Um Crime... no verão! (1971)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Ficção
35 mm, cor, 90 min

Direção: Americo Pini.
Companhia produtora: Expressio Produções Cinematográficas Ltda.

Primeira exibição: Porto Alegre (RS), Imperial, 19 nov 1971, sex, 22h (pré-estreia)

 

O diretor Americo Pini morreria pouco tempo depois das filmagens, enquanto fazia a finalização de Um Crime... no verão!. A atriz principal é Márcia de Windsor (1933-1982), que ficou famosa por sempre dar nota 10 para os calouros nos programas de auditório televisivos dos quais participava. As filmagens aconteceram em Porto Alegre, Gramado e Torres. O filme obteve uma renda de Cr$ 98.737,51 com 50.094 espectadores.

Sinopse


Rogério Martins, proprietário de uma empresa de títulos e valores de Porto Alegre, vê-se vítima de um plano de extorsão idealizado por um grupo de escroques. Para isso, envenenam com as bebidas servidas numa festa familiar. No dia seguinte, Rogério, sua mulher Helena e os filhos Marcos, Mabel e Carlinhos viajam para a casa de campo e adoecem. Pelo telefone, uma voz exige um milhão de cruzeiros pelo antídoto. Helena desconfia do marido, que tem uma amante, Márcia. O dinheiro é entregue aos escroques, mas o chefe destes resolve não cumprir sua parte no acordo, matando inclusive o parceiro, Miguel, que é amigo de Rogério. A polícia, no entanto, localiza a quadrilha e o antídoto chega a tempo de salvar a família. Helena reconcilia-se com o marido.

Ficha técnica


ELENCO
Márcia de Windsor (Helena), Anibal Pardeiro (Rogério Martins),
Cesar Magno, Francisco Silva, Alvaro Pereira,
Rosana Martins, Rui Favalli Bastide, Jaime Renato Souza, Mirna Rodrigues de Mattos, Dorival Cabrera, Simone Fontoura, Maria Célia Guariglia, Alexandra dal Sasso, Oscar F. Dihel Neto,
Maria de Lourdes Anagnostopoulos, Joemy Garcia, Branca Regina Muniz, Ana Amélia Lemos, José Gomes Dias Neto, Carlalie Pontes de Almeida,
Cleber de Assis, Wanda Wicroswisk,
David Camargo (Frequentador de bar).

DIREÇÃO
Direção: Americo Pini.
Assistência de direção: Anibal Damasceno Ferreira.
Continuidade: Nilza Ramos.

ROTEIRO
Roteiro: Luiz Celso Gomes Hyarup.
Diálogos: Ivo Bender.

PRODUÇÃO
Produção: João Erico Goss, Marconi Barbosa Isolan [+ Ivanio Ribeiro, Flávio Cardoso Goidanich, Luiz Celso Gomes Hyarup.
Produção executiva: Rui Favalli Bastide.
Direção de produção: Marconi Barbosa Isolan, Ivanio Ribeiro.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Americo Pini.
Operação de câmera: Dejair Cabrera.
Assistência de câmera: Cláudio Barbosa.

Eletricista chefe: José Rodrigues Vieira.
Eletricistas: Dagoberto Valadão Lessa, Cleo Padilha Camelo.
Maquinista: Mauro Goss Correa.

Fotografia de cena: Ney Oliveira.

ARTE
Decoração: Dariano (Porto Alegre).
Contrarregragem [Produção de objetos]: João Carlos Fioravante.
Guarda-roupa: Arlinda da Silva Cañedo.
Maquiagem: Judith Cabrera.

SOM
Som direto: Ney Oliveira.
Microfonista: Avelino Rodrigues.

MÚSICA
Músicas:
• "??" (música: Erlon Chaves, letra: Cury) por Erlon Chaves, Adriana

FINALIZAÇÃO
Montagem: Americo Pini, Maria C. Barreto.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Buffet: Restaurante Lajos (Porto Alegre).
Película: Kodak Eastmancolor.
Laboratório de imagem: Líder Cine Laboratórios S.A..
Estúdio de som: Somil Som e Imagem Ltda. (Rio de Janeiro).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Expressio Produções Cinematográficas Ltda. (Porto Alegre).

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Alegre, Gramado, Torres.
Período: 1971.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 90 min
Metragem: 2.468 metros
Número de rolos:
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação: 35 mm
Formatos de exibição: 35 mm

DIVULGAÇÃO
Convite: para pré-estreia, no verso transcrição de carta de Americo Pini para Marconi Isolan. Exemplar na Coleção G. Póvoas.
Cartaz: Arte: Benicio.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 18 anos.
Distribuição: Wermar; Brasecran.
Contato: Cinemateca Brasileira.

OBSERVAÇÕES
Filme não visionado. Ficha técnica a partir de diversas fontes e Filmografia brasileira (Cinemateca Brasileira), que credita a montagem a Raimundo Higino, cf. os letreiros.
Americo Pini faleceu durante a finalização.
Renda de novembro de 1971 a dezembro de 1973: Cr$ 98.737,51 com 50.094 espectadores.

Títulos alternativos: Aconteceu no verão
Grafias alternativas: Rui F. Bastide | Djair Cabrera | Ney Oliveira e Ney R. Oliveira [Ney Rodrigues de Oliveira] | Nilza da Silva Ramos

BIBLIOGRAFIA 
Guia de filmes. Rio de Janeiro, mar-abr 1972, p.28-29, ano VI, n.38.

Exibições


• Porto Alegre (RS), Imperial, 19 nov 1971, sex, 22h (pré-estreia)

• São Paulo (SP), 5 fev 1972 (estreia)

• Rio de Janeiro (RJ), estreia entre ?? 28 fev e 30 abr 1972

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Um Crime... no verão!. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/159/um-crime-no-verao. Acesso em: 24 de abril de 2024.