Trinta povos (2020)

Brasil (RS-SP)
Longa-metragem | Não ficção | Telefilme
cor, 78 min

Direção: Zeca Brito.
Companhia produtora: Anti Filmes; Boulevard Filmes

Primeira exibição: Maldonado (UY), 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este [15-21 fev]-Exhibición Especial, Casa de la Cultura, 17 fev 2020, seg, 20h (presença do diretor)
Primeira exibição RS: Porto Alegre (RS), Ciclo O que é o cinema gaúcho?, Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 6 out 2021, qua, 19h (presença do diretor)

 

O trabalho de pesquisa reunido para Trinta povos analisa os três países separados por águas e linhas imaginárias, porém unidos pela cultura e por uma história comum: um passado jesuítico, barroco e guarani. Depoimento de Zeca Brito por ocasião do lançamento nacional através do Canal Curta!: "É um filme que se propõe a resgatar o legado artístico, arquitetônico, pictórico e simbólico do processo de colonização jesuítico-guarani. O grande desafio é costurar uma história fragmentada geopoliticamente, um passado comum entre três países que hoje se encontram separados, divididos por questões distintas, mas com elementos culturais, históricos e etnográficos que os ligam. É uma visão crítica sobre a história e traz questões políticas acerca da ocupação territorial que começa em 1606 com a chegada do jesuíta e chega aos dias atuais com os conflitos agrários nesse território".

O diretor divide o roteiro com Maria Elisa Dantas e o montador Jardel Machado Hermes. Zeca Brito é graduado em Realização Audiovisual pela Unisinos e Poéticas Visuais pela UFRGS Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ele também é mestre em Artes Visuais pela UFRGS, com ênfase em História, Teoria e Crítica. Este é seu sétimo longa sendo o quarto documentário depois de Glauco do Brasil (2015), A Vida extra-ordinária de Tarso de Castro (codireção: L. Garcia, 2017) e Grupo de Bagé (2018). Também assinam a produção Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Lourenço Sant'Anna e Zuleika Borges Torrealba (1933-2019).

Sinopse


Dividido em quatro capítulos:
Capítulo I. Fé e martírio.
Capítulo II. Nativos e invasores.
Capítulo III. Barroco jesuítico-guarani.
Capítulo IV. El Gran Paraguay: A terra prometida.

Há mais de 400 anos, em terras do Brasil, Argentina e Paraguay, jesuítas e guaranis construíram uma história sem precedentes, que impressiona a cada nova revelação e descoberta. O legado missioneiro está presente na escultura, na arquitetura, nos patrimônios materiais e imateriais, que saltam aos olhos. Neste documentário a proposta é lançar um acurado olhar crítico sobre as reminiscências daquilo que foram os 30 povos das Missões, cerca de 60 reduções que hoje abrangem um território de três países. 

Trechos do espetáculo Som e luz:
RUÍNAS (Maria Fernanda): (...) ao estranho que a escutar estiver nos assistindo, é melhor deixar falar os homens daquele tempo. (...) Chamai-os à tona, que venham todos aqui reunidos. (...) Que os estranhos aqui presentes, pelos motivos mais diversos, do mais leviano ao mais penetrante, dividam conosco a mágoa universal de ter assistido a um massacre no qual o inimigo colonialista, por cobiça, raiva e inveja moralista, matou com tiro e lança o legítimo habitante destes campos, os braços construtores desta igreja.

JOSÉ JOAQUIM VIANA (Rolando Boldrin): Soldados! Lá está o índio Sepé. Contra ele. Ataquem! (...) Sepé! Sepé Tiaraju, ainda está vivo?
(...)
SEPÉ TIARAJU (Lima Duarte): Fora daqui... destruidores assassinos...
(...)
JOSÉ JOAQUIM VIANA: (...) A lança que tem cravada é portuguesa. Aqui vai o tiro da Espanha.

RUÍNAS: As estrelas continuam no céu, quer se vejam ou não. Assim continuará a luta do cacique de São Miguel e de seus irmãos assassinados. Enquanto sobreviver no coração do homem o desejo infinito de ser livre, de lutar contra a opressão, há de se ouvir no dia a dia o grito do índio Sepé.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Ordem de identificação:
João Miller (no Santuário do Caaró, Cairaté, BR),
Nelli Chamorro, Miriam Chamorro (em Santiago, PY),
Enrico Benites (em Santiago, PY),
Lira Hein (guia turística, em Jesús de Tavarangüé, PY), 
Dolores de Sosa, 
Carlos Machado (em São Miguel das Missões, BR),
Antonio Morinigo (guia espiritual guarany, em San Ignacio, AR),
Ariel Kuaray Ortega (cacique guarany, na Tekoá Koenju, BR),
Juan Monsu (em Concepción de la Sierra, provincia de Misiones, AR),
Jeronima Balmaceda (em Encarnación, PY),
Alcy Cheuiche (escritor),
Aldo Ferreira (na Tava, São Miguel das Missões, BR),
Bozidar Darko Sustersic (doutor em História da Arte, no Museu das Missões, São Miguel das Missões, BR; depois na Igreja Matriz de São Luiz Gonzaga, BR),
José Herter (escultor, em São Miguel das Missões, BR),
Derliz Galeano (professor do atelier, em San Ignacio Guazú, PY),
Daniel Cortez (em San Ignacio Guazú, PY),
Carlos Alberto Beloye (professor, sobre barroco),
Cesar Lucas Aguilar (guia turístico, em San Ignacio Miní, AR),
Carolina Gross (guia turística, em San Cosme y Damián, PY),
Lorena Espinoza (guia turística),
Movimiento Campesino Paraguayo,
Lidia Britez (campesina, em Asunción, PY; antes aparece falando em guarani?).
Não creditada: Patrícia Ferreira Pará Yxapy (com Ariel Kuaray Ortega, na Tekoá Koenju, BR).
Vozes: Andres Acevedo Gonzalez, padre Danilo Hertz, padre Antonio Betancor, Suzana Petroski, Vanessa Rodriguez.
Arquivo (vozes não creditadas, do espetáculo Som e luz): Maria Fernanda (interpretando a Catedral / Ruínas), Rolando Boldrin (como José Joaquim Viana), Lima Duarte (como Sepé Tiaraju).

DIREÇÃO
Direção: Zeca Brito.
Assistência de direção e pesquisa: Denise Silveira.

ROTEIRO
Roteiro: Jardel Machado Hermes, Maria Elisa Dantas, Zeca Brito.
Consultoria histórica: Paula Ramos.

PRODUÇÃO
Produção: Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Lourenço Sant'Anna, Zeca Brito, Zuleika Borges Torrealba.
Produção executiva: Letícia Friedrich, Zeca Brito.
Assistência de produção executiva e apoio administrativo: Henrique Schuck.
Direção de produção: Maria Elisa Dantas, Rafael Andreazza.
Assistência de produção: Denise Silveira.
Produção (Porto Alegre, BR): Carla Cassapo.
Produção (Misiones, AR): Laura Andino.
Produção (San Ignacio Guazú, PY): José Cantaleano.
Controle financeiro: Maristela Ribeiro.
Motoristas: Alexandre Passarinho, Marcelo Benoni Paz.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Pablo Escajedo.
Operação de câmera adicional: Bruno Polidoro, Edison Larronda, Tiago Coelho, Zeca Brito.
Imagens aéreas: Eduardo Berthier.

SOM
Som direto: Maria Elisa Dantas, Denise Silveira.

ARTE
Consultoria iconográfica: Bozidar Darko Sustersic, Flávio Gil.

MÚSICA
Direção musical: Rita Zart.
Trilha original: Clarissa Ferreira.
Músicos: Clarissa Ferreira (violino), Lucas Ramos (bombo legüero, caxixis), Neuro Júnior (violão de 7 cordas), Miguel Tejera (contrabaixo acústico), Renato Müller (gaita ponto).
Mixagem da trilha sonora original: Tiago Abrahão.

Músicas originais:
• "Cunumi" (música: Clarissa Ferreira) por Clarissa Ferreira, Miguel Tejera, Lucas Ramos
• "Matecito" (música: Clarissa Ferreira) por Clarissa Ferreira, Neuro Júnior, Miguel Tejera, Lucas Ramos
• "Lucidez" (música: Clarissa Ferreira) por Clarissa Ferreira, Neuro Júnior, Miguel Tejera, Lucas Ramos

Músicas licenciadas:
• "Oreru Nhamandú Tupã" por Memória Viva Guarani [Álbum: Nande Reko Arandu] // Distribuidora: MCD
• "Suite for orchestra no.3 in D major MWV 1068 air on a G string" (música: Johann Sebastian Bach) // Publishers: Universal Production Music
• "Missa San Ignacio: Gloria" (Domenico Zipoli) por Claudio Cavina, Coro de Niños Cantores de Córdoba, Ensemble Elyma, Gabriel Garrido, Maria Cristina Kiehr, Robert Nakoneczny, Victor Torres // Courtesy of Naxos of America O/B/O Phaia Music

ARQUIVO
Espetáculo (não creditado): Som e luz (texto e roteiro: Henrique Grazziotin Gazzana, 1978; trechos com a voz da atriz Maria Fernanda interpretando a Catedral / Ruínas e dos atores Rolando Boldrin como José Joaquim Viana, Lima Duarte como Sepé Tiaraju).
Citações: José Brasanelli (escultor, n. Giuseppe Brasanelli. Milano, IT, 6 jan 1659. Candelaria, Provincia de Misiones, AR, 17 ago 1728).

FINALIZAÇÃO
Montagem: Jardel Machado Hermes.

Coordenação de finalização: Laura Moglia.
Design, arte e créditos: Leo Lage / Aro33.
Coloristas: Daniel Dode, Arthur Bovo, Gustavo Zuchowski.
Geração e aferição de deliverables: Arthur Bovo, Gustavo Zuchowski.

Desenho de som e mixagem: Tiago Bello.
Edição de sons ambientes e efeitos sonoros: Cristiano Scherer.

EQUIPE Canal Curta!
Direção de conteúdo: Bibiana de Sá, Julio Worcman.
Curadoria: Barbara Louise, Daniela Nigri, Eduardo Fradkin, Marina Burdman, Marina Kezen, Natalia Amarante Furtado.
Coordenação de aquisição: Fernanda Tamara.
Coordenação de produção: Mariana Seivalos.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Contabilidade: Fischer Contabilidade (Porto Alegre).
Estúdio de pós-produção de imagem: Post Frontier (Porto Alegre).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Anti Filmes (Porto Alegre); Boulevard Filmes (São Paulo).
Financiamento (BR): Chamada Pública BRDE/FSA PRODAV 01/2013 [Programa Brasil de Todas as Telas]. Recursos públicos geridos pela ANCINE Agência Nacional do Cinema. Investimentos do FSA Fundo Setorial do Audiovisual administrados pelo BRDE Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. Proponente: Brito, Martins e Santos Produções Ltda.-ME. Valor: R$ 150.000,00.
Produção cultural: Canal Curta! (Rio de Janeiro).

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos institucionais: Arthur Palace Hotel; Bacharelado em História da Arte UFRGS; Departamento de Artes Visuais UFRGS; ICM Bio; Instituto de Artes UFRGS; IPHAN Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional; Ministério de Turismo da Província de Misiones (Argentina); Missões Turismo; Museu das Missões; Museu Júlio de Castilhos; Parque Nacional do Iguaçu; Pousada das Missões (São Miguel das Missões); RBS TV; Sítio Arqueológico de São João Batista; Sítio Arqueológico de São Lourenço; Sítio Arqueológico de São Miguel, Patrimônio Cultural da Humanidade Unesco; Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Universidade Federal de Santa Maria; Universidade Federal do Pampa.
Agradecimentos: Adriana Brito, Alfredo Barros, Antonio Camargo, Ariel Kuaray Ortega, Claudia Brito, Eliane 'Baixinha', Elvira Nascimento, equipe espetáculo Som e Luz, Inês Herter, Jean-Claude Bernardet, José Herter, Lufe Bollini, Luiz Rosemberg Filho, Mara Lima, Maria Luisa Teixeira da Luz, Nicolás Valdez, Nilo Hermes, Patrícia Ferreira Pará Yxapy, Paulo Markovitch, professor Flávio Gil, professor Francisco Marshall, professor José Otávio Catafesto de Souza, professor Lutiere Dalla Valle, professor Muriel Pinto, professor Paulo Gomes, professor Rodrigo Ferreira Maurer, professora Joana Bosak de Figueiredo, professora Katia Maria Paim Pozzer, professora Maria Amélia Bulhões, professora Paula Ramos, Sapiran Brito, Sávio Machado, Sergio Dubrusin, Vera Stringuini, Zilá Moglia, Zilda Terezinha Machado Hermes.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Xavier; Caibaté; Santo Ângelo; São Miguel das Missões [Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo]; Loreto; Sítio Arqueológico de São Lourenço Mártir, município de São Luiz Gonzaga; Sítio Arqueológico de São Nicolau, em São Nicolau; Sítio Arqueológico de São Francisco de Borja, em São Borja; Sítio Arqueológico de São Luiz Gonzaga, em São Luiz Gonzaga; Sítio Arqueológico de São João Batista, em Vitória das Missões; Sítio Arqueológico de Santo Ângelo Custódio, em Santo Ângelo; São Roque Gonzales; Santa Maria; Porto Alegre;
Brasil / PR, no município de Foz do Iguaçu, nas Cataratas do Iguaçu (Parque Nacional das Cataratas);
Paraguay, em Asunción;
Paraguay / departamento de Misiones: Misión jesuítica de San Ignacio Guasú, em San Ignacio Guasú; Misión jesuítica de Santa Rosa de Lima [Capilla de Loreto]; Misión jesuítica de Santiago;
Paraguay / departamento de Itapúa: Misión jesuítica de Nuestra Señora de la Encarnación de Itapúa, em Encarnación; Misión jesuítica de Jesús de Tavarangüé; Misión jesuítica de Santísima Trinidad del Paraná; Misión jesuítica de San Cosme y Damián.
Argentina / provincia de Misiones: em San Xavier; Misión jesuítica de los Santos Apóstoles San Pedro y San Pablo, em Apóstoles; Santa Cruz; Misión jesuítica de Nuestra Señora de la Candelaria, em Candelaria; Misión jesuítica de San Ignacio Miní, em San Ignacio; Misión jesuítica de Santa María la Mayor; Misión jesuítica de Nuestra Señora de Santa Ana, em Santa Ana; Misión jesuítica de Nuestra Señora de Loreto; Posadas;
Argentina / provincia de Corrientes: Misión jesuítica de La Cruz, em La Cruz.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 78 min
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela: Full HD 1920 x 1080
Frame rate: 23,976 fps
Formato de captação:
Formato de exibição:
Idioma: Português, español, guarani, com legendas em português.

DIVULGAÇÃO
Assessoria de imprensa: Isidoro B. Guggiana.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 14 anos.
Contato:

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // © Todos os direitos reservados a Anti Filmes e Boulevard Filmes. 2020 //
Contradições nos créditos: Direção de produção: Maria Elisa Dantas, Rafael Andreazza (i) e Maria Elisa Dantas, Rafael Andreazza, Denise Silveira (f) e Assistente de produção: Denise Silveira (f).
O crédito de 'Produção cultural' foi atribuído a partir de Dois tempos (2021) que tem o Canal Curta! assim creditado. Em Trinta povos aparece apenas o logotipo do canal sem precisar sua participação (o mesmo acontece em O Método, 2019).

Títulos alternativos: Treinta pueblos
Grafias alternativas: Cesar Aguilar (identificação) e Cesar Lucas Aguilar (finais) | Jeronima Balmada (identificação) e Jeronima Balmaceda (finais) | Lutieli De La Vale | Isidoro Guggiana | Patrícia Ferreira | Ariel Ortega | Curta! TV – Conteúdos relevantes | Marilu da Luz | Eliane Baixinha
Grafias alternativas (funções): Coordenação de finalização (i) e Produção de finalização (f) | Entrevistados (voz off) | Controller

Exibições


• Maldonado (UY), 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este [15-21 fev]-Exhibición especial, Casa de la Cultura, 17 fev 2020, seg, 20h (presença do diretor)

• Canal Curta!, 23-25, 27, 28 jun 2020, ter, 18h (estreia), qua, 4h, 12h, qui, 6h, sab, 7h, dom, 3h40

• Porto Alegre (RS), Ciclo O que é o cinema gaúcho?, Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 6 out 2021, qua, 19h (presença do diretor)

• Porto Alegre (RS), Especial em comemoração ao Dia do Patrimônio Cultural, Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 20 ago 2023, dom, 14h30 (presença do diretor)

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Trinta povos. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1260/trinta-povos. Acesso em: 22 de fevereiro de 2024.