserção):
Gungala, la pantera nuda (1968, como Roger Rockfeller)
Fenomenal e il tesoro de Tutankamen (1968, como Roger Rockfeller)
Donne... botte e bersaglieri (1968)
Vacanze sulla Costa Smeralda (1968)
Zenabel (1969)
Ondata di piacere (1975)
Uomini si nasce poliziotti si muore (1976)
Ultimo mondo cannibale (1977, US trailer)
Concorde affaire '79 (1979, como Roger Deodato)
Cannibal holocaust (1980)
La Casa sperduta nel parco (1980)
I Predatori di Atlantide (1983)
Lone runner (1986, como Roger Deodato)
Inferno in diretta / Cut and run (1985)
Camping del terrore (1986)
The Barbarians (1987)
Un Delitto poco comune (1988)
Minaccia d'amore (1988)
Vortice mortale (1993)
I Ragazzi del muretto (1993)
Ballad in blood (2016)

Outras imagens:
Filme: Anthony Burgess' Rome (John McGreevy, 1979).
Filme: In the jungle – The making of Cannibal holocaust (Michéle De Angelis, 2003, IT).
Motivating the class (1950).
Neorealism (1972).
Rome falls to allies (1945).
Filme: Rossellini visto da Rossellini (Adriano Aprà, 1993, IT).
Via Veneto (1951).
www.videvo.net.
Filme: Psycho (Alfred Hitchcock, 1960, US).
Filme: Ursus – Il terrore del kirghisi (A. Margheriti, 1964).
Filme: Django (Sergio Corbucci, 1966, IT-ES).
Filme: Kill Bill: vol.2 (Quentin Tarantino, 2004, US).
Filme: Cannibal ferox (Umberto Lenzi, 1981, IT).
Filme: The Blair witch project (Daniel Myrick, Eduardo Sánchez, 1999, US).
Filme: Germania anno zero (Roberto Rossellini, 1948, IT-FR-DE).

Citações:
Revista: National Geographic; Variety; Fangoria; Rue Morgue; Gorezone; Diabolique.
Jornal: L'Unità; Daily News; The Guardian.
Internet archive.
Livro: The Savage cinema of Ruggero Deodato.
and many, many websites.

FINALIZAÇÃO
Edição: Marie Pergufel.
Supervisão de edição: Daniela Monteiro.
Consultoria de edição: Joel Caetano.

Colorista: Bruna O'Donnell.
Desenho do título: Vasco Py Siegmann.
Lower-thirds: Martina Dreyer, Phillip Mattei.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Necrófilos Produções Artísticas (Carlos Barbosa); Fantaspoa Produções (Porto Alegre).

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Alegre: os depoimentos de Deodato foram gravados no Cine Santander Cultural e no Salão Mourisco da Biblioteca Pública, em maio de 2013?;
Itália, em Roma, na casa de Deodato.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Daniela Monteiro, Vasco Py Siegmann, João Pedro Fleck, Mariene Valesan, Nicolas Tonsho, André Darsie, Mondo Cane Bar, Biblioteca Pública do RS, Morganah Marcon, Cinemateca Capitólio, Master Grande Hotel.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 72 min
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:
Idioma: Italiano, com legendas em português.

DIVULGAÇÃO

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 18 anos.

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // Porto Alegre, Brazil – May 2019. Necrófilos Produções Artísticas, Fantaspoa Produções //
Marie Pergufel é pseudônimo de Felipe M. Guerra.

Grafias alternativas (funções): Post/Color grading

Exibições


• Porto Alegre (RS), Fantaspoa XV Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre-Sessão de Abertura, Cinemateca Capitólio, 16 maio 2019, qui, 19h (comentada com diretor e Ruggero Deodato)

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Deodato holocaust. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1222/deodato-holocaust. Acesso em: 24 de abril de 2024.