O Cerro do Jarau (2005)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Ficção
35 mm, cor, 86 min

Direção: Beto Souza.
Companhia produtora: PedraFilme

Primeira exibição: Olinda (PE), Cine PE 9º Festival do Audiovisual [13-19 abr]-Mostra Competitiva, Teatro Guararapes no CECON-PE Centro de Convenções de Pernambuco (Av. Professor Andrade Bezerra, Salgadinho), 16 abr 2005, sab, 18h30
Primeira exibição RS: Gramado (RS), 33º Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino [15-20 ago]-Mostra Competitiva Longa-metragem Brasileiro Ficção, Palácio dos Festivais, 16 ago 2005, ter, 18h45

 

Em O Cerro do Jarau, o diretor Beto Souza se inspira em uma antiga lenda – a Salamanca do Jarau – para fazer um thriller que mistura outros gêneros cinematográficos como fantasia. Tudo começa em Quaraí, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, quando três primos pré-adolescentes (Rebeca, Bento, Martim), passando férias na região, se deparam com uma gruta tida como encantada. Na região, existe uma fileira de 11 morros de rocha, com extensão de 500 quilômetros e cerca de 200 metros de altura – o famoso monumento de pedra que dá título ao filme. Esse terreno se formou na época dos dinossauros, a partir da queda de um meteoro, e se transformou numa das mais belas paisagens gaúchas.

A magia dessa caverna tem a ver com um folclore registrado no livro Lendas do sul (1913), de João Simões Lopes Neto (1865-1916), há séculos transmitido oralmente por cristãos, árabes e índios. De acordo com a narrativa, uma princesa moura teria vindo parar no Brasil, após seu povo ter sido expulso da Espanha. Por se desentender com uma entidade sobrenatural tupi-guarani (Anhangá-Pitã), a moça é transformada numa lagartixa, chamada de Teiniaguá. Posteriormente descoberta por um jovem sacristão, ela volta à forma normal e apaixona-se pelo religioso, iniciando um romance que é condenado pela igreja. Antes que o homem seja morto, a mulher-lagartixa salva sua vida e foge com ele para o Cerro do Jarau, que se torna um local fantástico, mitológico.

O que as crianças encontram na caverna o filme não chega a mostrar, já que uma passagem de tempo faz com que eles cresçam e agora sejam vistos como adultos. Desse modo, os primos Rebeca e Bento viram namorados e também donos de um clube noturno em Porto Alegre, chamado Lechiguana. Não satisfeitos com o negócio, eles decidem vendê-lo para Correntino, um castelhano envolvido em diversas atividades criminosas. Endividados e cercados de pessoas perigosas, os dois precisam fugir novamente para o interior do estado, a fim de buscarem um recomeço, sendo acompanhados pelos vilões. O Cerro do Jarau, consequentemente, não é uma adaptação cinematográfica da história da Teiniaguá, apenas partindo dela para trilhar um caminho próprio.

Em depoimento ao Portal do Cinema Gaúcho, o cineasta Beto Souza comentou que a chave para entender a história está logo no começo do filme: "Não é algo muito explícito, mas o filme pode ser entendido como uma projeção do imaginário infantil de uma menina que entrou naquela gruta com 10 anos de idade. Embora o filme tenha uma característica realista, ele é a imaginação de uma menina que entra na gruta e se projeta vinte anos depois. Tudo pode ter sido sonho, fantasia, imaginação".

Lançado no Festival de Recife, O Cerro do Jarau ganhou três prêmios: melhor atriz (Lu Adams), ator coadjuvante (Miguel Ramos) e direção de arte (Eduardo Antunes). Quando foi exibido em Gramado, rendeu a Miguel Ramos novamente a mesma distinção. Porém, o longa recebeu fortes críticas da imprensa especializada nesse período, num desdobramento que praticamente inviabilizou a sua carreira comercial no resto do país. Souza ponderou que o principal problema foi a mescla de gêneros, uma vez que cada um deles demanda um respectivo código: "Ao misturar, nem sempre todo mundo entende. Foi uma proposta ousada, que não foi compreendida".

Na dissertação de mestrado Fronteiras híbridas nas geografias imaginárias do cinema gaúcho: o exemplo de Cerro do Jarau (2005), Mauro de Araújo Menine Jr. faz uma extensa análise acadêmica sobre o longa, destacando que a proposta hibridiza diferentes identificações e referentes culturais, históricos e sociais, sobrepondo-os na representação. Conclui dizendo que "a história em si é a aprendizagem de como sobreviver num mundo em que se deve constantemente transgredir as fronteiras, sejam quais forem, aprendendo com elas, mas sem se perder nelas, pois, nesta transgressão, há muito desse ethos contrabandista e diaspórico. Tudo é fronteira em O Cerro do Jarau".

Sinopse


Seleção de capítulos (cf. DVD): 01. A lenda. 02. A infância. 03. Lechiguana Club. 04. A Teiniaguá. 05. O mel de Lechiguana. 06. O cerro do Jarau. 07. Rebeca.

Sinopse desenvolvida:
Em Quaraí, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguay, três primos (Bento, Martim, Rebeca) brincam ao ar livre, numa região com muita natureza, bem perto de um cerro. O local é visto como um ponto maravilhoso, numa região cheia de lendas e segredos, "onde viviam os mais profundos prazeres da infância, mas também os maiores terrores". Aquele foi o último verão em que todos passaram juntos. Após Bento e Martim atormentarem Rebeca, a garota diz que irá entrar numa gruta, perguntando se os rapazes irão acompanhá-la. Ela sugere que eles têm medo de bruxas, e afirma que irá entrar de qualquer jeito, em busca de um tesouro escondido.

Após Rebeca entrar na gruta, há uma grande passagem de tempo. Agora, ela é uma mulher adulta, dona de um clube noturno, o Lechiguana. Encontra o seu primo Bento, que é também sócio no negócio e registra sua insatisfação com o empreendimento. Eles se beijam. Em seguida, chega Correntino, um senhor de meia-idade que quer comprar o clube, mas tem pendências a acertar com os vendedores, antes. Também se junta ao grupo Lola, uma jovem cantora que vai se apresentar na boate. O grupo bebe champanhe, satisfeito por estar encaminhando um acerto – sempre adiado pelo contrabandista.

Apesar do clima de romance entre Bento e Rebeca, a relação se complica porque ela é muito ciumenta, e ele paquera Lola. Bento informa que tem grandes dívidas com um elemento chamado Divina, e que isso pode lhe gerar problemas. Após Rebeca flagrar Bento aos beijos com Lola, ela foge dele. Em seguida, por conta das dívidas, Bento é sequestrado por capangas de Divina, sendo levado ao seu encontro. Bento afirma que irá honrar os seus compromissos, mas aguarda a venda do clube. É estabelecido um prazo: até o dia seguinte, para quitação dos valores devidos.

Durante a madrugada, o apartamento de Rebeca é invadido. O local é revirado por Bandiolo, agente de Correntino. Horas depois, tanto Rebeca quanto Bento decidem agir mais seriamente contra Correntino, apontando-lhe uma arma, e cobrando o montante devido pela venda do clube. O castelhano finalmente entrega os valores, e ainda precisa cumprir uma ordem de Rebeca, que decide prendê-lo dentro de um cofre – juntamente com Bento e Lola. Antes de começar uma viagem novamente até Quaraí, a protagonista leva um livro com dados sigilosos que podem comprometer Correntino, a fim de se proteger dele. Os três prisioneiros, porém, conseguem sair do cofre e vão atrás de Rebeca.

Ficha técnica


ELENCO
Lu Adams (Rebeca),
Tarcísio Filho (Bento),
Miguel Ramos (Correntino),
Tiago Real (Martim),
Roberto Birindelli (Toco),
Julia Barth (Lola),
João França (Bandiolo),
Néstor Monasterio (Divina).
Participação especial: Mariah Schmidt (Rebeca criança), Pedro Henrique Eslabão (Bento criança), Mateus Sotelo (Martim criança), Guilherme de Souza (Toco criança), Joana Barbosa Santana (menina Letícia), Débora Nidejelski (Dançarina da boleadeira).
Elenco de apoio: Alessandro Padilha da Silva, Antônio Grazzia Júnior, Carlos Branquinho, Clarissa Collares Americano do Brasil, Cristal Caetano, Elias da Rosa, Jorge Roberto do Amaral, Juliano Veloso, Natália de Assis Brasil Weber, Nicolás Monasterio, Paulo Roberto Rodrigues, Rafael Caetano Soares, Ronaldo Zirkel, Rosa Condessa.
Figuração especial: Claudinho Pereira, Gisele Gualianoni, Hélio Ferreira, Leandro Klee, Mariana Horn, Michele Caetano, Otto Guerra, Preta Pereira, Roberto Andrade.
Sombras chinesas: Cia Teatro Lumbra: Alexandre Fávero, Flávio Silveira, Roger Mothcy. Participação especial: Ana Guasque.
Dublês: Cristiano Pereira (Rebeca, no carro), Rosamaria Griebeler (Rebeca, na moto).
Figuração: Adriana Baun Neumann, Airton Júnior M. da Rosa, Alexandre Araújo Cravo, Alexandre C. Rocha, Alexandre Antunes, Alexandre Krusse da Silva, Alexandre S. da Silva, Alexsandro Palermo, Aline Cristine da Silva, Amora Marzulo, Ana Asami Suzuki, Ana Paula Meira da Rocha, André Bossler Brito, Andréa Martau, Andréia F. Ottobeli, Andréia Soares Ramos, Andressa Ferrari Schutt, Andressa Wilbert Santos, Antônio Carlos Barreto Guedes, Arthur Felipe S. Accorsi, Baby Marques, Bárbara Luiza B. Fraga, Bibiana Graeff C. Pinto, Bolivar Lauda, Bruna de Moraes Brandt, Camila Benin da Rosa, Camila K. Pereira, Carlos Antônio F. Rodrigues, Carlos Eduardo Machado, Carlos Eduardo T. Nascimento, Carlos Macedo Esparter, Carmela Nicolini, Carmine Coquin Ribeiro, Carolina Buckup, Cassiano Tizotti, Cauan Ferreira, Cirano Rodrigues Severo, Ciro Fernando Jaeger, Clarissa Moraes Brandt, Cristian Soares, Cristiane Savedra, Cristiano Amaral, Cristiano da Silva Teles, Cyrino Polett, Daniel Brondani Winter, Daniel Santos do Santos, Daniela S. Calliari, Daniele da Motta França, Danielle Salmória, Davi Mello Escobar, Davi Augusto K. Carvalho, Deise Schroeter, Diego Müller, Diego Steinert, Diogo Pereira Machado, Duda Cambeses, Eduardo Antunes, Eduardo Cunha Dolzan, Elaine Vaz, Elienara Berger Marques, Elisa Lucas, Elisa Piancotto, Emilio M. Burgos, Enelim de Almeida, Evandro Dorneles Jesus, Fabiane Cavalcanti, Fábio André Bielaski Dias, Fábio da Silva Felitti, Fábio Delfino, Felipe Boose Madvell, Felipe Grimm, Fernando Dametto, Fernando Costa Fernandes, Fernando Martini Tremarin, Fernando Sandler, Francinni Almeida, Gabriel Campana Stoll, Gabriel Reichert, Gabriela de Almeida Malafaia, Gerson Luis Capitão, Gilian Rodrigo Soares, Giuliani Cariello, Guilherme da Silva Martins, Guilherme F. da Rocha, Guilherme S. Schultz, Isabel C. Raitz, Jaqueline V. Thums, Jeandro Montiel, Jeanice Ozoris, Jéferson Ricardo Menezes, Jesus Alem Macedo Lopes, João Alberto Barbosa, João Sirhe G. Chassot, Jones C. Alves, José Carlos Correa, José Mariano Cardoso, Josiane Radde Nogueira, Kiko Cunha, Júlia G. da Cruz Soares, Juliana Dagostin, Juliano Pereira Silveira, Karen Farias Borowski, Kátia Fermino, Kátia Scheid, Laura Rabaiolli Paz, Lauro Hélio T. S. Júnior, Leonardo Bazzotti, Leonardo Burtet, Leonel Pautasso, Leticia D. Wildner, Lilian Roisenberg, Lisiane Ramos Pinto, Livia Almeida, Lucas Cardoso Ferreira, Lucas Hanke da Rosa, Luciana C. Alves, Lúcio Fernandes Pedroso, Luis Anselmo Nasi, Luis Flavio de Lacerda Vitola, Luiz Carlos Santana, Luiza Weinschenk de Faria, Marcelo da Silva Pollo, Marcelo V. C. Machado, Marcia Leticia Machado, Márcia Vilarinho, Marcos D. Weingartner, Marcos G. Lindenmayer, Marcos Vinicius Lenhart, Maria Helena Pinheiro, Maria Thereza R. Barbosa, Maria Trindade, Marinez Schreiber, Matheus Rocha da Silva, Matheus Soares Paim, Mathias Ponche Barbosa, Mauren Campos Bastos, Maurício O. Pimentel, Maximiano Conte, Michelle dos Santos Nunes, Miguel Jesus C. Guimarães, Morgana da Silva Duarte, Nauê Vargas Reali, Nilton Villar Dornelles, Paulo de Cássio S. da Silva, Pompeu de Borba Pinto, Rafael C. Cardoso, Rafael da M. França, Rafael M. dos Santos, Rafael Pinto, Rafael Soares, Raiza Antunes, Raquel de Borba Pinto, Raquel Nunes Souza, Renata P. Bohnenberger, Revson Medeiros, Ricardo Menezes da Silva, Ricardo Resende, Ricardo Weslei F. Soares, Rodolfo Krieger, Rodrigo Baleia, Sandra R. Guterres Ramos, Sibele Garroni de Andrade, Silvana Dellani Vitória, Silvana R. Bueno, Silvia Duarte Ribeiro, Silvia Letícia Bueno, Silvio Alves Reis, Solange Verruch, Solano Marcio Trindade, Suelen Jardim Amador, Thiago de S. Rodrigues, Thiago José Aires, Thiago Matheus Cavalheiro, Tiago Angelo Quequeto, Tiago Eberle, Vanessa Alves Schutt, Vanessa T. Cantarelli, Vanessa Vaz, Vinicius Lopes de Almeida.

DIREÇÃO
Direção: Beto Souza.
Primeira assistência de direção: Geraldo Borowski, Fernando Marés, Diego Müller.
Segunda assistência de direção: Gabriel Horn.
Continuidade: Diego Müller, Gabriel Horn.
Preparação de elenco: Nora Prado.

ROTEIRO
Inspirado na lenda da Salamanca do Jarau.
Roteiro: Beto Souza, Tabajara Ruas, Fernando Marés, Geraldo Borowski.
Storyboard: Cauan Ferreira.

PRODUÇÃO
Produção executiva: Marcelo Bacchin, Elias da Rosa.
Gerência de produção: Helena Collares.
Direção de produção: Leandro Klee.
Produção: Ubiratan Galarça, Leonel Pautasso.
Estagiários: Andreu Freitas, Cauan Ferreira, Cristal Caetano, Vinicius Morales Boemeke.
Produção de infraestrutura (estúdio): Leonel Pautasso.
Secretaria de produção: Débora Carelle, Helena Comicholli Teixeira.
Produção de elenco: Glaci Borges.

Platô: Kiko Cunha.
Produção de set: Ubiratan Galarça.
Assistência de set: Carlos A. Rodrigues.
Transporte: Cássio Reis, Marivete Fettotto.
Caminhões: Marcelo Toaldo.
Motoristas: Alexandre Borges da Luz, Carlos Alberto Alves Soares, Cristiano Pereira, Fabiano Torres, Fabiano Salomini Fraga, Fábio André B. Dias, Fábio A. Delfino, Ivanhoé Rocha da Silva, José Carlos Santos Silva, Mário Rafael Viana, Moisés Soares de Moraes, Roberto Almeida, Ricardo Alves Soares.

BASE PedraFilme
Gerência: Helena Collares.
Gerência administrativo financeiro: Elias da Rosa.
Contabilidade: Andrea Gravina Azevedo.
Assessoria jurídica: dr. Marco Antônio Costa Souza.
Consultoria: Diagnose Consultoria, Nexus Auditores Associados (Porto Alegre), Márcia Ruy Dias, Colmar Duarte.
Serviços gerais: Iris Miranda, Beda P. Delfino.
Boy: Everton Nunes, Roberto Rivelino de Almeida.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia e operação de câmera: Roberto Henkin.
Primeira assistência de câmera e operação de câmera adicional: Newland Silva.
Segunda assistência de câmera: Álvaro Archanjo.
Operação de steadicam: Ricardo Nunes.
Operação de video assist: Gabriel Horn, Vinicius Morales Boemeke.

Eletricista chefe: Amaral Júnior.
Assistência de elétrica: Júlio Rossi, Jorge Louzada.
Maquinista chefe: Zoreia.
Assistência de maquinaria: Eloir Rodrigues, Luis Chaves.

Fotografia de cena: Rodrigo Baleia.
Making of: Pedro Souza.

ARTE
Direção de arte: Eduardo Antunes.
Assistência de direção de arte: Bolivar Lauda.
Produção de arte: Luiz Roque.
Assistência de produção arte: Leticia Bueno.
Cenotécnica: Carlos Branquinho.
Assistência de cenografia: Leo Silva, Júlio Cesar Moraes, Robson Estácio.

Projeto cenários 3D: Daniela Jacques, Tanise Petersen.
Grafismo / grafite Lechiguana: Trampo.
Efeitos especiais armas: Cyrino Polett.

Figurino: Duda Cambeses.
Assistência de figurino: Raiza Antunes.

Maquiagem e efeitos de maquiagem: Baby Marques.
Assistência de maquiagem: Michelle Nunes.

SOM
Som direto: Thomas Dreyer.
Microfonistas: Glauco Firpo, Tiago Rosa.

MÚSICA
Direção musical: Flu.
Trilha musical: Edu K, Celau Moreyra, Flu.

Músicas:
• "Hippie-punk-rajneesh" (Heron Heinz, Carlos Gerbase) versão filme por Julia Barth (vocal), Cláudio Heinz (guitarra), Cléber Andrade (bateria), Heron Heinz (baixo), King Jim (sax) // Editora Warner Chappell Edições Musicais Ltda.
• "Hippie-punk-rajneesh" (Heron Heinz, Carlos Gerbase) versão créditos finais por Wander Widner & Sus Comancheros [CD: Paraquedas do coração]
• "Eu tenho uma camiseta escrita eu te amo" (música, letra: Wander Wildner) por Wander Wildner (vocal), Flu (baixo), Jimi Joe (guitarra), Biba Meira (bateria), Desiré Marantes (violino) // Editora Doberman (adm. por Spim Music)
• "Bolicho de linha" (Leonel Gomes) por Leonel Gomes (gaita), Miguel Tejera (violão) // Editora Vozes Comercial Fonográfica Ltda.
• "Me chama" (música, letra: Lobão) por Nelson Gonçalves // Editora original: BMG Music Publishing Brasil Ltda.
• "Cerro do Jarau" (Edu K)

ARQUIVO
Obras de arte dos artistas: Alexandre Antunes, Lia Menna Barreto, Karin Lambrecht, Vasco Prado.

FINALIZAÇÃO
Edição e montagem: Fabio Lobanowsky.

Consultoria para Final Cut: Alfredo Barros, Giovanni Maglia.
Digitalização material offline: Gilson Crippa, Lúcio Born.
Créditos: Juliano Rybarczyk, Ramon Moser, Maria Alice Machado, Rodrigo Guimarães.

Desenho de som: Cristiano Scherer.
Ruídos de sala: Celso Coelho.
Gravação e mixagem de ruídos de sala: Fernando Basso.
Edição de som: Cristiano Scherer.
Assistência de edição de som: Sanjai Cardoso.
Mixagem: Cristiano Scherer, Pedro Lima.
Assistência de mixagem (Tec Áudio): Fernando Dimenor, Sanjai Cardoso.
Técnico de print master: Pedro Lima.
Assistência de mixagem: Rodrigo Ferrante.

EQUIPE Cinema
Coordenação técnica: Gustavo Gaiarsa.
Colorista: Fernando Lui Latorre.
Assistência de telecine: Adonias Santos, Junior Xis.
Edição online: Leandro Nose Evangelista, Flávio Friedrich.
Apoio técnico: Thiago Cabral, Uillian Mendes.

EQUIPE Labo Cine
Atendimento: José Rubens Hirsch, Ronaldo Camara, Alice Camargo.
SAC: Jane Magalhães, Roberta Savedra.
Operação Smoke HD: Marcelo Paraná.
Supervisão transfer: Marcelo Costa.
Marcação de luz: Fabio Souza.
Coordenação de projetos: Silvia Ramos.
Coordenação de laboratório: Carlos Bequet.
Revisão de saída: Luiz Ricardo Duarte.
Montagem [de negativo]: Angela Bifaro e equipe.

EQUIPE Teleimage
Coordenação de operações: Myrna Malanconi.
Telecine offline: Luan Montmart.
Supervisão de laboratório: José Augusto De Blasiis.
Revelação: Francisco G. Pereira, Aparecido Lopes, Antonio Firmino dos Santos, Emerson R. da Silva.
Manutenção: Reinaldo Piagerini.

EQUIPE Estúdios Mega
Coordenação: Ricardo Rozzino.
Atendimento: Cristina Villar.
Assistência de atendimento: Claudia Villar.
Pauta de áudio: Selma Melo.

EQUIPE Megacolor
Coordenação: Cacá de Carvalho.
Coordenação de pauta: Rosangela Amorim.
Supervisão de copiagem: Wilson Regis.
Transcrição de som: Milan & Agnes.

EQUIPE Cinecolor Brasil
Coordenação: Silvio Porto.
Atendimento: Vilma Dias.
Consultor Dolby: Carlos Klachquin.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Câmera: Cameflex Cinematográfica.
Steadicam: VR Produções (Porto Alegre).
Luz e maquinaria: Vídeo Luz.
Apoio sombras chinesas: DC Navegantes (Porto Alegre).
Alimentação: Via Fettuccine (Porto Alegre).

Estúdio de gravação da música: Deff Reclame (Porto Alegre).
Estúdio de edição de som: Som de Cinema (Porto Alegre).
Estúdios de mixagem: Tec Áudio (Porto Alegre); Estúdios Mega (São Paulo).

Créditos: Dr. Smith! (Porto Alegre).
Edição em pós-produção: PedraFilme (Porto Alegre).
Revelações: Casablanca.
Telecinagem: Teleimage (São Paulo).
Finalização: Labo Cine; Cinema Revelações e Copiagem.
Print: Estúdios Mega (São Paulo).
Negativo ótico: Megacolor (São Paulo); Cinecolor Brasil.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: PedraFilme (Porto Alegre).
Captação de recursos: através das seguintes leis:
LIC-RS Lei de Incentivo à Cultura Lei nº 10.846/96 / SEDAC Secretaria de Estado da Cultura – Cultura 50 anos fazendo arte / Governo do Rio Grande do Sul – Estado que trabalha unido. Patrocínio: CEEE.
Lei do Audiovisual Lei nº 8.685/93 / ANCINE Agência Nacional do Cinema / MinC Ministério da Cultura. Patrocínio: COPESUL Companhia Petroquímica do Sul; Banco Santander; Petroquímica Triunfo; Banrisul Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. – O banco que une os gaúchos, 2002 (R$ 50 mil); Ipiranga.
Apoio: RBS TV (Porto Alegre); Dolby Digital.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: DC Shopping / sr. Cristiano Renner, Prefeitura Municipal de Sant'Ana do Livramento, sr. Guilherme Bassedas Costa, Prefeitura Municipal de Quaraí, sr. Carlos Silveira Gadret, sr. João Carlos Vieira Gediel, Comando Militar do Sul, general Sérgio Luiz Vaz da Silva, 7º Regimento de Cavalaria Mecanizada, tenente coronel Marcelo Muniz Costa, major Cássio Grilli, 5º Regimento de Cavalaria Mecanizada, tenente coronel Iram Neves de Aguiar e Sousa, Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar / 11º Batalhão, tenente coronel Carlos Antonio Ferreira, Manhatan Phartenon Hotel, Garibaldi Hotéis, Dopping Jeans, Para-Raio, Paquetá, Cristófoli, Casa do Peão, Skia, Duaction, Marion Velasco, Pablo Müller, Jacqueline Aquino, Adriana Regina Gomes Silva, Tiago Rosa, Jairo Davi Bampi, Jacqueline M. Bampi, dr. Tarso da Cunha Lopes Virmond, Ana Célia Lacava Raab, Artur José Pinto, Jaime Antunes, Paróquia Nossa Senhora da Saúde, Beto Ramos.
Agradecimentos especiais: Germano Rigotto (governador PMDB-RS 2003-2006), Alberto Oliveira (chefe da Casa Civil), Roque Jacoby (secretário de estado da Cultura), Victor Hugo (diretor geral Secretaria de Estado da Cultura), dr. Luiz Fernando Cirne Lima, Brites Jaques, dr. Carlos Alberto Martins Bastos, Ari Piegas, Esdras Cardoso Rubim, Jaime Nistron, João e Zeca Barbosa, Luiz Carlos Santana.

Dedicatória: Dedicado a todos os punks que faziam yoga, todos os hippies que lutavam box, todos os rajneeshs que gostavam de azul, todos os marxistas que acreditavam em Deus e à Teiniaguá encantada.

FILMAGENS
Brasil / RS, em
Porto Alegre, em lugares como: Shopping DC Navegantes; Cais do Porto;
Sant'Ana do Livramento, nas fazendas Guabiju e Cerro;
Quaraí, na Fazenda Estância da Furna / Cerro do Jarau.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:26:02 (DVD)
Metragem:
Número de rolos:
Som: Dolby Digital 2.0
Imagem: cor
Proporção de tela:
Película:
Formato de captação:
Formato de exibição: 35 mm
Tiragem (DVD): Não consta.
Tiragem (DVD duplo): Não consta.
Legendas (DVD): English.

DIVULGAÇÃO
Técnico de informática: Leonardo Freitas.
Site: Felipe Rangrab, Eduardo Antunes, Diego Antunes, Márcio Bordim, Marcelo Bacchin.
Site: Armazém Digital.
Publicidade: República das Ideias
Assessoria de imprensa: Amora Marzulo, Mariana Horn.
Divulgação (cf. contracapa do DVD): Mariangela Grando.
Trailer: www.youtube.com/watch?v=S2QOj6l98SM

PREMIAÇÃO
• Cine PE 9º Festival do Audiovisual 2005: melhor atriz (Adams) + ator coadjuvante (Ramos) + direção de arte.
• 3º Prêmio José Lewgoy do Cinema Gaúcho 2006 [aos melhores de 2005], promoção: IECINE Instituto Estadual de Cinema do RS-SEDAC Secretaria de Estado da Cultura-Governo do Rio Grande do Sul; cerimônia: Porto Alegre, Cinemateca Paulo Amorim-Sala Paulo Amorim, 29 mar 2005, qua, 19h: melhor atriz (Adams) + ator (Ramos).

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 14 anos.
DVD: Distribuição: Europa Filmes D5651, jan 2009.
DVD duplo: Distribuição: Europa Filmes D5651, 2009. DVD 01: Filme. DVD 02: Extras.
Contato

EXTRAS DVD 02
• Versão MP4.
Making of com depoimentos: Cerro do Jarau – Making of. Identidades: Miguel Ramos (ator), Beto Souza (diretor), Mariah Schmidt (atriz), Roberto Henkin (diretor de fotografia), Wander Wildner (músico), Lu Adams (atriz), Eduardo Antunes (direção de arte), Fabio Lobanowsky (montador). Operação de câmera: Pedro Souza. Edição: Fabio Lobanowsky. Duração: 06:18.
Curta-metragem: 2075 d.C. (1997). Argumento e direção: Beto Souza. Assistência de direção: Gabriel Rubim, Geraldo Borowski. Roteiro: Tabajara Ruas, Beto Souza. Elenco: Wander Wildner (Capitão América), Jimi Joe (Sequestrador), Renato Del Campão (Cientista), Allan Sieber, Marco Sorio (Capangas), Thais Nazareth, Flávia Morais, Fernanda Médici (Mulheres), Alemão Guazelli (Motorista), Otto Guerra (Guarda), Guilherme de Souza (Criança). Participação especial: Ronald Biggs (Observador TV). Produção executiva: Rose Sobucki. Direção de produção: Vera Lúcia Senott. Assistência de produção: Antônio Albuquerque, Mariana Horn, Vicente Vaccaro. Produção de elenco: Márcia Belloc. Direção de fotografia: Alex Sernambi. Operação de câmera: Newland Silva. Assistência de câmera: Alexandre Rocha, Francisco Alemão Ribeiro. Eletricistas: Sandro Gonçalves, Beto Ramos. Assistência de elétrica: Fabiano Mesquita, Cleber Gonçalves. Making of e imagens Ronald Biggs: Gabriel Rubim. Direção de arte: Rogério Nazari. Figurino: Denise Garcia. Maquiagem: Eduardo Kraemer. Som direto: Cleber Neutzling. Assistência de som direto: Jeferson Martins. Direção musical: Ricardo Severo (Macchina). Música tema: Jimi Joe, Wander Wildner. Narração e música incidental: Glênio Fagundes. Efeitos sonoros abertura: Jean Presser. Arquivo: Documentário: Vasco Prado (Beto Souza). Fotografia: Fernando Vanelli. Roteiro: Francisco Ribeiro. / Clipe: DeFalla: Screw you Susie Doll. Fotografia: Alex Sernambi. Montagem: Gustavo Fernandez. Edição: Beto Souza, Luciana Lima, Wanderlei Martins. Agradecimentos: El Gordo, CEEE, 9º BPM, Trensurb, Enilson George, Cid e Moreira, Roberto Henkin, Transrezende, Casa Rosada, Marlene Dutra, Barber Shop, Leandro Klee, Beatriz Limberger, Belchior Demode, Rudder Segurança, Fernanda Chemale, Jandira Garcia, Eduardo do Canto, Paulo Roberto Leandro, Governo do Estado RS. Agradecimentos especiais: Renato Souza, Maria do Brasil, Paulo Renato, Maria Tereza, Maria da Graça, Marcelo, Marco Antônio. Dedicatória: A todos os punks que faziam yoga, a todos os marxistas que acreditavam em Deus e pro Guilherme. Apoio: Fabro Imagens Digitais; Prisma Produções; RBS Vídeo RS; Espaço de Trabalho; Quanta Porto Alegre; Casablanca Finish; Versus; IECINE; Prates e Oliveira; Eficacce; Cisne Branco; Fundação Belmont. Companhia produtora: Scuderia Filmes (Porto Alegre). Duração: 10:18.
Curta-metragem: A Morte no Ed. Império. Direção: Beto Souza. Assistência de direção: Marta Biavaschi. Roteiro: Eber Marzulo, Beto Souza. Elenco: Flávia Morais, Pedro Santos, Ivan Pinheiro Machado (pintura). Participação especial: Amora Marzulo. Narração: Edu K, Julia Barth. Direção de produção: Bibi Iankilevich. Produção: Claudia Dreyer. Assistência de produção: Alexandre Pinho, Mauricio Farias. Direção de fotografia: Roberto Henkin. Assistência de câmera: Francisco Alemão Ribeiro, Sergio Sobucki. Eletricista: Estevan Santos. Fotografia de cena: Ana Pompermayer. Boneco: Zau Figueiredo. Figurino: Denise Garcia. Direção musical: Yuri Veiga. Animação: Christian Kucma, Beto Souza. Montagem: Beto Souza, Jorge Mario. Luz: Quanta Porto Alegre. Agradecimentos: Vídeo Produções, Ipanema FM, Otto Desenhos Animados, Zeppelin, N. D. M. S. / UFRGS, Cais do Porto, Pop Som, Cine Imperial, In Vídeo, Museu de Porto Alegre, SMOV, Ferrasul, IECINE, EPAHC, Gedurb, Ricardo Baptista, Joaquim Felizardo, Luis Augusto Fischer, Maturino Luz, Leandro Klee, Leão Knijnik, Jane Knijnik, Rosinha Kotek, Eduardo Haesbaert, Marta Campos, Tadeu Vedana, Danilo e Vera, Marcos Iankilevich, Sarah Iankilevich, Sergio Giacomelli, Mauro Borba. Agradecimentos especiais: Mafalda Verissimo, Adriana Guimarães, Renato Souza, Maria do Brasil, Luiza Kliemann, Luciana Tomasi, Roberto Pesavento, Sandra Pesavento. Bibliografia citada: A Porto Alegre de Erico, de Josué Guimarães; Os Ratos, de Dionelyo Machado; Viagem ao Rio Grande do Sul, de August Saint-Hilaire; RGS, a terra, o homem e o trabalho, de Souza Brandão. Financiamento: Projeto Porto 220. Realização: Secretaria Municipal da Cultura-Prefeitura de Porto Alegre. Apoio cultural: Sul Pampa; Versus; RBS Vídeo; Trinta Segundos; Lugar Comum. Companhia produtora: Prisma Produções (Porto Alegre). Duração: 10:41. Observação: Versão de 1993 tem duração de 18 min (35 mm). Edição: Jorge Mario.
A lenda segundo Colmar Duarte. Identidades: Colmar Duarte (escritor). Duração: 00:52; pb.
A lenda segundo Diva Simões. Identidades: Diva Simões (folclorista). Duração: 02:25; pb.
Comentários do diretor: Cerro do Jarau – Comentário do diretor. Identidades: Beto Souza (diretor). Operação de câmera: Pedro Souza. Edição: Fabio Lobanowsky. Duração: 03:56.

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // Todos os direitos reservados a PedraFilme Imagens Ltda. / Porto Alegre, 2005. //

Títulos alternativos: Cerro do Jarau (capa, lombada e contracapa do DVD)
Grafias alternativas: Roberto Birindelli (i) e Roberto Beridelli (f) | Mariah Schimidt | Joana Barbosa Santana e Joanna Barbosa Santana | Geraldo Borowski e Geraldo Borowsky | Bolivar A. Lauda e Bolivar Lauda | Diego Muller e Diego Goulart Müller | Carlos B. Klachquin | Cacá Carvalho | Helena Collares e Helena Collares Poester | Amaral e Luis Carlos Amaral Júnior | Zoreia e Luis Carlos Dutra 'Zoreia' | Carlão, Carlos F. Branquinho 'Carlão' e Carlos Franciscatti Branquinho | Cia Teatro Lumbra e Teatro Lumbra | Baby Marques e Adriana B. Marques 'Baby' | Michelle Nunes e Michele Nunes | Heron | Gerbase | Dr. Smith! e Dr. Smith | Jorge Lousada | Luis Eugênio [= Luis Chaves] | Bira Galarça | Josué Carlos da Cunha | Celau Moreira | Luis Roque | Cyrino Pereira Polett | Alemão Francisco | Fernando B. Dametto | sr. Antônio Brittes Jacques | Cine Color do Brasil e Cinecolor do Brasil | Fernando di Menor | Andréa Martau Ferreira
Grafias alternativas (funções): Produção de platô e Direção de platô | Fotógrafo still | Artista de ruído de sala | Estúdio de gravação da trilha sonora

BIBLIOGRAFIA
MENINE JÚNIOR, Mauro de Araújo. Fronteiras híbridas nas geografias imaginárias do cinema gaúcho: o exemplo de Cerro do Jarau (2005), de Beto Souza. Porto Alegre: UFRGS Universidade Federal do Rio Grande do Sul-FABICO Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação-Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, 2010. 144f. Orientação: Miriam de Souza Rossini. [dissertação de mestrado]
[https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/25130]

Noticiário:
https://gauchazh.clicrbs.com.br/comportamento/noticia/2020/01/o-que-pontos-turisticos-do-cerro-do-jarau-revelam-sobre-o-passado-dos-gauchos-ck62j9i5v0d4e01mvfu94peam.html
https://gauchazh.clicrbs.com.br/comportamento/noticia/2020/01/da-lenda-da-salamanca-do-jarau-a-simoes-lopes-neto-as-historias-consagradas-do-famoso-cerro-em-quarai-ck62iu21p0f7c01qd68k6pvyj.html
https://gauchazh.clicrbs.com.br/comportamento/noticia/2020/01/veio-do-espaco-voce-sabe-como-se-formou-o-cerro-do-jarau-famoso-por-lenda-e-da-era-dos-dinossauros-ck62i88t10d3c01mvyy8i7nsr.html

Exibições


EXIBIÇÕES
• Olinda (PE), Cine PE 9º Festival do Audiovisual [13-19 abr]-Mostra Competitiva, Teatro Guararapes no CECON-PE Centro de Convenções de Pernambuco (Av. Professor Andrade Bezerra, Salgadinho), 16 abr 2005, sab, 18h30

• Gramado (RS), 33º Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino [15-20 ago]-Mostra Competitiva Longa-metragem Brasileiro Ficção, Palácio dos Festivais, 16 ago 2005, ter, 18h45 + 17 ago, qua, 10h

• Porto Alegre (RS), 2º Festival de Verão do RS de Cinema Internacional [9-16 fev]-Sessão de Abertura, Praça da Matriz, ao ar livre, 9 fev 2006, qui, 20h30 (presença do diretor e elenco)

Lançamento comercial:

• Porto Alegre (RS), Unibanco Arteplex Bourbon Shopping Country,
?? mar 2006 (estreia)
Sala 8, 17-23 mar 2006, sex-qui, 13h30, 15h30, 1h30, 19h30, 21h30

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
O Cerro do Jarau. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/390/o-cerro-do-jarau. Acesso em: 19 de julho de 2024.