Caminhos de ferro (2010)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
cor, 83 min

Direção: Osnei de Lima.
Companhia produtora: Companhia Brasileira de Cinema

Primeira exibição: Erechim (RS), Centro Cultural 25 de Julho, 25 maio 2010, ter, 20h (avant première)

 

Caminhos de ferro é um misto de documentário e ficção, que conta a história de 100 anos das estradas de ferro construídas em Erechim. Uma série de depoimentos, concedidos em sua maioria por empresários da região, lembra o quanto a chegada do serviço ferroviário foi fundamental para alavancar negócios e unir pessoas, ao longo de todo o século XX. Inaugurado em março de 1910, o primeiro trem percorria um trajeto de 180 km, passando por diversas estações (Coxilha, Sertão, Erebango, Paiol Grande, Marcelino Ramos, etc) até finalizar o seu percurso de 12 horas. É consenso que a movimentação ajudou a impulsionar o desenvolvimento político, econômico e social da região do Alto Uruguai. Os primeiros imigrantes só puderam se estabelecer por ali graças aos trens. Além de reconstituir o passado, o filme também promove uma espécie de campanha pela retomada das linhas férreas, abandonadas com o passar do tempo. Num trecho dedicado à musica, Paulo Casarin relembra sua trajetória em bandas de Erechim, depois no Rio de Janeiro onde toca com Bixo da Seda, MPB Shell 1981 com Lulu Santos; em São Paulo com Tutti Frutti; depois com Pepeu Gomes; em 1995 com Engenheiros do Hawaii. O enredo ficcional da história é centrado na figura de Otávio, um professor de História que se dedica a pesquisar o passado da cidade.

Sinopse


Depoimentos sobre a história dos cem anos da estrada de ferro na região de Erechim.

Cartelas:
// 12 de março de 2010, 7 horas da manhã //
// Quem conviveu com a estrada de ferro, também conviveu com a música tocada naqueles tempos... //

Ficha técnica


ELENCO
Gracindo Junior (Professor Otávio),
Leonardo Pavan, Gabriela Benetti Manfredini,
alunos do Colégio São José.

IDENTIDADES
Participação especial: Enori Chiaparini.
Ordem de identificação: Ernesto Cassol, Elisa Müller, irmã Aguinetes, Cassilda Prigol, José Bevilacqua, Ana de Oliveira, Edgar Marmentini, Paulo Alfredo Polis.
The Crazy Boys: Sérgio Intkar, Naldi Dalpizzolo, Paulo Casarin.
Nôno Rech, Dirceu Benincá, Altemir Tortelli, Luís Paraboni Filho [Cotrel], Ivar Pavan, Luís Pungan [Dal Prá], Mário Cavaletti, Evandro Lamaison Correa [Inviolável], Juliano Cracioli, Ovídio José Woland, Diovane Lussani, Valdecir Badalotti, Egídio Zorzi.

DIREÇÃO
Direção: Osnei de Lima.

ROTEIRO
Roteiro: Osnei de Lima.

PRODUÇÃO
Produção executiva: Osnei de Lima.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Marcos Martinovski.

SOM
Som direto: Leonir Caldart.

MÚSICA
Trilha sonora: Paulo Casarin.
Tema musical: Anna Julia V. de Oliveira, Paulo Casarin.

ARQUIVO
Fotografias.

FINALIZAÇÃO
Edição: Osnei de Lima.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Estúdio de mixagem: Pauta Áudio Produções.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Companhia Brasileira de Cinema (Erechim).
Patrocínio oficial: Unimed Erechim.
Patrocínio especial: Tractebel Energia – GDF Suez; Assembleia Legislativa Estado do Rio Grande do Sul – Democracia e desenvolvimento; Prefeitura Municipal de Erechim; Aurora; Galpão Grill – Churrascaria, pizzaria (Chapecó e Florianópolis); Cantina Galpão; Menno; Cotrel Cooperativa Tritícola Erechim Ltda.; Graffoluz – Editora e Ind. Gráfica; Grupo Andreetta – Brita, concreto, asfalto, argamassa e pré-moldados; Perfil – Perfilados de Aço Ltda..
Patrocínio: Colégio São José; GraPol – Indústria de móveis p/ escritório e informática; RBS TV; Construtora Sanremo; Mannes; Estruturas Metálicas Riograndense; Cavaletti – Cadeiras profissionais; Voz Regional – Fazendo história com você; Cercena S.A. Industria metalúrgica; Pontual – Technology manufacturing; Inviolável; Leprechaun Pub; FETRAF-Sul / CUT; Cresol – O crédito da agricultura familiar; Grupo Ouro Verde; B&B Bernardi & Basso Ltda. – Assessoria financeira, seguros e fomento mercantil; Plaxmetal – Soluções em plástico e metal; Dal Prá – Móveis para escritório.
Apoio cultural: Cantina Giacomel; Vitrine do Automóvel; Dufloth – Marcas e patentes; Colméia Imóveis; ??; Olfar – Óleos vegetais; Mingoti; Instituto de Olhos Santa Luzia; Radisom – Clínica de diagnóstico por imagem; Kozma – Prevenção, diagnóstico e intervenção; Laboratório Pró-vida; Duo – Corretora de seguros; Vascor.

AGRADECIMENTOS
Agradecimento especial: alunos do Colégio São José, que participaram de algumas cenas do filme.
Agradecimento: Sindilojas Erechim, CDL Erechim, Bem Estar Móveis, Valdir Timm, Chicão, Inácio Benincá, Refinatto, Lojas Lorenci, Arquivo Histórico de Erechim, Altair Menegatti, Willy Stein, Cezar Caldart.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Erechim, em lugares como: Leprechaun Pub; Estação; Capoerê; Usina Hidrelétrica Itá; município de Viadutos.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:23:07 (YouTube, incluindo trailer + institucional)
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato:

OBSERVAÇÕES
Antecede a cópia disponível no YouTube o trailer de A Grande conquista, na verdade, as seguintes cartelas: // Está chegando / A Grande conquista / Um filme sobre a importância superior da Educação e o compromisso da Educação Superior. / Estreia nacional 29 de março de 2011 / Aguarde... //
E depois institucional de Unimed Erechim. Identidades: Alcides Mandelli Stumpf (presidente da Unimed Erechim).
0:00:00-0:00:49 – Trailer: A Grande conquista
0:00:50-0:03:52 – Institucional: Unimed Erechim
0:04:12-1:23:07 – Caminhos de ferro

Grafias alternativas:

BIBLIOGRAFIA

Exibições


• Erechim (RS), Centro Cultural 25 de Julho, 25 maio 2010, ter, 20h (avant première)

• YouTube, disponível desde 16 jul 2023

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Caminhos de ferro. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1797/caminhos-de-ferro. Acesso em: 22 de maio de 2024.