Luiz Antonio de Assis Brasil – O códice e o cinzel (2007)

Brasil (PI)
Longa-metragem | Não ficção
Betacam, cor, 143 min [1:20:36 + 1:10:10 = 151 min]

Direção: Douglas Machado.
Companhia produtora: Trinca Filmes; Instituto Dom Barreto

Primeira exibição: Porto Alegre (RS), Sessões da 53ª Feira do Livro [27 out-11 nov], Cine Santander Cultural, 9 nov 2007, sex 19h (pré-estreia, comentada com diretor e Luiz Antonio de Assis Brasil)

 

Quarto documentário da série Literatura: Brasil, dirigida pelo piauiense Douglas Machado. Os outros são: H. Dobal – Um homem particular (2002), O Sertãomundo de Suassuna (2003), Marcos Vinicios Vilaça – O artesão da palavra (2005). Direção da ficção Cipriano (2001) e dos documentários Um Corpo subterrâneo (2007, DocTV III), Passos de oeiras (2008, Etnodoc), O Retorno do filho (2009, DocTV IV), Na estrada com Zé Limeira (2011), Wilson Martins – A consciência da crítica.
Luiz Antonio de Assis Brasil é escritor e professor da Faculdade de Letras da PUCRS.

Sinopse


Estruturado em 19 capítulos: 1. O pampa. 2. Família literária. 3. O menino da janela. 4. Olhar espantado para o mundo. 5. Esses avozinhos. 6. Um filho que regressava. 7. Entre brasileiros. 8. Transição. 9. Alma. 10. Churrasco. 11. Ruptura estética. 12. Quando o frio nos abandona não sabemos mais quem somos. 13. A palavra. 14. O visitante. 15. Renovação. 16. Oficina. 17. Com esta música me apresento perante Deus. 18. Mozart. 19. Partitura.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Luiz Antonio de Assis Brasil,
Alcy Cheuiche, Armindo Trevisan, Bernardo Moraes, Carlos Tomé, Daniel de Sá, Felipe Longhi, Flávio Loureiro Chaves, Jane Tutikian, Joel Neto, Juana Inarejos Ortiz, Larissa Ambrosini, Léa Masina, Leonid Streliaev, Maria Eunice Moreira, Michel Laub, Miguel Sanches Neto, Moacyr Scliar, Sergio Faraco, Teolinda Gersão, Urbano Bettencourt, Valesca de Assis, Vamberto Freitas, Vanessa Silla.
Participação especial: Sérgio Matos, Weyla Carvalho.

DIREÇÃO
Direção: Douglas Machado.

ROTEIRO
Roteiro: Douglas Machado.
Texto: O Pampa, escrito para este filme por Luiz Antonio de Assis Brasil.

PRODUÇÃO
Produção: Douglas Machado.
Produção associada: Suzane Jales, Marden Machado.
Produtoras: Gardênia Cury, Cássia Moura.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia e operação de câmera: Douglas Machado.

MÚSICA
Trilha sonora: Sérgio Matos.
Músicos convidados: Erisvaldo Borges, Caio Silva.

Músicas:
• "Concerto para fagote. Andante" (música: Wolfgang Amadeus Mozart)
• "Concerto para flauta, harpa & orquestra" (música: Wolfgang Amadeus Mozart)
• "As Bodas de Figaro. Voi che Sapete. Aria piano" (música: Wolfgang Amadeus Mozart)
• "As Bodas de Figaro. Voi che Sapete. Aria cravo" (música: Wolfgang Amadeus Mozart)
• "Moteto: Immutemur Habitu" (padre José Maurício N. Garcia)
• "Tota Pulchra es Maria, Andante amoroso" (padre José Maurício N. Garcia)
• "Matinas de Natal. Quem Vidistis Pastores" (padre José Maurício N. Garcia)
• "Matinas de Natal. Magnum Mysterium" (padre José Maurício N. Garcia)
• "O Cravo bem temperado. Prelúdio II" (música: Johann Sebastian Bach)
• "Variação sobre a suíte nº 1 para violoncelo solo. Prelúdio" (música: Johann Sebastian Bach)

Músicas incidentais:
• "Concerto para clarinete. Adágio" (música: Wolfgang Amadeus Mozart)
• "Don Giovanni" (música: Wolfgang Amadeus Mozart, libreto em italiano: Lorenzo Da Ponte; ópera em 2 atos)

Ensaio da OSPA:
• "Les Préludes, poema sinfônico n.3" (Franz Liszt)
• "Concerto n.1, em Mib Maior" (Franz Liszt)

ARQUIVO
Acervo fotográfico: Luiz Antonio de Assis Brasil.
Imagens de Mozart + fotografias dos escritores da família literária de Assis Brasil "baixadas" através da internet.

A sequência de imagens da leitura de Concerto campestre são do espetáculo Sacre, de Marcelo Evelin com imagens de Douglas Machado.

FINALIZAÇÃO
Edição: Douglas Machado, Jean Marcelo.
Animação gráfica: Jean Marcelo.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Câmera: Panasonic DVX 100A, gravação 24p.
Microfones K6-Direcional / Condensador [Sennheiser], ECM-672- Direcional / Condensador [Sony], ECM-44B-lapela [Sony].
Editado com equipamentos Macintosh: Final Cut Pro, After Effects, Photoshop.
Leitura da obra Perversas famílias gravada nos estúdios da Faculdade de Comunicação Social da PUCRS [Centro de Produção Multimídia-Estúdio de Rádio]. Técnico: Zé Carlos de Andrade.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Trinca Filmes (Teresina, PI) em parceria com Instituto Dom Barreto (Teresina, PI).
Patrocínio: Caixa; Construtora Sucesso; Prefeitura de Teresina; FMC Fundação Cultural Monsenhor Chaves.
Apoio cultural: Editora L± Governo Regional dos Açores (Portugal); SJales.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos carinhosos: Alcy, Maria Berenice e Zilah Cheuiche, Andrea Loureiro, Antônio Meneghetti, Carlos e Idelta Tomé e Família, Câmara Rio-Grandense do Livro, Colo y Mayte, Éder da Silva, Editora L&PM, Fiorenzo Lecchi, Governo Regional dos Açores na pessoa do sr. presidente Carlos César, Ivo Nesralla (presidente da OSPA Orquestra Sinfônica de Porto Alegre), João Macello Claudino, Jorge Bacelar Gouveia, Jussara Rodrigues, Léa Masina, Leonardo Meneghetti, Livraria Arvoredo, Loreno e Heloisa Brentano, Luana Vasconcelos, Lúcia Mattos, Luis Henrique Botelho, maestro Manfredo Schmiedt, Marlí Dossin, Maycon / RR Studio (Teresina, PI), Músicos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Nilo Rossell Romero, PUCRS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Weyla Carvalho e a todos os romeiros da Ilha de São Miguel (Açores, Portugal).
Turma da 37ª Oficina Literária de Luiz Antonio de Assis Brasil: Atílio Bergamini Jr., Bernardo Moraes, Felipe Longhi, Francis Rigotto, Gabriela Semensato, Gilberto Perin, Larissa Bueno Ambrosini, Maurício Chemello, Rafael Kasper, Rodrigo Tichy, Roger Jones, Tanise Piletti, Vanessa Conte, Vanessa Lubisco Silla.

Dedicatória: A Roberto Bastos André, com carinho.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Porto Alegre; Gramado; Caçapava do Sul; Santa Cruz do Sul; Ivoti; Candelária; Estrela; Viamão; Estância de São Miguel [Caldeirão – município de Caçapava do Sul]; e no Pampa;
Brasil / PR, em Curitiba;
Brasil / PI, em Teresina;
Portugal, na Ilha de São Miguel-Açores; em Lisboa;
Espanha [Reino de España], em Madrid.
Gravado nos outonos de 2006 e 2007.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração:
Som: Stereo 2.0
Imagem:
Proporção de tela: Fullscreen
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO
Projeto gráfico: Áureo Tupinambá Júnior.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato: Trinca Filmes.

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // Os quatro alunos da Oficina entrevistados neste filme foram voluntários. Não houve escolha prévia por parte da produção. / O título deste documentário é de autoria de Léa Masina. //
Consta a seguinte data no final: // Porto Alegre-RS, 21 de outubro de 2007. //

Grafias alternativas: J. S. Bach | W. A. Mozart | F. Liszt

BIBLIOGRAFIA
Luiz Antonio de Assis Brasil

Exibições


• Porto Alegre (RS), Sessões da 53ª Feira do Livro [27 out-11 nov], Cine Santander Cultural, 9 nov 2007, sex 19h (pré-estreia, comentada com diretor e Luiz Antonio de Assis Brasil)

• Passo Fundo (RS), Teatro Municipal Múcio de Castro, 30 jun 2008, 15h (presença do escritor)

• Rio de Janeiro (RJ), Academia Brasileira de Letras, jul 2008

• Globosat (canal 66, da NET), nov 2008 (estreia nacional)

• YouTube, disponível, em duas partes [http://www.laab.com.br/videos.html]

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Luiz Antonio de Assis Brasil – O códice e o cinzel. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/509/luiz-antonio-de-assis-brasil-o-codice-e-o-cinzel. Acesso em: 22 de maio de 2024.