Tchê Barbaridade: Ao vivo em Porto Alegre (2006)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Registro de espetáculo musical
DVD, cor, 102 min

Direção: Edson Erdmann.
Companhia produtora: Histórias Incríveis; ACIT Comercial e Fonográfica Ltda.

Em 1987, surge em Porto Alegre o grupo musical Tchê Barbaridade, que ganha popularidade em 1990 a partir do lançamento do primeiro disco, O Tchê Barbaridade é assim, com destaque para ''Tchê, olha o Ricardão'', que entra na renomada coletânea do Galpão Crioulo, produzido pela RBS TV. Ao longo das mais de três décadas de carreira, marcadas por 27 discos gravados, quatro Discos de Ouro e mais de 200 composições registradas, o Tchê Barbaridade é um dos grupos de maior sucesso do sul do Brasil.

Tendo como marca registrada a alegria, jovialidade e suingue, a banda é reconhecida por popularizar, através de suas composições, a Tchê Music, estilo que incorpora elementos  de diferentes estados do Brasil como o pagode, samba, sertanejo e entre outros, com ritmos musicais comuns do Rio Grande do Sul como o vanerão e xote. Em 2 de julho de 2006, a banda lança seu primeiro DVD, Tchê Barbaridade: Ao vivo em Porto Alegre, com distribuição de ACIT e Galpão Crioulo Discos e com direção de Edson Erdmann. Pode ser considerado uma retrospectiva do CD Ao vivo (2000). Os músicos que compõem o grupo, Marcelo do Tchê, Zé Leandro, Pablo Costa, Edson Machado, Ronaldo Petiço, Kinho Noms, Valtair Tremea Cavalo e Paulo Feijó se apresentam para um público de 40 mil pessoas no Anfiteatro Pôr do Sol, local de espetáculos a céu aberto em Porto Alegre. O DVD inicia com imagens de bastidores de shows, entrevistas com figuras importantes para o desenvolvimento do DVD, bastidores e imagens de fãs. O músico Valtair Tremea Cavalo abre a apresentação com um solo de guitarra do "Hino Rio-Grandense", animando a plateia que canta a composição com orgulho.

Dispostos em um grande palco, os membros são iluminados por diversos refletores coloridos, em que apresentam 21 grandes sucessos do grupo e alguns temas inéditos, entre eles ''Choram as rosas'', primeira música de trabalho que emplacou em cheio nas rádios do país. Diversas câmeras filmam o espetáculo a partir de diferentes ângulos, desde grandes planos gerais até planos detalhes dos instrumentos utilizados pelos membros do grupo. A montagem conta com uma alternância de planos constante, proporcionando um ritmo movimentado ao produto final, se assemelhando a animação presente no show.

Com as participações especiais do grupo musical de pagode vindo de São Paulo, Karametade, a dupla Enzo e Rodrigo Munari, do ballet do Tablado Andaluz e das backing vocals Tatiana e Simone Marcello, o DVD traz vários extras (making-of, trajetória, depoimentos, ensaios, montagem de palco, bastidores) que retratam um pouco da história do Tchê Barbaridade. Se encaminhando para o final do espetáculo, papéis picados dourados caem no palco, fogos de artifício são disparados e a banda apresenta a canção "Moça fandangueira". Bandeiras do Rio Grande do Sul são expostas no palco e o grupo se une abraçados em uma linha horizontal, encerrando o show com agradecimentos ao público presente.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Tchê Barbaridade:
Marcelo do Tchê (voz),
Zé Leandro (voz),
Pablo Costa (voz),
Edson Machado (gaita),
Ronaldo Petiço (percussão, gaita ponto),
Kinho Noms (teclado, gaita),
Valtair Tremea Cavalo (guitarra),
Paulo Feijó (baixo),
Marlon Castilhos (bateria).
Músicos e artistas convidados:
Simone Marcello, Tatiana Marcello (backing vocals).
Sopros: Ari Miguel Vier (trompete), Fabio Isaías Griebeler (trompete), Fernando Schönell (sax), Wilson Sulzbach (sax), Luís Carlos Kirsten (sax).
Tablado Andaluz: Andrea Franco (bailarina), Pedro Fernandez (cajón), Robinson Gamarra (castanholas) (faixa 11).
Enzo Munari, Rodrigo Munari (faixa 19).
Karametade: Márcio, Mury, Pepê, Wagninho (faixa 22).

DIREÇÃO
Direção: Edson Erdmann.
Assistência de direção: Wagner da Rosa.
Depoimentos dados à: Letícia Vieira Braga.

PRODUÇÃO
Produção de vídeo: Heron Domingues.
Direção executiva e marketing: Paulinho Bombassaro.
Direção geral ACIT: Ivete Campagna.

EQUIPE Tchê Barbaridade
Produção executiva: Vladimir Sander Lescano.
Produção: Fernando Werlang, Pablo Salmeri.
Assistência de produção: Clademir Santos da Silva, Daniel Bauer, José Antonio dos Santos Ramos.

SHOW
Técnico de PA: André Colling.
Técnico de monitor: Gelson Pedroso / Tchê Barbaridade.
Assistência de monitor: Edis Luiz Azevedo da Silva / Tchê Barbaridade.
Equipe som: Alexandro Luiz da Silva, Delciro, Costa, Moisés Schavambach, Paulo Geovane Prestes.
Equipe de iluminação: André Batista, Diego 'Boy', Edinho, Jorge Eduardo Finn, Pedro Gonçalves, Silvio Gonçalves.
Equipe Ireos Pro: Marco dos Anjos, Ernandes da Silva Santos, Doriel Gonçalves de Oliveira.
Projeção: Delvis Bittencourt de Souza, Anderson Gonçalves, Rodrigo Londero, Fabrício Neves, Rodrigo Vargas, Cauê Motta Pires, Rogerio Lima Dias.
Riggers: Iliseo Oliveira Lucrécio, Valdemar César, Anderson 'Sensível', Fernando, Leonardo, Luciano, Mancha, Poti.
Pirotecnia: Luiz Américo da Fonseca, Maria Cristina da Fonseca.
Geradoristas: Alcides Fiabane, Anastácio Pujol, Rubenz Vaz.
Guindastes: Aurino, Davi, Heraldo, Nadio, Rogério.
Transporte: Ademir Aguierre Paulino, Mário Rubens Menezes, Valter.
Ambulância: Isabel Cristina da Silva, Robson Luís Dias Silva, Vladimir Gomes.
Roadies: Ademir Miranda 'Kainan' / Tchê Barbaridade, Natanael Fagundes / Tchê Barbaridade.

Backstage:
Recepção: Ângela Menezes Patrício, Elisabete Covatti Ferraz, Shanna Léa Bombassaro.
Camarim: Carmen Mezzari, Sônia Maria Silva Lima, Valesca Lopes de Souza Estanislau, Vanessa da Rosa Miranda.

EQUIPE Histórias Incríveis Produção Audiovisual & EQUIPE RBS TV
Produção: Valéria Chalegre.
Gerência de operações: Norton Marcon.

FOTOGRAFIA
Operação de câmera: Antônio Pederneira, Carlos Silva, Dalmir Pinto, Everton Chrisóstomo, Ibanez Silva, Luís André Pinto, Ronaldo Almeida.
Eletricistas: Marco Costa, Paulo Andrade.

Fotografia de cena: Fernanda Chemale, Heron Domingues, Equipe Tchê Barbaridade.

SUÍTE DE PRODUÇÃO
Coordenação de operações: André Armani, Anselmo Silva, José Linck, Valdir Vargas, Voltaire Vargas.
Coordenação de externa: Hugo Lunardi.
Direção de imagem: Alexander Bubols.
Técnicos: Osmi Rhoden, Paulo Renato Silva.
Auxiliares técnicos: Davi Frutuoso, Paulo Sérgio Silva.
Operação de VT: Lindolfo Muller.
Operação de vídeo: Antonio Vladimir.
Técnicos de áudio: Daniel Lopes, Rogério Fabrício.

ARTE
Cenografia: Mauro Monteiro.
Equipe de cenografia: Luiz Carlos Moreira, Natanael Moreira.
Assistência de cenografia: Cristiano da Silva Teixeira, Nelson Pedroso, Alexandre Ferrão.

Maquiagem e cabelo: Viviane Fática, Elvis Severo.

SOM
Direção de áudio: Edison Campagna.
Técnicos de gravação: Eduardo Ganso Borges, Paulo Simões.
Auxiliares de gravação: Alexsander Freitas, Marcelo Moura, Thiago Freitas.

MÚSICA
Faixas:
Show dia:
01. "A Maioridade" (música, letra: PH Castanheira)
02. "Hino Rio-Grandense" (música: Joaquim José Mendanha, letra: Francisco Pinto da Fontoura)
03. "Na palma da mão" (música, letra: Marcelo do Tchê)
04. "Me chama no fole" (música, letra: Marcelo do Tchê; vanera)
05. "Vanera do povão" (Marcelo do Tchê, Dionísio Costa)
06. "Lá vem o Tchê!" (música, letra: Marcelo do Tchê)
07. "O Que tiver que vir virá" (Augusto César, César Augusto)
Show noite:
08. "A Gaita do Belizário" (Santo Valdir Silveira, Carlos Silveira)
09. "Bica que bica" (música, letra: Kinho Noms)
10. "Vida de gaúcho" (Marcelo do Tchê, João Luiz Corrêa, Dionísio Costa)
11. "Não sei dançar" (música, letra: Marcelo do Tchê; chamamé)
12. "Apaixonado" (Marcelo do Tchê, Kinho Noms)
13. "Ausência" (música, letra: Marcelo do Tchê; milonga)
14. "É sábado o dia" (música, letra: Marcelo do Tchê)
15. "Vai, vai no balanço do Tchê" (Marcelo do Tchê, Kinho Noms)
16. "Os Ginetes do Brasil" (Marcelo do Tchê, Dionísio Costa)
17. "Na levada do brega" (Chimbinha, Jurandir)
18. "Nas flores do jardim" (Marcelo do Tchê, Dionísio Costa)
19. "Você virou saudade" (música, letra: Pinochio)
20. "Pancada de vanera" (Marcelo do Tchê, Dionísio Costa)
21. "Na batucada do Tchê" (música, letra: Marcelo do Tchê)
22. "Minha nêga" (Kinho Noms, Marcelo do Tchê, adaptação da obra Jeitosa e faceira, de Renã e Lelê; vanerão)
23. "Fusca do Tchê" (Jader Schmitt, Marlon Borba, Edson Machado)
24. Medley: "Ao som de um gaitaço" (Marcelo do Tchê, Kinho Noms) + "De a cavalo" (música, letra: Kinho Noms) + "O Rio Grande me criou" (Walther Morais, Marcelo do Tchê, Volmir Dutra)
25. "Choram as rosas" ["Lloran las rosas"] (música, letra: Alfredo Matheus; versão: Joquinha)
26. Medley: "Casório do Batista" (música, letra: Tio Bilia) + "Bate o pé no vanerão" (Edson Machado, Marcelo do Tchê; vanerão)
27. "Moça fandangueira" (música, letra: Marcelo do Tchê; vanera)

Editoras:
Direto: faixa 01.
Domínio público: faixa 02.
Warner Chappell / BMG Music Publishing / Sony Music: faixa 07.
ACIT / Direto: faixas 10, 24 "O Rio Grande me criou".
ACIT: faixas 12-15, 24 "Ao som de um gaitaço" + "De a cavalo", 27.
Direto / ACIT: faixa 16.
Warner Chappell: faixa 17.
Peermusic do Brasil: faixa 19.
Universal Publishing: faixa 25.
Copa Music: faixa 26 "Casório do Batista".

Músicos de sopros: artistas gentilmente cedidos pela gravadora USA Discos.

EXTRAS
Making of. Realização: Fernando Nipper, Leonardo Aguiar, Wagner da Rosa. Sinopse: Primeiro ensaio. Segundo ensaio. Montagem do palco. Ensaio geral. Mixagem 5.1. Bastidores. Duração: 31:25.
Bonus. Sinopse: Na Rádio Farroupilha. Passeio por Porto Alegre. As três gaitas do Tchê. Duração: 09:51.
Galeria de fotos. Show dia [03:00] + Show noite [07:21] + Making of [02:19] + Ensaio [03:31] + Trajetória [03:07].
Depoimentos. Identidades: A banda, Paulinho Bombassaro, Edson Erdmann. Duração: 22:35.

FINALIZAÇÃO
Video design e edição (RJ): Fernando Nipper.
Edição (RS): Max Laux.
Mixagem: Eduardo Ganso Borges.
Autoração: Fernando Nipper / Histórias Incríveis.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Marlon Castilhos usa baquetas As??.
Pós-produção: Histórias Incríveis.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Histórias Incríveis.
Produção fonográfica: ACIT Comercial e Fonográfica Ltda. (Caxias do Sul).

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Arte Nova / Paulão, Brasfogos, Couro Art, CPS Lonas e Estruturas / Clodomar Silveira, Nei Pinho, Drumond Eventos / sr. Drumond, Erva Mate Ximango, Estética Mirage, Sandra Boni, Feecargo / Fernando, Fest In Telão / Delvis Souza, Rouber Segurança / Luís César de Souza Lima, Tchê & Bis Estúdios / Jerônimo Costa, Toalete Banheiros Químicos, Zero DB Sonorização e Imagem, Fiabane Geradores / Alcides Fiabane, Global Guindastes, Hotel de Trânsito do Clube Farrapos, Karametade / Labú (manager), Lug Phill / Gonzaga, Marksom, Máster Palco / Toco, Mega Palco / Mauro, New Agency, Pakto Camisaria / Jean e Lia Gaspareto, Prisma Iluminação, Pro Vida Remoções, RBS, Recanto Musical, Restaurante Primavera, Antonio Sadi Pereira & família.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Alegre, gravado ao vivo no Anfiteatro Pôr do Sol, 2 de julho de 2006, domingo.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:42:14 = 1:39:48 (show) + 02:26 [créditos]
Som: Dolby Digital 2.0 / Dolby Digital 5.1
Imagem: cor
Proporção de tela: 1.33
Formato de captação:
Formato de exibição: DVD
Tiragem (DVD): AA7000 + AB?000 + AC?000 + AD?000 + AE1000.

DIVULGAÇÃO
Design gráfico: Letícia Lampert.
www.tchebarbaridade.com.br

PREMIAÇÃO
• 16º Prêmio Açorianos de Música / Secretaria Municipal da Cultura / Prefeitura de Porto Alegre, 2006: indicação a melhor DVD.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
DVD: Distribuição: Galpão Crioulo Discos, ACIT 94036070. Autoração: 10 out 2006. Extras. Inclui encarte 4p..
Disponível em CD, com 17 faixas.
Contato: Tchê Barbaridade: R. Bernardino Silveira Amorim, 639, Porto Alegre RS 91140-410 / 51 3364 2129 / pcb@tchebarbaridade.com.br.

OBSERVAÇÕES
Complementação aos créditos: Encarte do DVD com autoria e editoras das músicas + ficha técnica.
Grafias alternativas: Edson Machado 'Bob' | Paulo César Jardim Feijó | Marcos Kichalowski Noms 'Kinho' e Marcos Noms | Ronaldo Bichara da Rosa 'Petiço' | Valtair Tremêa 'Cavalo' | Eduardo Borges 'Ganso' | André Colling 'Silvinho' | Pablo 'Spider' Salmeri | Pedro Gonçalves 'Pedrão' | Marcelo Noms [= Marcelo do Tchê] | Jorge Eduardo Fin | Dionísio C. da Costa
Grafias alternativas (funções): Back vocal's | Geradores

DISCOGRAFIA
Tchê Barbaridade

BIBLIOGRAFIA

Exibições


• YouTube, disponível, sem créditos finais

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Tchê Barbaridade: Ao vivo em Porto Alegre. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/442/tche-barbaridade-ao-vivo-em-porto-alegre. Acesso em: 22 de maio de 2024.