Ainda orangotangos (2007)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Ficção
35 mm, cor, 80 min

Direção: Gustavo Spolidoro.
Companhia produtora: Clube Silêncio

Primeira exibição: Porto Alegre (RS), CineEsquemaNovo [25 jun-1º jul]-Mostra da Meia-noite 3, Sala P. F. Gastal, 28 jun 2007, qui, 24h (foi divulgado um filme fictício – Senda de vitórias – porém, as cerca de 50 pessoas que compareceram à sessão assistiram, pela primeira vez, publicamente, ao filme)

 

O longa-metragem de estreia de Gustavo Spolidoro foi rodado em um único plano-sequência, ou seja, sem cortes e sem interrupção da atuação do elenco. Primeiro longa-metragem feito no Brasil com este dispositivo, Ainda orangotangos é como uma sequência de curtas-metragens em fluxo contínuo cuja lógica conectora não é instaurada por uma narrativa aglutinadora, mas sim por dois elementos distintos e constantes: o personagem de um garoto vestido com a camisa do Sport Club Internacional, que surge a todo momento pontuando trechos do longa, e a própria câmera que capta imagens registrando a ação, testemunhando o acontecimento cinematográfico em 81 minutos ininterruptos. Porém, por criatividade e engenharia de produção, esta uma hora e vinte e um minutos de projeção refletem um tempo diegético de 14 horas. Portanto, mesmo que Ainda orangotangos não tenha cortes em sua realização, ele é em si um longa cheio de cortes simbólicos, estéticos e narrativos, repleto de saltos no espaço-tempo que sequenciam histórias curtas com tramas e ritmos diversos, sem medo de se dedicar a certos personagens para, depois, esquecê-los em nome de novas figuras e histórias.

Nesse sentido, a sequência de abertura é emblemática do todo que pende à fragmentação: no Trensurb, que atende a região metropolitana da capital gaúcha, um japonês acorda ao lado de sua namorada (ou esposa), que segue dormindo sem despertar. Ele se desespera sem saber o que está acontecendo, mas, ao chegar ao ponto final do trajeto, desce do trem deixando-a para trás. A mulher é como que esquecida, justamente como acontecerá com as histórias e os personagens que a câmera colocará em cena, deixando-os de lado ao longo da narrativa. A câmera testemunha sua ação por alguns minutos, mas logo se interessa por novas histórias e novos personagens, desvinculando-se dos anteriores sem cerimônia. Assim, Spolidoro ecoa as relações líquidas do mundo contemporâneo observadas por Zygmunt Bauman. Para isso, o roteiro escrito pelo cineasta em parceria com Gibran Dipp, com base na obra original de Paulo Scott, varia entre dramas e comédias, suspense psicológico e ensaio experimental, alternando-se entre o espaço aberto das ruas e praças e o confinamento de ônibus e apartamentos, variando entre a brutal realidade e o exasperante pesadelo sem se fixar a nada, pois tudo é fluxo.

Para realizar o projeto, a equipe de realizadores apostou em planejamento, cujo rigor leva em consideração a mudança da luz do dia, a multiplicidade de atuações, a geografia dos espaços físicos (metrô, ônibus, carro, ruas, parque, mercado, apartamentos, casas) e das dimensões existenciais (realidade e sonho, consciência e inconsciência, vivacidade e torpor). Foram gravados seis takes (tomadas), um por dia. O escolhido foi o segundo, rodado em 8 de dezembro de 2006. Participam do elenco 44 pessoas, incluindo os destacados atores Artur José Pinto, Janaina Kremer, Renata de Lélis, Arlete Cunha, Heinz Limaverde ou o músico Arthur de Faria. Outras 53 pessoas integram o elenco de apoio. A primeira exibição ocorreu no CineEsquemaNovo, na Mostra da Meia-noite, na Sala P. F. Gastal, em 28 junho de 2007 – ainda que a sessão anunciada tenha sido para um filme intitulado Senda de vitórias. Porém, naquela noite, cerca de 50 pessoas assistiram, pela primeira vez, ao filme de Spolidoro. Ainda orangotangos também teve exibições no 9º Festival do Rio, em 2007, na 31ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, no mesmo ano, no International Film Festival Rotterdam e no 10º Buenos Aires Festival Internacional de Cine Independiente, ambos em 2008. O longa foi escolhido o melhor filme do 12º Milano Film Festival, em 2008, Roberto Salerno de Oliveira ganhou o prêmio de melhor ator no 12º Encuentro Latinoamericano de Cine de Lima, também em 2008, e no mesmo ano obteve o Prêmio Luiz César Cozzatti – Destaque Gaúcho, oferecido pela ACCIRS Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul.

Sinopse


No Trensurb que atende a região metropolitana da capital gaúcha, um japonês acorda ao lado de sua esposa ou namorada, que segue dormindo sem despertar. Ele se desespera sem saber o que está acontecendo, mas, ao chegar ao ponto final do trajeto, desce do trem deixando-a para trás. No Mercado Público, ele parece pedir ajuda ou brigar com pessoas no local, incluindo um homem vestido de Papai Noel, até encontrar um garoto vestido com a camisa do Sport Club Internacional. O garoto descobre que o homem é vendedor de relógios, compra um relógio e segue adiante, saindo do Mercado. Ele entra em um ônibus e conversa com Loira Assanhada, que o conhece de vista, e com Morena Teórica, a namorada dela. Ambas conversam sobre o uso do termo "tri" e a relação disso com o futebol brasileiro, com o futebol gaúcho e sobre como os papas João Paulo II e Bento XVI influenciam a dupla Grenal. No ônibus, elas encontram o homem vestido de Papai Noel, que parece estar bêbado. Enquanto Morena Teórica briga com ele, Loira Assanhada desce do ônibus e entra em um prédio, onde vai trabalhar. Em um apartamento vazio, uma mulher nua sofre um surto psíquico, sentindo-se confinada, solitária e perseguida ao mesmo tempo. No auge da dor exasperante, ela acorda de seu pesadelo encontrando em sua frente um dos personagens de seu sonho ruim. Leva-o para fora do apartamento, depositando-o no corredor do prédio onde encontra um casal bêbado formado por um homem mais velho, Brasa, e por uma garota tatuada. Eles estão chegando de uma noitada alcoólica. A festa do casal continua no apartamento. De cueca e calcinha, eles bebem perfume e dançam "Morte por tesão", clássico de Júpiter Maçã e Nei Van Soria tocada por Damn Laser Vampires. Neste momento, a garota desmaia nos braços de Brasa. O homem a coloca na cama, inconsciente, e deita-se com ela. Ao acordar, ela segue inconsciente (ou morta). Brasa deixa o local. Na rua, ele encontra Loira Assanhada, que lhe pede um cigarro. Loira encontra novamente o menino colorado que comprou o relógio do japonês. O guri entra no mercadinho da calçada e tenta comprar fiado, mas não consegue. Na rua, um senhor passa e é abordado por um escritor em início de carreira, o qual não conhece. Insistente, o escritor quer assinar um contrato e ter seu livro publicado. Outro homem passa e convida o idoso para participar de uma festa de 15 anos. Professor de canto da debutante, o homem interrompe a festa dizendo a todos que desvirginou a moça. Família e amigos fogem quando ele ameaça explodir o local com uma granada. A garota cai em seus braços, aos beijos, e foge com ele em um carro conversível vermelho que estava sendo guardado pelo menino colorado.

Ficha técnica


ELENCO
Karina Kazuê (Japonesa), Lindon Shimizu (Japonês), Artur José Pinto (Papai Noel), Kayodê Silva (Garoto colorado), Janaina Kremer (Morena teórica), Renata de Lélis (Loira assanhada), Nilsson Asp (Seu Pedro), Arlete Cunha (Ruiva pesadelo), Letícia Bertagna (Garota tatuada), Roberto Salerno de Oliveira (Brasa), Marcelo de Paula (Caixa mercadinho), Girley Paes (Velhinho), Heinz Limaverde (Escritor orangotango), Rafa Sieg (Professor de canto), Juliana Spolidoro (Debutante),
Mariza Melo Spolidoro (Locução no metrô), João Batista Gross (Pescador), Alvides Puerari (Homem assustado), Marco Fontoura (Porteiro mercado), Pedro Henrique Veiga (Menino do elevador), Nathália Lobato (Filha da ruiva), Sheena Tramp (Vendedor de churrasquinho), Áurea Baptista, Lívia Dávalos (Fofoqueiras), Charlie Severo (Pai da debutante), Sandra Possani (Mãe da debutante), Vanise Carneiro (Evangélica), Lisandro Bellotto (Padrinho da debutante), Fabrício Caloghero (Jovem evangélico), Cristiano Ziegler (Namorado evangélico), Silvio Alves Reis (Evangélico voador), Gustavo Picasso, Joana Preto, Luciano Preto, Leonardo Preto (Crianças),
Arthur de Faria (Gaiteiro no metrô e mercado / Vocalista na festa), Marcão Acosta (Violinista no metrô e mercado / Guitarrista e vocalista na festa), Giovany Coelho (Baixista no metrô e festa / Bombista no mercado), Sérgio Karam (Queñista e saxofonista no mercado e festa), Julio Cesar Rizzo (Zampoñero e trombonista no mercado e festa), Luke Faro (Baterista na festa).
Presenças mais que afetivas: Júlio Andrade, Patrícia Dias Goulart, Aimée Goulart Spolidoro.
Elenco de apoio: Alba Brum, Aldeniz Meneghetti, Amanda Pedrasani, Ana Rodrigues, Bruna Pereira, Carolina Kern, Caroline Martins, Cristian Jessé Oliveira, Daniela Conti, Danilo Reis, Eduarda Dubina, Eduardo Hertmann, Eduardo Preto, Eva Almeida, Eva Freitas, Gabriela Mancini, Genê de Bona, Getúlio Dimer, Glacis Souza, Iara Silva, Iurqui da Rocha, Ivonice Vieira, José Iraí Martins e Silva, Julia Santos, Laerte Cardoso, Laura Toscani, Letícia Zeilmann, Lindsay Gianoukas, Luciana Gransotto, Luciana Mancini, Luciano Wagner, Luiz Roque, Márcio Dias, Márcio Westphalen, Mariana Lied, Marilise Bastos, Matheus da Silva, Michele Zaltron, Monica Pereira, Nicole Carneiro, Paulo André Carneiro, Rafael Tellitu, Raissa Toniel, Renata Mombach, Rita Faustini, Rodrigo Shalako, Stefano Machado, Thiago de Mello, Tito Ravalha, Vanderlei Santos, Vanessa Santos, Vivian Furtado, Viviani Stock.
Motorista carro de cena: Alexandre Cardoso da Silva.

DIREÇÃO
Direção: Gustavo Spolidoro.
Primeira assistência de direção: Janaína Fischer.
Segunda assistência de direção: Vicente Moreno.
Apoio direção: Vinicius Cruxen.

ROTEIRO
Baseado na obra original de Paulo Scott.
Roteiro: Gibran Dipp, Gustavo Spolidoro.
Pitacos tri-especiais: Olavo Amaral.
Folclorismo conjunto: Os Clubistas Silenciosos, Cristiane Oliveira, Janaína Fischer e Vicente Moreno, o elenco, a equipe, os filmes e diretores que sempre inspiram ideias, Paulo Scott, Giba Assis Brasil (Teoria do Papa colorado), a cidade de Porto Alegre e seus habitantes.

PRODUÇÃO
Produção: Cristiane Oliveira, Fabiano de Souza, Gilson Vargas, Gustavo Spolidoro, Milton do Prado.
Produção executiva: Camila Groch, Jaqueline Beltrame.
Assistência de produção executiva: Gustavo Curti.
Direção de produção: Camila Groch.
Assistência de produção: Guilherme Menegotto, Marcelo Baieski Tchaca.
Apoio de produção na filmagem: Aline Lacerda Gomes, Aline Mascarelo Dorst, Ana Albornoz, Bibiana Bosak, Bruna Miguel, Carla Pfeifer, Debora Machado, Diego Martins, Fernanda Stumpf, Gabriela Amadori, Guilherme Keenan, Lucas Thompson, Maurício Bisol.
Produção de base: Karen Campos.
Apoio base de produção: Bruno Polidoro.
Produção de elenco: Nadya Mendes, Sheila Amaral.
Produção de unidades: Beto Picasso, Bianca Loretto.
Criador e adestrador de pombos correio: Raul Ivens de Leão.
Apoio efeito pombos: Eduardo Marchant.

Platô: Aline Rizzotto.
Alimentação: Adriana Mercanti / Alimenset Eventos (Porto Alegre).
Transporte produção e elenco: Carlos Garcia de Oliveira, Cristiano Seabra, Erasmo Garcia, Fábio Cognato, Hilton Barbachamp Fernandes, Marcelo Baieski Tchaca.
Transporte som: Marne Pereira, Nilson Barbosa.
Transporte elétrica: Rogério Kubiachi Seidler.
Transporte arte: Alexandre Cardoso da Silva.
Transporte figurino: Nilton Freitas.

Assessoria jurídica: Patrícia Dias Goulart.
Assessoria contábil: Guilherme Araújo, Valesca Gattini Araújo.

BASE Clube Silêncio
Sócios: Fabiano de Souza, Gilson Vargas, Gustavo Spolidoro, Milton do Prado.
Coordenação: Cristiane Oliveira.
Assistência de coordenação: Janaína Costa, Marina Volpatto, Halina Agapejev.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia e operação de câmera: Juliano Lopes.

Eletricista chefe: Beto Ramos.
Assistência de elétrica: Flávio Pinheiro de Souza, Marcos Alexandre da Silva, Anderson Dias.
Maquinista: Mauricio Leite.

Fotografia de cena: Luciane Seligman.

ARTE
Direção de arte: Luiz Roque.
Assistência de arte: William Valduga.
Produção de arte e cenografia: Rita Faustini.
Produção de objetos: Leticia Bueno.
Apoio arte e cenografia: Edison Rodrigues.
Apoio arte e objetos: Sabrina Alves.
Contrarregragem: Emerson Figueiredo, Anderson Silva 'Caco'.
Cenotécnica: Carlão.
Equipe cenotécnica: Eduardo Teixeira, Jakson Fagundes, Roque Uaique.

Grafites título e caveira: Trampo.
Assistência grafites: Woshoops.

Figurino: Claudia Velasco.
Assistência de figurino: Fabiane Alves.
Camareira: Gisele Carloi da Rosa.

Maquiagem e cabelo: Baby Marques.
Assistência de maquiagem e cabelo: Déby Marques, Michelle Nunes.

SOM
Som direto: Cristiano Scherer.
Som direto – ambientes: Sanjai Cardoso.
Assistência de som direto: Gabriela Bervian.
Microfonista: Guilherme Algarve.

MÚSICA
Concepção musical: Gustavo Spolidoro.
Músicos convidados: Arthur de Faria & Seu Conjunto, Damn Laser Vampires.
Técnicos de gravação de música da festa: Fernando Dimenor, Glauco Minossi, Rodrigo Rheinheimer.
Coordenação de gravação de músicas no set: Marcelo Corsetti.
Assistência de gravação de músicas no set: Rafael Pacheco.

Músicas:
• "Milonga da ajuda" (Arthur de Faria) por Arthur de Faria & Seu Conjunto
• "Amigo punk" (Frank Jorge, Marcelo Birck) por Arthur de Faria & Seu Conjunto com Gilson Vargas nos vocais // Editora: Warner Chappell Edições Musicais Ltda. [créditos iniciais]
• "Los Perros ladran y la caravana todavía no pasa" (Arthur de Faria) por Arthur de Faria & Seu Conjunto
• "O Véio Máximo" (Lucas Pocamacha) por Superguidis // Gravadora: Veraz Comunicação Ltda.
• "Ultraseven no Uta 67" // Direitos: Tsuburaya Productions Co., Ltd – Japan / Representante: A Sato Co., Ltd. – Brasil
• "Pieces" (Fergs, Cris Selbach) por A Red So Deep
• "Graveyard polka" (Ronaldo Selistre) por Damn Laser Vampires
• "1 minuto para as 6 am" (Murilo Biff) por Justine
• "Morte por tesão" (Júpiter Maçã, Nei Van Soria) por Damn Laser Vampires
• "Shoobidahbidoobah, Porto Alegre é meu lar" (Carlos Eduardo Miranda) por Damn Laser Vampires
• "Soltaram!" (música: Gabriel Guedes) por Pata de Elefante
• "Sai capeta, que Jesus vai te pegar" (Arthur de Faria, Marcão Acosta) por Arthur de Faria & Seu Conjunto
• "Branquinha" (Arthur de Faria) por Arthur de Faria & Seu Conjunto
• "Polka punk" (Arthur de Faria, Sérgio Karam; inspirada na letra de "Festa punk" de Carlos Gerbase) por Arthur de Faria & Seu Conjunto
• "House of the flying bottles" (Ronaldo Selistre, Francis K.) por Damn Laser Vampires
• "Meu amor" (Yanto Laitano) por Bili Rubina
Não creditada: "Celeiro de ases" ["Hino do Sport Cub Internacional"] (música, letra: Nelson Silva; marcha-hino) assobiada por Nilsson Asp

FINALIZAÇÃO
Finalização (Porto Alegre): Alfredo Barros.
Finalização (São Paulo): Francisco Mosquera.

Colorista: Marcio Pasqualino.

Desenho de som: Cristiano Scherer.
Ruídos de sala: Cristiano Scherer.
Assistência de ruídos de sala: Fernando Dametto.
Gravação de ruídos de sala: Fernando Dimenor.
Edição de diálogos e efeitos: Cristiano Scherer.
Edição de ambientes e efeitos: Sanjai Cardoso.
Mixagem: Cristiano Scherer.
Assistência de mixagem: Fernando Dimenor.
Consultor Dolby: Carlos Klachquin.

EQUIPE Link Digital
Atendimento: Denise Miller, Jaciara Guerreiro.
Pauta: Bianca Lopes.
Supervisão técnica: Aarão Marins.
Coordenação de finalização: João Paulo Reis, Cris Nabte.
Estação Fire: Cláudio Iorio, Rogério Boechat, Alvino Dias.
Transfer tape to film: Ricardo Zimelewicz.

Chefe de laboratório: José Nilton / Casablanca.

EQUIPE Labo Cine
Atendimento: Silvia Rabello, Ronaldo Camara.
Chefe laboratório: Carlos Bequet, Rafael Gouveia.
Marcação de luz: Fabio Souza.
Montagem [de negativo]: Angela Bifaro e equipe

Transcrição ótica: Fernando Alberto Villela / Rob Filmes.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Câmera: Panasonic HVX 200. Armazenamento: HD externo (100GB).
Câmera e acessórios: Firma Filmes (Porto Alegre); Thiago Tambelli, Eduardo Izquierdo.
Luz e maquinaria: Apema Porto Alegre Locação de Equipamentos de Produção Cinematográfica.
Equipamento de som: KO Cinema / Romeu Quinto / Bié Gomes.
Som direto gravado em 8 pistas: CANTAR X AATON.
Estúdio de edição: KO Cinema.
Estúdio de gravação das músicas "Amigo punk" e "Bolivianos", dublagens, ruídos de sala e mixagem: Tec Áudio (Porto Alegre). Técnico de gravação e mixagem: Fernando Dimenor
Estúdio de gravação das músicas "Shoobidahbidoobah, Porto Alegre é meu lar" e "Morte por tesão": Music Box Estúdio. Gravação e mixagem: Alexandre Birck.
Estúdio de mixagem (cf. folder): Álamo (São Paulo).
Estúdio de finalização de imagem: Link Digital (Rio de Janeiro).
Correção de cor: HD Cinema.
Revelação: Casablanca Rio (Rio de Janeiro).
Copiagem: Labo Cine.
Negativo de som: Rob Filmes (Rio de Janeiro).

Seguro equipamento e equipe: AHC Seguros para Entretenimento (Curitiba).
Segurança: D'Santana Segurança.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Clube Silêncio (Porto Alegre).
Financiamento (BR): Este filme foi realizado com recursos do Edital de Produção de Obras Cinematográficas Inéditas, de Longa-metragem, do gênero de ficção, de baixo orçamento de 2005.
Captação de recursos: através da Lei do Audiovisual Lei nº 8.685/93 / ANCINE Agência Nacional do Cinema / SAv Secretaria do Audiovisual / MinC Ministério da Cultura / Governo Federal – Brasil – Um país de todos.
Patrocínio: BR Petrobras.
Apoio tri-especial: Prefeitura Municipal de Porto Alegre / José Fogaça (prefeito); SMC Secretaria Municipal da Cultura; SMIC Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio; Companhia Carris Porto-Alegrense; TRENSURB Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A.; EPTC Empresa Pública de Transporte e Circulação; Mercado Público de Porto Alegre; Núcleo de Áudio e Vídeo ESPM; NEEJACP Núcleo Estadual de Ensino de Jovens Adultos e Cultura Popular Darcy Vargas.
Parceiros pra lá de baguais: Açougue San Remo; Algert / Cooperativa de Geração de Trabalho Ltda.; Ana Fagundes; Ana Luiza Silva Kokot; Antônio Lorenzi; Área Azul; ASCOMEPC Associação do Mercado Público de Porto Alegre; Banca Bandeira; Bar Naval; capitão José Adriano Felippetto; Carlos Alberto Redmer; Carlos Eduardo Oliveira da Silveira; Carlos Moacir Arcare; Casa de Carnes Pellenz e Pozzebon; CCVF / Bernardo de Souza, Marcus Mello e equipe; Celso Pereira Santos e equipe; Cinara Marques; COMUI Conselho Municipal do Idoso de Porto Alegre; CPC 9º Batalhão de Polícia Militar; Espaço SEBRAE-RS no Mercado Público de Porto Alegre; Estapar / Daniel de Almeida; Fábio Verçoza; Flávio Antonio Pereira da Silva e equipe; Fortunato Garcia Machado; Francisco Assis Santos Nunes; Gabriel Bofill Vanoni; Gilberto Simon; Gres Engenharia e Serviços / Jesus Antônio Ferreira dos Santos; Guilherme Coutinho e equipe PCA Centro; Hana Noka; Hélio Dilberto Flores Mendes; Ivone Dias de Mello; João Batista Xavier da Costa e equipe; João Luis Bertini da Silva; Juan Oliveiras; Luzia Marques Lindenbaum; Mamma Julia Massas e Pastéis / Gilberto Esteves; Márcio Ramos; Marco Antônio Oliveira da Silveira; Marco Antônio Pessoa Santana; Marco Antônio Pinto e equipe; Maria Christina Pinto e equipe; Mercado Doce São Francisco; Pastelaria Nova Vida; Patrícia Scossi; Peixaria Japesca; Peixaria Collor; Peixaria Du Porto; Programa de Eficiência Energética da CEEE Distribuição; Rafael Marasciulo Rocha; Ramirez e Margareth / plantão EPTC Empresa Pública de Transporte e Circulação; Reação – Segurança e Vigilância Ltda.; Regis Leal; Restaurante da Bolsa / Alexandre Novo; Sandra Caldas Treptow e equipe; Santander Cultural / Cine Santander Cultural; secretário da Cultura de Porto Alegre Sergius Gonzaga e equipe; Sergio Ely e equipe; sargento Floreano; soldados Munhoz e Eraldo; TECCINE-PUCRS; UAMPA União das Associações de Moradores de Porto Alegre; Vera Quintana
Parceiros comerciais: Nicu's Bar e Restaurante; Padaria Casa do Pão; Posto Nafta; Republic Café; Restaurante Via Imperatore; Nelson Cópias; Styllo Academia.

AGRADECIMENTOS
Valeu mesmo, tchê!: Mariza Melo Spolidoro, Gilberto Spolidoro, Patrícia Dias Goulart, Luís Augusto Fischer, Rene Goya Filho, Lídio Ferreira Nunes e família, Casa de Cinema de Porto Alegre / Nora Goulart, Ana Luiza Azevedo e Laura De Castro,
Agência de Atores Contexto, Agência de Modelos Brasil Modelos, Agência de Modelos Guri & Guria, Agência de Modelos L'Agence Imagem, Agência Elenco, Agência Ford, Agência Elite Models, Agência Haddar, Agência People, Agência W, Aletéia Selonk, Alex Vírginio, Aline Matias, Anny Baggiotto, Augusto Biglia, Banca JM Jorge Mário, Beatriz Daudt Fischer, Bureau de Cinema e Vídeo / Anderson e Fernando Rozzo, Carlos Eduardo Miranda, Carlos Gerbase, Carlos Grubber, Carmem Lucia Aguirre, Comércio de Móveis Vargas, Cometa Design, Conselho Administrativo Edifício Ada, Consulado Geral do Japão, Daiane Senger Franceschini, Daniel Ce, Davi de Oliveira Pinheiro, Dolcce Spazio, Dr. Augusto Nacul, Drama Filmes / Bianca Villar, Renato Ciasca e Beto Brant, Eduardo Lopes Fortes, Eduardo Nunes e Ana Beatriz, Egon Ruy Alsher, Enzo Medeiros da Silva, Escola de Atores, Escola de Samba Embaixadores do Ritmo, Espaço Unibanco São Paulo / José Jailson de Lima, Família Bueno, Família Munçone Dipp, Família Spolidoro, Família Valduga, Farm Hone / Marino Vingert, Fernanda Riscali, Flávio Cariri, Flávio Santos e Carô Veiga, Galeão Espanhol, Gilberto Miranda, Giovanni Maglia / Soma Info, Glaci Borges, Glauco Porciúncula, Impacto Signs, Ines Aisengart, Ivana Verle, Joel Lopes, Juarez Pavelack, Lavanderia 5àsec, Lavanderia Golfinhos, Lucca Medeiros da Silva, Lya Bueno Borowski, major Torrano, Marcia Nascimento, Marcus Daruy, Mariluci Zancan e Gabriela Koza, Mercado Juca / Juca, Dioner e equipe, Metade do Preço, Mirian Francieli Ávila de Carvalho, Moinhos Presentes, Multicar Veículos, Nilson Fell, Patrocínio Móveis, Peralta Aquários, professor Jacaré, R4 Arquitetura + Design, Paula Krause, Rafa Dutra / Start Vídeo e Transmissão, Regentag, Restaurante Paradiso / sr. Marcos, Rosângela Cortinhas, Ruy Oliveira e família, Sandra Alves, SATED-RS, Severina – Aluguel de roupas para festa, Sidnei Aparecido Pereira e Tina Costi, Sirius Artigos Esotéricos, Sótão Bar, Tainá Müller, Tecnocosturas, Telmo Lanes, Templo Positivista / sr. Osmar, Tiago Tambelli, Tio Tony, Unibanco Arteplex Porto Alegre / Carla Novo e Adhemar Oliveira, Vera Lopes, Vini Nora.
Aos usuários e funcionários do Trensurb e Carris.
Aos comerciantes e consumidores do Mercado Público de Porto Alegre.
Aos condôminos e moradores do Edifício Ada.
Aos consumidores e funcionários do Mercado Juca.
Aos estudantes e funcionários do NEEJACP Darcy Vargas.
Aos que ajudaram a descobrir a câmera e os processos de finalização.
À cidade de Porto Alegre, seus habitantes, suas idiossincrasias, seu brilho.

Dedicatória: Para Aimée. Para Maria Clara.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Alegre, começa no Trensurb na estação Mercado; passa pelo Mercado Público; entra em um ônibus; Edifício Ada na Av. Venâncio Aires em um dos 120 apartamentos; Parque Farroupilha; ...
Foram gravados seis takes (tomadas), um por dia, e o escolhido foi o segundo, rodado em 8 de dezembro de 2006.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:20:22
Metragem:
Número de rolos:
Som: Dolby Digital / 2.0 / 5.1
Imagem: cor
Proporção de tela: 1.85
Formato de captação: HD
Formato de exibição: 35 mm
Legendas (DVD): Español, english.

DIVULGAÇÃO
Assessoria de imprensa: Sarah Goulart.
Suporte informática: Marcos Lang.
Design do site e material gráfico: Fabio Zimbres.
Programação do site: Lenara Verle.
Edição de vídeos site: Gabriela Bervian.
Folder: 2 dobras, 6p. Sinopse, concepção do diretor, curiosidades, ficha técnica, fotografias.
Adesivos: 2 modelos diferentes.
www.clubesilencio.com.br
www.aindaorangotangos.com

PREMIAÇÃO
• ELCINE 12º Encuentro Latinoamericano de Cine de Lima 2008: mejor actor (Oliveira por Ainda orangotangos e Cão sem dono) + mejor ópera prima [primeira obra].
• 12. Milano Film Festival 2008: melhor filme.
• 6º Prêmio ACIE de Cinema / Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil 2008: indicação: direção de fotografia.
• 2º Prêmio ACCIRS Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul 2008: Prêmio Luiz César Cozzatti – Destaque Gaúcho.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 14 anos.
Distribuição: Pandora Filmes.
DVD: Distribuição: Rainer Cine. Autoração: 22 nov 2017. Inclui extras + encarte 4p., com textos de G. Spolidoro, Fabiano de Souza e José Carlos Avellar + curiosidades + sobre a trilha musical. Cf. encarte: "O DVD do filme demorou 10 anos para ficar pronto, um recorde, sendo lançado tanto em comemoração ao aniversário, quanto como um protesto contra a frieza do streaming dos dias atuais".
Contato: Rainer Cine; spolidoro.gustavo@gmail.com

EXTRAS DVD
Faixa comentada (a partir da câmera do diretor): Vozes: Gustavo Spolidoro, Juliano Lopes, Janaína Fischer, Renata de Lélis. Duração: 1:23:24.
Making of: Making of Ainda orangotangos. Direção: Eduardo Wannmacher. Sinopse (letreiros): 1 plano sequência. / 180 pessoas: equipe & elenco. / 2 meses de ensaios. / "Amigo punk". / 15 km por Porto Alegre. / 120 apartamentos. / 400 moradores. / 20 assistentes / para mínimos detalhes. / "Morte por tesão". / Colorado! / Adaptação de 6 contos. / 6 takes, 1 por dia. / Ensaio. / Take 2 valeu! / Ainda orangotangos. / 14 horas de um dia / em 81 minutos. / Manipulação do tempo. / Nenhum corte. / [inclui os créditos do filme]. Identidades: Gustavo Spolidoro (diretor), Cristiano Scherer (desenhista de som), Arthur de Faria (músico), Karina Kazuê (atriz), Lindon Shimizu (ator), Kayodê Silva (ator), Janaina Kremer (atriz), Artur José Pinto (ator), Nilsson Asp (ator), Diego Martins (apoio de produção), Renata de Lélis (atriz), Pedro Henrique (ator), Luiz Roque (diretor de arte), Arlete Cunha (atriz), Letícia Bertagna (atriz), Roberto Salerno de Oliveira (ator), Camila Groch (produtora executiva, diretora de produção), Heinz Limaverde (ator), Girley Paes (ator), Rafa Sieg (ator). Operação de câmera: Glauco Firpo, Eduardo Wannmacher. Edição: Rafael Rodrigues. Finalização: Lúcio Born. Porto Alegre, junho de 2008. Companhia produtora: Firma Filmes (Porto Alegre); Low Filmes (Porto Alegre). Duração: 11:39. Disponível no YouTube, desde 21 ago 2008.
Trailer. Duração: 02:09.
• Além do trailer para os cinemas, Ainda orangotangos teve também cinco chamadas para a TV e web, todas bem diferentes entre si: TV-web trailer 01: Sobre homens e macacos. / TV-web trailer 02: House of the flying bottles. / TV-web trailer 03: Quer ver de novo? / TV-web trailer 04: A verdadeira origem do tri. / TV-web trailer 05: Meu amor. Duração total: 03:45.
Músicas: "Amigo punk" [01:37] / "Morte por tesão" [02:49] / "Polka punk" [01:38].

OBSERVAÇÕES
Complementação aos créditos: Folder.
Cf. créditos finais: // Ainda orangotangos – take 2 – rodado em 08/12/2006. //
// Porto Alegre, abril de 2007. / Copyright © clubesilêncio-aindaorangotangos //
// É isso aí! //
Cf. encarte do DVD: Em uma cena de apartamento, foram utilizados aproximadamente 100 pombos adestrados. / Apesar de ter sido rodado uma semana antes do Internacional conquistar o título de Campeão Mundial no Japão, o longa se passa nos dias seguintes à conquista. Na história, vários personagens fazem referência ao título. / A primeira cópia do filme ficou pronta em 14/06/2007.

Títulos alternativos: Still orangutans | Todavía orangutanes
Grafias alternativas: Roberto Oliveira | Áurea Batista | Lissandro Belotto | Julio Rizzo | Lindsay Gianuka | Maurício Zocolotto [= Mauricio Leite] | Juliano Lopes Fortes | Cacá Velasco | Emerson Silva 'Baby' | Michele Nunes | Marcelo Birk | René Goya | Ana Azevedo | Laura Enrich de Castro | Ro Cortinhas | Janaína Fischer e Ina Fischer | Marcelo Corssetti | Rodrigo Heinheimer | Rafael Dutra | Adriana Sobreira [= Adriana Mercanti] | Fábio A. Cognato | Apema Porto Alegre | Cris Oliveira e Cristiane Oliveira | Alimenset | Rogério Kupiachi | Alexandre Cardoso | Patrícia Goulart | AHC Seguros | Vinicius Nora | Flávio Cabeça | Start Vídeo | Sheila do Amaral | Rafael Sieg | Marcelo Tchaca Baieski
Grafias alternativas (funções): Foto still | Artista de ruídos de sala | Produção de platô | Técnico de gravação ruídos de sala

BIBLIOGRAFIA
SCOTT, Paulo; CHIMENDES, Paulo (ilustrações). Ainda orangotangos. Porto Alegre: Livros do Mal, FUMPROARTE, 2003. 111p. (Coleção Tumba do Cânone, 4) [contos] + 1 CD com 22 músicas de: Paulo Campos, Flu, Celso Coelho, Simone Carvalho, Murilo Biff, Eduardo Reck Miranda, Guenther Andreas, 4nazzo e Jimi Joe.
SCOTT, Paulo. Ainda orangotangos. 2.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007. [contos]

Noticiário:
REIS, Sérgio Rodrigues. Tudo por um plano-sequência. Correio Braziliense, Brasília, 23 jan 2008, Caderno C, p.2.
ARANTES, Silvana. Diretor gaúcho estreia em longas com façanha técnica. Folha de S. Paulo, São Paulo, 7 set 2008, Ilustrada.
FLÁVIO, Lúcio. Devaneios em Porto Alegre. Correio Braziliense, Brasília, 2 fev 2009, Cultura, p.1.

Crítica:
REIS, Francis Vogner dos. Ainda orangotangos. Revista Cinética, Rio de Janeiro, jan 2008.
BORGO, Érico. Gustavo Spolidoro desafia a lógica do plano-sequência. Omelete, São Paulo, 28 ago 2008.
MATTOS, Carlos Alberto. Ainda orangotangos. Críticos, Rio de Janeiro, 7 nov 2008.
GOBBI, Nelson. Só uma colagem de curtas. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 7 nov 2008, Programa, p.11 [BN, p.73], ano 118, n.213.
LEVIS, Leonardo. Ainda orangotangos. Contracampo – Revista de Cinema, Rio de Janeiro, sd.
MILANI, Robledo. Ainda orangotangos. Papo de Cinema, Porto Alegre, sd.

Exibições


• Porto Alegre (RS), CineEsquemaNovo [25 jun-1º jul]-Mostra da Meia-noite 3, Sala P. F. Gastal, 28 jun 2007, qui, 24h (foi divulgado um filme fictício – Senda de vitórias – e as cerca de 50 pessoas que compareceram à sessão assistiram, pela primeira vez, publicamente, ao filme)

• Rio de Janeiro (RJ), 9º Festival do Rio [20 set-4 out]-Première Brasil: Competição Novos Rumos Longa-metragem,
Cine Odeon, 22 set 2007, sab, 24h
Estação Botafogo Sala 1, 25 set 2007, ter

• São Paulo (SP), 31ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo [19 out-1º nov]-Mostra Brasil Competição Novos Diretores,
Espaço Unibanco, 20 out 2007, sab, 23h40
Unibanco Arteplex Sala 4, 23 out 2007, ter, 16h10
HSBC Belas Artes Sala 2, 28 out 2007, dom, 22h10

• Rotterdam (NL), IFFR International Film Festival Rotterdam [23 jan-2 fev]-Official selection Sturm und Drang,
Cinerama 1, 26 jan 2008, sab, 19h30
Cinerama 4, 27 jan 2008, dom, 9h45

• Ciudad Autónoma de Buenos Aires (AR), BAFICI 10º Buenos Aires Festival Internacional de Cine Independiente [8-20 abr]-Competencia Cine del Futuro,
Hoyts Abasto (Av. Corrientes 3.247) Sala 6, 18, 19 abr 2008, sex, 20h30, sab, 13h45
Atlas Santa Fe (Av. Santa Fe 2.015) Sala 2 , 20 abr 2008, dom, 14h

• Cuiabá (MT), 15º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá-Mostra Competitiva de Longa-metragem, Multiplex Pantanal Sala 8, 26 maio 2008, seg, 18h

• Lima (PE), ELCINE 12º Encuentro Latinoamericano de Cine de Lima [7-15 ago], ago 2008

Lançamento comercial:

• São Paulo (SP), 5 set 2018, sex

• Porto Alegre (RS), 6 set 2008, sab (para Clube de Cinema de Porto Alegre)

• Porto Alegre (RS), Unibanco Arteplex Bourbon Shopping Country Sala 8,
19-25 set 2008, sex-qui, 18h
3-9 out 2008, sex-qui, 16h10

• Milano (IT), MIFF 12. Milano Film Festival [12-21 set], set 2008

• Porto Alegre (RS), Cine Santander Cultural, 18-20 out 2008, sex-dom, 15h, 17h, 19h

• Brasília (DF), FicBrasília 10º Festival Internacional de Cinema de Brasília [29 out-9 nov], Mostra Primeira Visão, Cine Academia (Academia de Tênis José Farani, SCES, Tc.4),
Sala 8, 29 out 2008, qua, 21h
Sala 7, 30 out, 3 nov 2008, qui, 19h40, seg, 19h10
Sala 6, 2 nov 2008, dom, 17h10

• Rio de Janeiro (RJ), Espaço de Cinema (R. Voluntários da Pátria, 34, Botafogo; 3 salas) Sala 3 (104 lugares),
7-13 nov 2008, sex-qui, 15h15, 18h30, 21h45
14-20 nov 2008, sex-qui, 18h10

• Rio de Janeiro (RJ), Estação Barra Point (Av. Armando Lombardi, 350, Barra da Tijuca; 2 salas) Sala 2 (150 lugares), 7-13 nov 2008, sex-qui, 13h40, 17h40, 21h40

• Caxias do Sul (RS), Sala de Cinema Ulysses Geremia, no Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho (R. Luiz Antunes, 312, bairro Panazzolo), 7-9, 11 nov 2008, sex, 19h30, sab, dom, 18h, 20h30, ter, 19h30

• Rio de Janeiro (RJ), Cine Glória (Praça Luís de Camões, sn, subsolo, Glória; 119 lugares),
20-23 nov 2008, qui-dom, 18h30
27-30 nov, 3, 4 dez 2008 , qui, 18h30, sex-dom, qua, qui, 16h30

• Brasília (DF), Cine Brasília,
23-29 jan 2009, sex-qui, 21h
30 jan-5 fev 2009, sex-qui, 19h

• Niterói (RJ), Cine Arte UFF (R. Miguel de Frias, 9; 528 lugares), 27 fev-5 mar 2009, sex-qui, 21h

• Canal Brasil, 7 out 2009, qua, 22h

• Rio de Janeiro (RJ), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [19 nov-1º dez], CCBB Centro Cultural Banco do Brasil, 26 nov 2014, qua, 17h

• Porto Alegre (RS), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [4-10 dez], Cinespaço Bourbon Shopping Wallig, 4 dez 2014, qui, 14h

• Torres (RS), Cineclube Torres-Ciclo Baita Gauchada, Auditório J. A. Picoral Antigo Centro Municipal de Cultura (R. J. A. Picoral, 171), 21 set 2015, seg

• Porto Alegre (RS), Sessão comemorativa dos 10 anos de lançamento, promoção: Rainer Cine, Cinemateca Capitólio, 30 nov 2017, qui, 20h (debate)

• Porto Alegre (RS), Mostra Banrisul Cinema e Literatura [11-14, 16, 17 nov], Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 16 nov 2021, ter, 18h30

• Porto Alegre (RS), Mostra Vero de Cinema: Porto Alegre como cenário [24-27, 29, 30 mar], Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 29 mar 2022, ter, 19h

Outros festivais:
• Santiago (CL), SanFic Santiago Festival Internacional de Cine
• Toulouse (FR), Cinélatino
• München (DE), Filmfest München
• Québec (CA), 3 Continents
• Copenhagen (DK), CPH Pix
• Seattle, WA (US), SIFF
• New York, NY (US), Latinbeat
• Oslo (NO), OIFF
• Paris (FR), Festival de Cinema Brasileiro
• Tiradentes (MG), Mostra de Cinema de Tiradentes
• Rio de Janeiro (RJ), MFL Mostra do Filme Livre

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Ainda orangotangos. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/491/ainda-orangotangos. Acesso em: 24 de abril de 2024.