Furacão Elis (1985)

Brasil (SP)
Longa-metragem | Não ficção | Telefilme
cor, 71 min

Direção: Roberto de Oliveira.
Companhia produtora: TV Bandeirantes

Primeira exibição: TV Bandeirantes, 3 dez 1985, ter, 22h15-23h30

 

Ao ser lançada, a biografia Furacão Elis, da jornalista paulista Regina Echeverria, tornou-se best-seller instantâneo permanecendo meses em listas dos mais vendidos e sucessivas edições. Naquele mesmo ano de 1985 – baseado no livro – é produzido Furacão Elis, que a imprensa da época chama de documentário musical. Trata-se da reunião de materiais do precioso arquivo da TV Bandeirantes costurados com apresentação da jornalista Marília Gabriela e depoimentos gravados especialmente. Há duas entrevistas em Porto Alegre, com uma vizinha e com o comunicador Ary Rego. O documentário foi reprisado várias vezes desde então e talvez tenha sido reeditado, pois trechos de uma cópia no YouTube agrega créditos adicionais (em 1997). 

Em 2022 Roberto de Oliveira, em codireção com Jom Tob Azulay, lança seu primeiro longa para salas de cinema, o documentário Elis & Tom – Só tinha de ser com você, o registro das históricas sessões de gravação do LP de 1974, com 14 faixas, que Oliveira gravou para um especial da Band, ampliado com materiais inéditos.

Sinopse


Entre os cinco blocos aparecem as seguintes cartelas:
// a seguir: A dona do palco. "Eu divido tudo. Minhas roupas, meus amigos... Mas o meu palco, esse eu não divido". (Elis Regina) //
// a seguir: Gênio de pimenta. "Tudo igual, que nem nós todos. Amando, e nos danando porque amamos". (Elis Regina) //
// a seguir: Amigo, coisa pra se guardar. "Quando ela estava bem, felizes os que estavam ao seu lado. Elis promovia festas, encontros e delírios". (Regina Echeverria) //
// a seguir: Morte e vida Elis. "Elis era acelerada. Nesta metade de vida que viveu, ela viveu a vida inteira". (Roberto Menescal) //

// "Amo a música, acredito na melhoria do planeta, confio em que nem tudo está perdido, creio na bondade do ser humano e intuo que a loucura é fundamental". (Elis Regina – 1945-1982) //

Ficha técnica


IDENTIDADES
Arquivo: Elis Regina; Tom Jobim; Cesar Camargo Mariano; Samuel MacDowell; Milton Nascimento, Natan Marques; Rita Lee;
Montreux, 20 jul 1979: Cesar Camargo Mariano (teclados), Hélio Delmiro (guitarra), Luizão (baixo), Paulinho Braga (bateria), Chico Batera (percussão).
Ordem de identificação:
Marília Gabriela (apresentação),
Martha Harzheim (vizinha de Elis em Porto Alegre), Ary Rego (apresentador do Clube do Guri),
Tom Jobim, Nelson Motta (jornalista), Roberto Menescal (produtor), Ronaldo Bôscoli (produtor de shows), Natan Marques (músico), Rita Lee, Luiz Carlos Miele.

DIREÇÃO
Direção geral: Roberto de Oliveira.

ROTEIRO
Baseado no livro de Regina Echeverria.
Texto: Valdir Zwetsch.

PRODUÇÃO
Produção: Fernando Cerdeira.
Produção executiva: Guacira de Bello.
Coordenação: Gilberto Colzani.
Gerência de produção: José Vivaldo Reis.
Coordenação de produção: Félix Aidar.
Apoio à produção: Ruben Argolo.

Videoteca: Luiz Geraldo de Barros, Pedro Luís, Paulo Fonseca, Antonio Carlos Guido, Edson José da Costa, Francinete Inez da Silva.

FOTOGRAFIA
Operação de câmera: Márcio Minami, Sérgio Montanini, Hildebrando F. da Silva.
Iluminação: Jubel F. Guimarães.

Operação de VT: Eduardo Ricaselta, Alair S. Andrade, Paulo Shiratori, Teka Rosa, Edmilson da Veiga, Rogério F. das Neves.
Supervisão de VT: Marco A. Lucena, Carlos Gonzaga do Val.
Direção de operações: Carlos Alberto Bottini.
Sonorização: Custódio Santana.
Operação de caracteres: Márcio Moreira, Leonice Klimuck.
Edição de imagens: Iracema Marcantonio.

ARTE
Ilustrações: Gregório Gruber.

SOM
Operação de áudio: Gil Paiva.
Técnico: José Fernando Palim.

MÚSICA
Músicas (ordem de inserção):
• "Fascinação" ["Fascination"] (música: Fermo Dante Marchetti, letra em francês: Maurice de Féraudy; versão: Armando Louzada; valse chantée) por Elis Regina // áudio
• "Vida de bailarina" (Américo Seixas, Dorival Silva) por Elis Regina // Arquivo: Bandeirantes / nov 1983?
• "Boa noite amor" (José M. Abreu, Francisco Matos) por Elis Regina // MPB Especial: Elis Regina (Fernando Faro, 1973)
• "Conversando no bar" (Milton Nascimento, Fernando Brant) por Elis Regina e Quinteto de Cesar Camargo Mariano // Teatro Bandeirantes – Show de inauguração (Roberto de Oliveira, 1974; gravação: 12 ago, seg)
• "Sabiá" (Tom Jobim, Chico Buarque) por Elis Regina // 1980
• "San Vicente" (Milton Nascimento, Fernando Brant) por Elis Regina // 1978
• "O Cantador" (Dori Caymmi, Nelson Motta) por Elis Regina // áudio
• "O Guarany" (Carlos Gomes) por Elis Regina // show: Falso brilhante, 1976
• "Na Baixa do Sapateiro" (música, letra: Ary Barroso) por Elis Regina // Montreux Jazz Festival, 20 jul 1979
• "Rebento" (música, letra: Gilberto Gil) por Elis Regina // Montreux Jazz Festival, 20 jul 1979
• "Agnus sei" (João Bosco, Aldir Blanc) por Elis Regina // 1973
• "Águas de março" (música, letra: Tom Jobim) por Elis Regina e Tom Jobim // 1974
• "Vou deitar e rolar" (Baden Powell, Paulo Cesar Pinheiro) por Elis Regina // 1976
• "O que tinha de ser" (Tom Jobim, Vinicius de Moraes) + "Tatuagem" (Chico Buarque, Ruy Guerra) por Elis Regina e Cesar Camargo Mariano (piano) // 1976
• "Dois pra lá, dois pra cá" (João Bosco, Aldir Blanc) por Elis Regina e Quinteto de Cesar Camargo Mariano // Teatro Bandeirantes – Show de inauguração (Roberto de Oliveira, 1974; gravação: 12 ago, seg)
• "Caxangá" (Milton Nascimento, Fernando Brant) por Elis Regina, Milton Nascimento, Natan Marques // Milton Nascimento especial (Roberto de Oliveira, 1977)
• "Doce de pimenta" (Roberto de Carvalho, Rita Lee) por Elis Regina e Rita Lee // Elis Regina especial (Roberto de Oliveira, Suely Valente, 1979); gravações: 1978
• "Canção da América" (Milton Nascimento, Fernando Brant) por Elis Regina // áudio
• "Fé cega, faca amolada" (Milton Nascimento, Ronaldo Bastos) por Elis Regina // Montreux Jazz Festival, 20 jul 1979
• "Me deixas louca" (música, letra: Armando Manzanero; versão: Paulo Coelho) por Elis Regina // última gravação de Elis, na madrugada de 3 de dezembro de 1981; direção: Roberto de Oliveira
• "Travessia" (Milton Nascimento, Fernando Brant) por Elis Regina e Quinteto de Cesar Camargo Mariano // Teatro Bandeirantes – Show de inauguração (Roberto de Oliveira, 1974; gravação: 12 ago, seg)
• "Maria Maria" (Milton Nascimento, Fernando Brant) por Elis Regina // Montreux Jazz Festival, 20 jul 1979

ARQUIVO
Registro: Velório de Elis, em São Paulo, 20 jan 1982.
Fotografias dos pais.
Materiais identificados:
MPB Especial: Elis Regina (Fernando Faro, 1973). BR, série. Gravação: TV Cultura, 23 ago. [96 min, pb] [DVD: Trama-TV Cultura, 2004]
Teatro Bandeirantes – Show de inauguração (Roberto de Oliveira, 1974). BR, 79 min. Gravação: 12 ago, seg. Exibição: TV Bandeirandes.
Montreux (CH), Montreux Jazz Festival, Casino de Montreux, 20 jul 1979, sex.
Milton Nascimento especial (Roberto de Oliveira, 1977). BR. Exibição: TV Bandeirantes, 21 set, qua, 21h-22h30.
Elis Regina especial (Roberto de Oliveira, Suely Valente, 1979). BR. Gravação: 1978. Exibição: TV Bandeirantes, 1º jan, dom, 21h-22h.
Última gravação de Elis, na madrugada de 3 dez 1981, qui. Direção: Roberto de Oliveira.

As datas dos materiais não identificados são as que aparecem no documentário, sem especificar de quais programas são. Difícil de estabelecer os títulos e datas dos especiais de Elis na Bandeirantes (e antes na Record). Dá-se a entender que os títulos eram sempre uma variação de: Elis especial ou Especial Elis ou Elis Regina especial etc., aliás, mesmo título da série de dez especiais que fez para a Globo (jun 1971-set 1972) e de LPs (1968, 1979).

FINALIZAÇÃO
Edição: Valdir Zwetsch.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: TV Bandeirantes (São Paulo).

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Círculo do Livro; TV Cultura (São Paulo); TV Bandeirantes (Porto Alegre).

FILMAGENS
Brasil /
SP, em São Paulo, em lugares como: Teatro Bandeirantes (Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 1.411);
RS, em Porto Alegre, em lugares como: Grupo Escolar Gonçalves Dias.
Arquivo: Suíça, em Montreux, no Casino de Montreux, 20 jul 1979, sexta-feira.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:11:14 (YouTube)
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato:

OBSERVAÇÕES
Créditos adicionais de uma cópia de YouTube: // Finalização 1997. Edição final: Cássia Mello. Pós-produção: Paulo Beira. Direção de arte: Rui Amaral. Videografia: Ana Carolina H. Alvarez, Vitor Fraga M. dos Santos. Narração: Odilon Wagner. Produção: Vanilse Manosso. Direção de entretenimento: Celso Tavares. Realização: Band. //
"Fé cega, faca amolada" creditada a Milton Nascimento, Fernando Brant (sic, Ronaldo Bastos).

Grafias alternativas: Miéli

DISCOGRAFIA
Elis Regina

BIBLIOGRAFIA
ECHEVERRIA, Regina. Furacão Elis. Rio de Janeiro: Nórdica/Círculo do Livro, 1985. 363p. il. [várias edições revistas e ampliadas a partir de então, com capas, editoras e formatos diferentes]
Ver mais sobre Elis, em Bibliografias: Autobiografias, biografias, correspondência, songbook: música.

Noticiário:
Cidinha na jogada: Momentos bonitos no Furacão Elis. O Fluminense, Rio de Janeiro, 5 dez 1985, Classificados, p.12 [BN, p.22], ano CVIII, n.25.256.

Exibições


• TV Bandeirantes,
3 dez 1985, ter, 22h15-23h30
18 jan 1986, sab, 22h-23h30
25 jan 1986, sab, 22h
18 jan 1987, dom, 20h15

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Furacão Elis. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/1840/furacao-elis. Acesso em: 24 de abril de 2024.