Memórias e história – 150 anos da Antiga Matriz de São Miguel (2021)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
cor, 71 min

Direção: Alexandre Derlam.
Companhia produtora: Prosa Filmes

Primeira exibição: online, 17 mar 2021, qua, 17h30 às 19h20: 17h30 – Bate-papo com os realizadores; 18h – Exibição do documentário; 19h10 – Bate-papo com os realizadores; com exibição simultânea pela Vale TV – Canal 14 da Net e na página da AAPHeCDI no Facebook, além de transmissão online pela valetvplay.com e nas fanpages da Vale TV e da Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos e do Espaço Cultural Antiga Matriz.

 

A Antiga Matriz de São Miguel é protagonista na paisagem cultural de Dois Irmãos (RS). Perpassa gerações e diferentes períodos e a comunidade soma esforços para erguer, ampliar, manter e preservar este bem. Um exemplo de uma ação de preservação do patrimônio cultural é o tema do documentário Memórias e história – 150 anos da Antiga Matriz de São Miguel, hoje Espaço Cultural Antiga Matriz. A realização é uma iniciativa da AAPHeCDI Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos, com direção de Alexandre Derlam (Papão de 54, 2005).

O trabalho foi viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc (14.017/2020), da Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo, por meio da Prefeitura Municipal, do Departamento de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura de Dois Irmãos. Patrocínio master de Calçados Wirth e patrocínios do Grupo Herval e Sicredi. A estreia foi online. "A intenção é compartilhar o processo de criação e produção do filme. Para isto, teremos dois momentos de bate-papo entre os realizadores e o público, que poderá interagir por meio da rede social através de comentários e envio de perguntas, tanto antes, quanto após da exibição do documentário", explicou a produtora executiva Luana Khodja. A produção do audiovisual encerra uma série de ações feitas pela Associação para comemorar os 150 anos da antiga igreja, completados em 2019.

O documentário com 71 minutos de duração, faz um breve registro histórico da Antiga Igreja Matriz de São Miguel, bem tombado pelo IPHAE Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e pelo município de Dois Irmãos. Dos diferentes períodos do antigo templo religioso até a sua nova utilização como equipamento cultural, a narrativa é entremeada por depoimentos afetivos e evidencia a participação e os esforços de uma comunidade para erguer, manter e preservar o bem. Para Vera Maria Rausch, coordenadora do Espaço Cultural Antiga Matriz, a importância deste registro é também servir como modelo e inspiração para outras inciativas de preservação: "É muito importante que esta história seja contada e compartilhada, pois é exemplo para outras comunidades que valorizam e queiram preservar as suas origens, a sua identidade".

Sinopse


Entre os depoimentos, informações em tela, sobre fotografias: // Imagens na antiga Matriz entre as décadas de 1920 a 1960. / Imagens de São Miguel Arcanjo – Paróquia de São Miguel de Dois Irmãos. / A primeira etapa construtiva acontece entre os anos 1868 a 1874. / A segunda fase da primeira etapa construtiva é concluída em 1874. / A segunda etapa construtiva acontece entre os anos de 1877 a 1880. / A terceira etapa acontece entre 1949 e 1950, quando é finalizada. // Recortes de jornal: Walter Galvani. Uma praça no lugar da igreja em Dois Irmãos. Correio do Povo, 05/11/1975. / Marlise Ranft. Preservação da arquitetura – Igreja Matriz: história e... conservação. Jornal Dois Irmãos, Dois Irmãos, dez 1983. // De um recorte: A campanha que coletou assinaturas das pessoas da comunidade de Dois Irmãos em favor da conservação e restauração da antiga Igreja Matriz de São Miguel, teve um êxito surpreendente. As novecentas assinaturas coletadas são significativas e acreditamos, representam o real desejo de toda nossa comunidade, independente do credo religioso, profissão ou origem. Ainda hoje estas listas estão sendo procuradas por pessoas que desejam também assinar. // Recorte de jornal: Publicação da portaria do ato de tombamento. Diário oficial do Rio Grande do Sul, 1984: / Resolve: Reconhecer como de interesse público, nos termos do artigo 1º da Lei Estadual nº 7.231, de 18 de dezembro de 1978, combinada com o Decreto-Lei Federal nº 25, de 30 de novembro de 1937, por seu valor arquitetônico e histórico, a antiga igreja matriz de São Miguel, próprio da mitra diocesana de Novo Hamburgo, sito à Rua São Miguel, nº 453, na cidade de Dois Irmãos, para que passe a integrar o patrimônio cultural do estado. Publique-se no Diário Oficial do estado, registre-se no livro de Tombo Histórico desta Subsecretaria e promova-se a averbação no Registro de Imóveis a que tocar. Porto Alegre, 1º de agosto de 1984. / Recorte de jornal: Alan Caldas. Igreja aguarda destino. Jornal Dois Irmãos, Dois Irmãos, 1990. / Foto: Vistoria do arquiteto Edgar Bittencourt da Luz / Espaço Arquitetura e Restauro. / Foto: Vistoria das arquitetas Maria Lúcia Duarte Fuentefria e Helga Suffert / Espaço Arquitetura e Restauro. / Foto: Visita do secretário de estado da Cultura Roque Jacoby, prefeito Renato Dexheimer, secretária municipal da Educação Hilária Kreuz e pela restauradora Suzana Cardoso. / Foto: Visita do cônsul geral da Alemanha no Rio Grande do Sul, Hans Dietrich Bernhard, com o prefeito Renato Dexheimer. / Arquivo: Recital Canto & Piano na igreja em obras, em 1999, com Olinda Allessandrini (piano) e Laura de Souza (soprano). / Cartão convite: Concertos Natalinos. Na antiga Igreja Matriz de São Miguel – 1995. / Apresentação do Coral de Homens Santa Cecília de Dois Irmãos – dezembro 1995. // Eventos realizados na Antiga Igreja Matriz entre 1995 a 2006. / Recortes de jornal: Um concerto na igreja, 20 abr 1999, ter, 20h. // Recital promete muita emoção na noite de hoje. // Eventos realizados no Espaço Cultural Antiga Matriz a partir de 2007. / Coro sinfônico da Ospa e exposição fotográfica de Ita Kirsch e Bala Blauth. / Projeto Equipar – Modernização e qualificação do Espaço Cultural Antiga Matriz – 2017. / Viva a Música em 150 anos da Antiga Matriz: 03 palcos, 14 apresentações musicais, show de Luzes – 2019. / Foto: Missa em celebração aos 50 anos de sacerdócio Espaço Cultural Antiga Matriz – 2012. / Recorte de jornal: Missa surpresa na antiga Matriz.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Ordem de identificação:
Eloisa Capovilla (doutora em História / via web),
Coral Santa Cecília (fundado pelos primeiros imigrantes alemães por volta de 1860, iniciou como um coral apenas de homens),
Ademir Klauck (regente do Coral Santa Cecília),
Bernadete Rausch (bacharel em Turismo / via web),
monsenhor Pedro Stoffel (primeiro reitor do Seminário Diocesano Maria Auxiliadora de Dois Irmãos em 1990),
Vera Maria Rausch (coordenadora do Espaço Cultural Antiga Matriz, membro fundadora da AAPHeCDI),
Dóris Saraiva de Oliveira (ex-diretora do IPHAE, arquiteta e urbanista, especialista em restauração e conservação de sítios e monumentos históricos),
Mirian Sartori Rodrigues (ex-diretora do IPHAE, arquiteta urbanista, mestre em planejamento urbano e regional de sítios e monumentos históricos),
Luciano Camargo (acordeon, músico e compositor),
Theresinha Ritter Malheiros (ex-diretora da Escola Estadual 10 de Setembro, membro da AAPHeCDI),
Jorge Angelo Reinheimer (ex-chefe do Departamento Municipal de Cultura de Dois Irmãos, membro fundador da AAPHeCDI, curador da Fundação Scheffel),
Juarez Stein (ex-prefeito e atual vice-prefeito do município de Dois Irmãos),
José Agnelo Seger (diretor-presidente do Grupo Herval),
César Adolfo Müller (membro da AAPHeCDI),
Ingrid Arandt, César Adolfo Müller, Vera Maria Rausch, Leila Maria Fátima dos Santos (presidentes da AAPHeCDI nos 25 anos da entidade),
Juliana Cavalheiro Rodrighiero (conservadora-restauradora de bens culturais móveis e integrados, doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural, mestre em Arquitetura e Urbanismo),
Olinda Allessandrini (pianista).
Arquivo: Laura de Souza (soprano), Olinda Alessandrini (piano).
Narração: Rodrigo Duarte.

DIREÇÃO
Direção: Alexandre Derlam.
Entrevistas: Monique Mendes.

ROTEIRO
Ideia original, pesquisa e roteiro: Luana Khodja, Vera Maria Rausch.
Conteúdo de entrevistas, transcrição e revisão: Moacir Fritzen.
Tradução: Bianca Barreto.

PRODUÇÃO
Produção executiva: Luana Khodja.
Assistência de produção executiva: Ingrid Arandt.
Assistência de produção local: Cleber da Silva, Francisco Rausch Tomazzoli.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Gerson Gerhard.
Operação de câmera: Gerson Gerhard, Monique Mendes, Alexandre Derlam.
Operação de câmera adicional: Néftali Maibe Jung.
Operação de drone: Gerson Gerhard.

Fotografia de cena: Monique Mendes.

SOM
Som direto: Yan Carvalho Leotte.
Captação de som das músicas: Gustavo Fallavena.

MÚSICA
Direção musical: Gustavo Fallavena.

Músicas:
"Widmung" [Dedicação] (Schumann / Liszt) por Olinda Allessandrini (piano)
"Prelúdio em sol menor" (música: Johann Sebastian Bach) por Olinda Allessandrini (piano)
"Pablito e Bibiana" (música: Luciano Camargo) por Luciano Camargo (acordeon)
"Teclas e saudade" (música: Luciano Camargo) por Luciano Camargo (acordeon)
"Großer Gott, wir loben dich" (música: Johann Gottfried Schicht) por Coral Santa Cecília
"Kyrie" (autor desconhecido) por Coral Santa Cecília
"Bier Lied" (popular alemão) por Coral Santa Cecília. Arranjo: Ademir Klauck

Músicas Artlist:
"Deep breath" by Aleksey Chistilin
"Spongy hammer" by Muted
"Staring" by Muted
"Her world" by Eleven Tales
"Serenity" by Michael FK
"Little hero" by Aleksey Chistilin
"Love" by Yehezkel Raz
"Moment" by Jon Gegelman
"Rveries" by Wings for Louise
"Zoom out" by Muted
"Unwind" by Simon Wester

ARQUIVO
Fotografias de Dois Irmãos e Antiga Igreja Matriz:
Alexandre Bueno: imagens de Acervo AAPHeCDI,
Fábio Zambom: imagens de Acervo AAPHeCDI.
Ita Kirsch: imagens de Acervo AAPHeCDI.
Octacílio Freitas Dias: imagens de Acervo AAPHeCDI.
Maurício Chaves: imagens de Acervo Amvars / Vale Germânico.
Juarez Stein: acervo pessoal.

Imagens ilustrativas da imigração:
Acervo pessoal / Felipe Kuhn Braun.
Acervo pessoal / Foto Carlinho – Choupana dos colonos tiroleses.
Acervo pessoal / Antonio Palú Filho.
Acervo do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo.
Acervo site O Trentino.

Pinturas (reproduções):
Tela: Ernest Zeuner: Chegada dos imigrantes alemães a São Leopoldo.
Tela: Pedro Weingärtner: Tempora mutantur.
Ilustracões: Etapas construtivas da Antiga Igreja Matriz de São Miguel: arquiteta Helga Suffert / Acervo AAPHeCDI.

Vídeos:
Vídeo dos 150 anos da Antiga Matriz: Israel Cidade / Acervo AAPHeCDI.
Outros vídeos: Acervo AAPHeCDI, entre eles: Recital de canto & piano. Identidades: Laura de Souza (soprano), Olinda Alessandrini (piano). Apresentação em meio às obras de restauro, em 20 abr 1999, ter, 20h.

Citações textuais e referências de pesquisa:
RABUSKE, S. J., Arthur. A Antiga Matriz de São Miguel dos Dois Irmãos – RS (Crônica de sua construção). IN: Anais do 2º Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. 1976.
ARANDT, Clarice Maria. História da colonização de Dois Irmãos. 1999.
VIER, Justino Antonio. História de Dois Irmãos: passado e presente (1999).
SARTORI, Maria Ester de S. R.. Passado, memória e escrita. Itaú Cultural, 2020.
SILVA, Merli Leal. IN: ARANDT, Ingrid; RAUSCH, Vera Maria (org). Dossiê de Ação e Preservação da Antiga Matriz de São Miguel. 2010. / Acervo AAPHeCDI. [citação no prólogo]
GANSWEIDT, padre Matias José. Os Fundamentos da "Baumschneiss" ou Picada de Dois Irmãos – RS. IN: Anais do 2º Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. 1976.
RAUSCH, Vera Maria. Exposição dos 150 anos da Antiga Igreja Matriz de São Miguel de Dois Irmãos. 2019. / Acervo AAPHeCDI.
Matérias de jornais: Jornal Dois Irmãos; O Diário; Nossa Gente; Jornal NH; Zero Hora; Correio do Povo.

FINALIZAÇÃO
Montagem: Yan Carvalho Leotte, Alexandre Derlam.
Assistência de montagem: Néftali Maibe Jung.

Pós-produção: André Arlei.
Design gráfico: Gabriela Michels.
Legendagem: Néftali Maibe Jung, Yan Carvalho Leotte.
Colorista: André Arlei.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Gestão cultural e produção executiva: Imago Produtora.
Produção de conteúdo audiovisual: Prosa Filmes (Porto Alegre).
Estúdio de som e mixagem: Amplifire Soluções Audiovisuais (Porto Alegre).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Prosa Filmes (Porto Alegre).
Realização: AAPHeCDI Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos (Dois Irmãos).
Financiamento (BR/RS): Recursos da Lei Aldir Blanc Lei nº 14.017/2020 / Secretaria Especial da Cultura / Ministério do Turismo / Governo Federal – Brasil – Pátria amada, por meio do Conselho Municipal de Cultura / Departamento de Cultura / Prefeitura Municipal de Dois Irmãos.
Patrocínio master: Calçados Wirth – Desde 1948.
Patrocínio: Grupo Herval (Dois Irmãos); Sicredi.
Apoio: Confraria Chopp & Grill; Charrua (Dois Irmãos); Hunsrück Cervejaria; Becker – Empreendimentos imobiliários; Berlitz – Comércio e serviços; Produtos Becker – Desde 1979; Funerária Schaumloeffel – Desde 1983; J. A. Baches Engenharia e Construtora Ltda.; Renovare – Telecom.
Apoio institucional: Espaço Cultural Antiga Matriz / 150 anos 1869-2019 – Antiga Igreja Matriz de São Miguel (Dois Irmãos).

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos especiais: Aos que contribuíram para a produção deste documentário: Ademir Klauck, Ana Paula Zanella, Bernadete Rausch, Dóris Saraiva de Oliveira, Eloisa Capovilla, Felipe Kuhn Braun, Helga Luiza Suffert, Jorge Angelo Reinheimer, José Agnelo Seger, Juarez Stein, Juliana Cavalheiro Rodrighiero, Luciano Camargo, Mirian Sartori Rodrigues, monsenhor Pedro Stoffel, Olinda Allessandrini, Theresinha Ritter Malheiros, Thomas Arandt.
À Paróquia São Miguel de Dois Irmãos, Coral Santa Cecília, Vale Germânico, Hotel Klein Ville Dois Irmãos.
Àqueles que se dedicaram e participaram da história dos 25 anos da AAPHeCDI:
Fundadores (1995): Anete Lauter, Benjamim Motizka, César Adolfo Müller, César Augusto Rausch, Denise Van Hattem, Eva Margarida Bachimont, Hilária Arnold Kreuz, Hilda Hulda Weber, Jorge Angelo Reinheimer, Justino Antônio Vier, Larissa Engelmann Weber, Líria Lúcia Lawisch, Maria Dolores Wendling, Maria Inês Rausch, Maria Lourdes Schäffer, Marlene Gueths, Tânia Luísa Becker, Theresinha Ritter Malheiros, Vera Maria Rausch.
Atuais (2021): Ana Carolina Scheffel, Ana Paula Zanella, Bronilda Hackbart, César Adolfo Müller, Eva Margarida Bachimont, Ingrid Arandt, Jorge Angelo Reinheimer, Juraci Henrich, Larissa Engelmann Weber, Leila Maria Fátima dos Santos, Líria Lúcia Lawisch, Luana González Khodjaoghlanian, Márcia Saueressig Wendling, Maria Lourdes Schäffer, Maria Elizabeth Bittencourt, Nádia Souza Nunes, Tarcillo Lawisch, Theresinha Ritter Malheiros, Vera Maria Rausch.
Demais associados ao longo dos 25 anos: Ana Zilles, Álvaro Scholles, Ana Carolina Birck, Agostinho Backes, Carla Petry, Cristina Zabka, Clarice Maria Arandt, Carlos Badia, Daiana Petry, Darcy Weber, Dulce Schneider, Estevão Guilherme Fick, Fernanda do Amaral, Gabriela Michels, Genny Therezinha Rausch, Gilberto Schäffer, Guilherme Collet, Harry Thuma, Herberto Kuntzler, Ivana Collet, Wanda Marx Flor, Ladislau Cochlar, Leonida Philomena Backes, Mariano Wendling, Mônica Santiago, Markus Wilimzig, Moisés da Silva, Nádia Bender, Renata Stoffel, Rodrigo Duarte, Ricardo Blauth, Roque Feiten, Sabrina Saueressig Wendling, Susi Grins, Sofia Stoffel, Sirlei Figueiredo, Theresinha Blauth.

Dedicatória: Este filme é dedicado a Clarice Maria Arandt e Justino Antonio Vier, in memoriam, e a todos aqueles que fizeram e ainda fazem parte da história de mais de 150 anos da Antiga Igreja Matriz de São Miguel.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Dois Irmãos.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:11:30 (Sulflix)
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 12 anos.
Contato:

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais, acrescentados em depoimentos via web: Cristiano Estrela, Felipe Rausch Kirsch: provavelmente não incluídos na montagem final.
Cf. créditos finais: // Dois Irmãos, 16 de março de 2021. / Todos os direitos reservados. //

Grafias alternativas: Miriam Sartori Rodrigues (identificação) e Mirian Sartori Rodrigues (finais) | Theresinha R. Malheiros (identificação) e Theresinha Ritter Malheiros (finais)
Grafias alternativas (funções): Still | colorimetria

BIBLIOGRAFIA

Exibições


• online, 17 mar 2021, qua, 17h30 às 19h20:
17h30 – Bate-papo com os realizadores
18h – Exibição do documentário
19h10 – Bate-papo com os realizadores
com exibição simultânea pela Vale TV – Canal 14 da Net e na página da AAPHeCDI no Facebook, além de transmissão online pela valetvplay.com e nas fanpages da Vale TV e da Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos e do Espaço Cultural Antiga Matriz. [O documentário estará disponível em versões legendadas em português e alemão, a partir de 18 de março no Canal da Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos no YouTube.]

• Dois Irmãos (RS), Espaço Cultural Antiga Matriz (reabertura), 17 out 2021, dom, 18h30 (lançamento presencial) [Protocolo de segurança e medidas de prevenção contra a covid-19: todos os cuidados serão observados, sendo obrigatório o uso de máscara dentro do Espaço Cultural Antiga Matriz, aplicação de álcool em gel nos acessos de entrada e distanciamento entre os assentos na área da plateia. Além disso, o Espaço Cultural estará operando com um terço de sua capacidade de público.]

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Memórias e história – 150 anos da Antiga Matriz de São Miguel. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1309/memorias-e-historia-150-anos-da-antiga-matriz-de-sao-miguel. Acesso em: 12 de abril de 2024.