A Maravilha do século (2019)

Brasil (SC)
Longa-metragem | Não ficção
cor, 88 min

Direção: Marcia Paraiso.
Companhia produtora: Plural Filmes

Primeira exibição: Florianópolis (SC), Sala de Cinema Gilberto Gerlach, do CIC Centro Integrado de Cultura / FCC Fundação Catarinense de Cultura (Av. Governador Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica), 19 mar 2019, ter, 19h30 (estreia, presença da equipe e apoio do MIS-SC Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina)
Primeira exibição RS: Santa Maria (RS), CCSH-UFSM Centro de Ciências Sociais e Humanas, parceria com a TV Ovo e o projeto Narrativas em movimento – Identidades no audiovisual, Cineclube da Boca, auditório do prédio 67, campus UFSM, 14 nov 2019, qui, 19h

 

A Maravilha do século aborda a trajetória de Giovanni Maria de Agostini, mais conhecido na historiografia catarinense como "profeta", "monge" ou "são João Maria". Filmado nos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e ainda no México, Peru, Cuba, Estados Unidos e Itália, o documentário reúne espiritualidade e materialidade – provas da passagem de Agostini pelo mundo, desde o registro de batismo na cidade de Novara, região do Piemonte, Itália, até sua lápide em um cemitério no Novo México, Estados Unidos. Batizados como "joaninos" pela antropóloga dra. Tania Welter, os relatos dos seus seguidores se entrelaçam, independente do idioma falado ou da parte do mundo.

Diversas sequências no RS em Candelária e Santa Maria, lugares onde o monge passou, deixando sua marca.

Sobre o personagem: Em 1861, o italiano Giovanni Maria de Agostini foi fotografado em Havana, Cuba, o primeiro registro fotográfico que se tem notícia sobre ele. A foto circulou pelas ruas em forma de cartão postal e foi batizada como "a maravilha do século". Um homem que tinha caminhado pelas Américas, entre desertos, florestas, sertões, guerras, revoluções.
Agostini poderia ter passado despercebido por seus feitos aventureiros de andarilho das Américas se não fosse a tradição religiosa que iniciou e que permanece até hoje. A documentarista Marcia Paraiso ouviu falar de João Maria, a forma como seus seguidores perpetuam uma memória oral que reverencia uma fé simples, distante dos dogmas da Igreja tradicional, próxima aos conhecimentos relacionadas às ervas e respeitando a natureza, fez com que ela se interessasse em contar sua história, dessa entidade tão forte e presente no universo caboclo do sul do Brasil.

Marcia Paraiso é realizadora audiovisual, trabalhando com temáticas relacionadas à cultura e arte popular, populações tradicionais e questão agrária. Dirigiu e roteirizou as séries Visceral Brasil – As veias abertas da música (2014) e Invenções da alma (2017), os longas documentários Terra cabocla (2015) e Sobre sonhos e liberdade (codireção: Francisco Colombo, 2020). Em ficção, dirigiu Lua em sagitário (2016) e a série Submersos (2020).

Sinopse


"Profeta", "monge" ou "são João Maria" é como é conhecido no sul do Brasil o italiano Giovanni Maria de Agostini, que saiu da Europa no século XIX para cruzar o continente americano, intitulando-se "eremita solitário". Por muitos lugares por onde passou deixou uma tradição de fé que resiste até os dias de hoje.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Ordem de identificação:
[quando não mencionado, idioma em português]
Marcia Paraiso,
José Maria Cabreros Sandoval (Irmandade da Santíssima Cruz de Chalpón, Motupe, Peru; em espanhol),
Ezanir Prates (Assentamento Contestado, Fraiburgo, SC),
Tânia Welter (doutora em Antropologia Social, Florianópolis, SC),
Maria de Jesus Silva Almeida (Floresta São João, Lapa, PR),
Circe Portes Good (Floresta São João, Lapa, PR),
Beatriz Portes (Floresta São João, Lapa, PR),
Inês Portes Kulka (Floresta São João, Lapa, PR),
Antonio Carlos B. Ferreira (Floresta São João, Lapa, PR),
Luiz Daniel B. Ferreira (Floresta São João, Lapa, PR),
Herman Martinez (Gallinas, Las Vegas, New Mexico, US; em espanhol),
Valmir Pasa (padre, Lebon Régis e Canoinhas, SC),
Leila Klenk (Lapa, PR),
Helio Marafiga (Morro do Campestre, Santa Maria, RS),
Luis Borin (Morro do Campestre, Santa Maria, RS),
Elisia Borin (Morro do Campestre, Santa Maria, RS),
David Thomas (pesquisador e escritor, Las Cruzes, New Mexico, US; em inglês),
Alexandre Karsburg (doutor em História, Porto Alegre, RS),
Rick Hendriks (Ph.D., historiador, State Records Center & Archives, Santa Fe, New Mexico, US; em inglês),
Franco Dessilani (professor, pesquisador, Sizzano, Lovara, IT; em italiano),
Italo Zoppis (pároco de Sizzano, Lovara, IT; em italiano),
Adolfo Frioli (pesquisador de História, Araçoiaba da Serra, SP),
Ruphina de Oliveira Leite (benzedeira tradicional, Iperó, SP),
Paulo Pinheiro Machado (doutor em História, Florianópolis, SC),
Antão Otavio dos Reis (Morro do Campestre, Santa Maria, RS),
Carlos Nunes Rodrigues (curador do Museu Aristides Carlos Rodrigues, Candelária, RS),
Pedro Gomes de Moraes (Candelária, RS),
Leonel Moraes (Candelária, RS),
João Pedro Bernardo 'Seu Joca' (pescador, Ponta das Canas, Florianópolis, SC),
Gabriel Neto (Ponta das Canas, Florianópolis, SC),
Pedro Gerson Lobo 'Pedroca' (pescador, Governador Celso Ramos, SC),
Miguel Baez (San Miguel Zoapan, MX; em espanhol)
José Apolinario Plea (Gallinas, Las Vegas, New Mexico, US; em espanhol e inglês),
Constantina da Silva Ferreira (Faxinal, Rio Azul, PR),
Antônia Ferreira (Floresta São João, Lapa, PR),
Rogério Rosa (doutor em História, Florianópolis, SC),
Vicente Telles, em memória (pesquisador da cultura cabocla e da guerra do Contestado, Irani, SC),
Noeli Palhano 'Lili' (benzedeira, Taquaruçu, Fraiburgo, SC),
Nilson Fraga (doutor em Geografia, Londrina, PR),
Célia Belli (Lebon Régis, SC).
Helena do Rosário Pacheco (Faxinal, Rio Azul, PR).

DIREÇÃO
Direção: Marcia Paraiso.

ROTEIRO
Pesquisa e roteiro: Marcia Paraiso.
Pesquisa: Leandro Cordeiro (SP, PR), Carlos Alvarez Vela (Itália), Cláudia Priebe (Candelária, RS).
Pesquisa complementar: Julia Vilhena, Linete Martins, Silvio Marchetto.
Consultoria: Alexandre Karsburg, David Thomas, Tânia Welter.
Tradução português-italiano-português: Cristiana Baldi, Claudia Baldi.

PRODUÇÃO
Produção: Marcia Paraiso.
Produção associada: David Thomas.
Produção executiva: Helio Levcovitz, Ralf Tambke.
Secretaria executiva: Fernanda Viana, Julia Vilhena.
Estagiária: Maria Tambke.
Produção local: Leandro Cordeiro (SP, PR), Carlos Alvarez Vela (Itália), Cláudia Priebe (Candelária, RS).

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Ralf Tambke, Kike Kreuger.
Assistência de câmera: Karin Rojas, Helder Martinovsky, Carlos Alvarez Vela.

SOM
Som direto: Ju Baratieri.

MÚSICA
Trilha sonora original: Luiz Gayotto.
Produção musical: Rovilson Pascoal.

ARQUIVO
Filme: Terra cabocla (Marcia Paraiso, 2015, doc).
Arquivo?: Serra dos Órgãos (RJ), Pico do Itacolomi (MG), Missões (RS).

Citações:
Fotografias: duas fotografias de Agostini.
Lápide (Mesilla, NM  US): // Don Juan Maria de Justiniani, hermitano, murío 17 abril 1869 a los 69 anos de edad – R. I. P. – 8.12.49 //
Estátua do monge Giovanni Maria de Agostini (Capela do Alto, SP): // Homenagem do povo capelense a quem profetizou o sucesso de nossa cidade. //

FINALIZAÇÃO
Montagem: Glauco Broering.

Produção de finalização: Glauco Broering, Yasser Socarrás.
Colorista: Kike Kreuger.

Edição de efeitos sonoros: João Curvello.
Edição de diálogos: Gustavo Caux.
Edição de som e mixagem: Leonardo Queyroi.

EQUIPE CineBrasilTV
Direção geral: Tereza Trautman.
Curadoria de conteúdo: Maria Rita Nepomuceno.
Analista de conteúdo: Joanna Abreu.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Estúdio de gravação da música: Parede-Meia Estúdio (São Paulo).
Acessibilidade e traduções – português-inglês-espanhol-português: CPL – Soluções em acessibilidade (Rio de Janeiro).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Plural Filmes (Florianópolis).
Financiamento (BR): Chamada Pública BRDE/FSA Arranjos Regionais 2014. Recursos públicos geridos pela ANCINE Agência Nacional do Cinema. Investimentos do FSA Fundo Setorial do Audiovisual administrados pelo BRDE Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. Proponente: Realizart Produção Audiovisual Ltda.. Valor: R$ 127.500,00.
Financiamento (BR/SC): Prêmio Catarinense de Cinema / Funcultural / FCC Fundação Catarinense de Cultura – Quatro décadas / Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte – Governo de Santa Catarina
[Produção cultural]: CineBrasilTV.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Ana Ligia Becker, Ancelmo Schorner, Alzira Prates, Archivo Histórico Universitário de Puebla (MX), Bertha Luiza Cabral, Carlos Silva, Cesar Goes, comunidades faxinais (Rio Azul, PR), comunidade Floresta São João (Lapa, PR), Elizabeth Martinez Herrera, Flávio Wiik, Gilson Maximo, Grilo Seco, Grupo Renascença Cabocla, Hugo Augusto Rodrigues, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (Gruta do Monge e Sítio Histórico da Floresta Nacional de Ipanema, SP), Igreja de Santo Antônio (matriz de Lebon Régis, SC), Isabel Troncoso, van Gapinski, Irmandade da santíssima Cruz de Chalpón de Motupe, Janira Prates, João JB Batita, Juan Villa (guia de montanha), Luciano Regalado, Maria del Pilar Pacheco, Maria Helena Reinhardt, Matakiterani Associação Cultural, Nara Hailer, Orizaba Mountain Guides / Roberto Flores Rodrigues (Oso), Prefeitura Municipal de Iperó, Prefeitura Municipal de Lebon Régis, Rafael Ferreira Costa, Recomendadores de Alma de Campo Belo do Sul, Monte Carlo e São José do Cerrito, Robert Crépeau, Rocio Salazar, Universidade Federal de Santa Catarina-Centro de Filosofia e História, Universidade Federal de Santa Maria.
Agradecemos a todos que participaram do documentário e que de forma espontânea compartilharam histórias que se mantêm na tradição oral das famílias, atravessando gerações.

FILMAGENS
Peru, em Motupe (Provincia de Lambayeque), durante procissão da Santa Cruz de Chalpón, missa solene para Santa Cruz de Chalpón, na Catedral de Motupe;
Brasil / SC, em Fraiburgo, no Assentamento Contestado; Florianópolis; Lebon Régis; Ponta das Canas; Governador Celso Ramos;
Brasil / PR, na Floresta São João, Lapa, no Dia de Santa Cruz;
Estados Unidos / New Mexico, em Gallinas, Las Vegas, no Hermit's Peak / Pico do Eremita; Mesilla, no cemitério onde está enterrado o monge; Las Cruzes, em La Cueva; Santa Fe, no State Records Center & Archives;
Brasil / RS, em Candelária, no Museu Aristides Carlos Rodrigues; em Santa Maria, no Morro ou Cerro do Campestre; Porto Alegre;
Itália, em Sizzano, Lovara, no Centro Paroquial da igreja [Archivio Parrocchiale];
Brasil / SP, em Araçoiaba da Serra, no Pico do Ipanema; em Capela do Alto;
México, San Miguel Zoapan no Pico do Orizaba;
Cuba, em La Habana.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:27:51
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela: 1.85
Formato de captação:
Formato de exibição:
Idioma: Português, espanhol, inglês, italiano.

DIVULGAÇÃO
Arte gráfica: Camila Baratieri, Marcelo Buti.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato: Plural Filmes.

OBSERVAÇÕES
Títulos alternativos: Wonder of the century
Grafias alternativas: Karim Rojas (i) e Karin Rojas (f)
Grafias alternativas (funções): Colorização

BIBLIOGRAFIA

Exibições


• Florianópolis (SC), Sala de Cinema Gilberto Gerlach, do CIC Centro Integrado de Cultura / FCC Fundação Catarinense de Cultura (Av. Governador Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica), 19 mar 2019, ter, 19h30 (estreia, presença da equipe e apoio do MIS-SC Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina)

• Florianópolis (SC), FAM 23º Florianópolis Audiovisual Mercosul [26 set-2 out]-Fora de concurso, Cineshow Beiramar Shopping, 30 set 2019, seg, 17h30

• Caçador (SC), V Semana do Contestado, Casa do Povo, 26 out 2019, sab, 19h (presença da diretora e Ralf Tambke)

• Santa Maria (RS), CCSH-UFSM Centro de Ciências Sociais e Humanas, parceria com a TV Ovo e o projeto Narrativas em movimento – Identidades no audiovisual, Cineclube da Boca, auditório do prédio 67, campus UFSM, 14 nov 2019, qui, 19h

• CineBrasilTV,
8 maio 2020, sab, 21h30
14 maio 2020, qui, 23h
17 maio 2020, dom, 14h
20 maio 2020, qua, 22h30
31 maio 2020, dom, 24h

• YouTube, disponível desde 14 dez 2021

• Florianópolis (SC), Terra, fé e liberdade – Mostra de filmes realizados nos sertões de Santa Catarina [30 jun-1º-3 jul], Sala de Cinema Gilberto Gerlach, do CIC Centro Integrado de Cultura / FCC Fundação Catarinense de Cultura (Av. Governador Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica), 2 jul 2022, sab, 20h

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
A Maravilha do século. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1753/a-maravilha-do-seculo. Acesso em: 18 de abril de 2024.