Não há nada novo sob o sol (2007)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Ficção | Escolar
MiniDV, cor, 90 min

Direção: Guilherme M. Pires.
Companhia produtora: Monumental Filmes

Primeira exibição: Canoas (RS), salão de festas de uma vizinha de Guilherme, projetado em um lençol branco pendurado na parede, 24 nov 2007, sab (sessão privada para elenco, equipe, amigos, pais e professores)

 

Longa-metragem realizado por alunos do terceiro ano do Ensino Médio do Colégio Maria Auxiliadora (Canoas).
Guilherme Pires no ano seguinte entra no CRAV (2008-2011). Possui uma empresa que produz trailers, a Storytrailer, e dá aulas na ESPM.
Não explorado comercialmente.

Sinopse


No final dos anos 1990, a doença de uma jovem reúne em seu entorno um grupo de amigos dispostos a ajudá-la. Mas eles precisam lidar com suas expectativas quando ela decide que o melhor caminho para ela não é o que eles esperam.

Ficha técnica


ELENCO
Artur Cunha (João / Chacal), Camila Scherdien (Luisa), Marcella Perez (Duda), Larissa Maciel (Lia), Pietro Perini (Sérgio), Marina Biscaro (Natasha), Luana Dezingrini (Marta), Renata Esteves (Rita), Pedro Correa (André), Patrícia C. Reis (Alane), Émerson Barbosa (Antônio), João Filipe Blum (Edgar), Paula Pires (Marisa), Jajá Maciel (Dona Marieta), Gabriel Muzykant (Dudu), Luiz Roberto Moraes (Deputado Barbosa), M. Letice Perez Moraes (Esposa do Deputado Barbosa), Michelli Agliardi (Rafaela), Lucas Melero (Pai Natasha), Denise Viana (Médica), Guilherme M. Pires (Amigo 1), Adriana Pires (Entrevistadora), Paty Varriale (Câmera), Eduardo Varriale (Menino 1), Leonardo Fachel (Homem do sinal).

DIREÇÃO
Direção: Guilherme M. Pires.
Assistência de direção: Michelli Agliardi.

ROTEIRO
Roteiro: Guilherme M. Pires, Marcella Perez, Michelli Agliardi, Lucas Melero.

PRODUÇÃO
Produção: Guilherme M. Pires, Marcella Peres, Michelli Agliardi, Lucas Melero.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Guilherme M. Pires.

MÚSICA
Músicas:

FINALIZAÇÃO
Montagem: Guilherme M. Pires.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Câmera: Sony Handycam DCR-HC26.
Software de edição: Pinnacle Studio 9
Dimensões: 768 × 576

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora:Monumental Filmes (Canoas).

AGRADECIMENTOS

FILMAGENS
Brasil / RS, em Canoas; Porto Alegre; Viamão.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 90 min / 84 min (versão para inscrição no CEN)
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação: MiniDV
Formato de exibição:

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato: Guilherme M. Pires.

OBSERVAÇÕES
Observações de Guilherme a partir de troca de mails com G. Assis Brasil, em 29 out 2020, a pedido de G. Póvoas: "A primeira exibição foi no salão de festas de uma vizinha minha, projetado em um lençol branco pendurado na parede! O intuito era exibir no colégio, mas não nos forneceram o espaço. Curiosidade: o filme foi finalizado algumas horas antes da primeira exibição. Esses dias eu até encontrei por aqui uma fita MiniDV com o registro dessa noite.
Depois ele passou alguns anos sendo exibido nas aulas de um professor de Educação Religiosa, não sei se ele continua usando. A partir de 2008, pelo que eu sei, o colégio começou a incentivar os alunos a produzirem curtas e organizaram uma mostra anual.
Nós usávamos o nome de Grupo de Cinema Amador CMA, porque tínhamos feito um curta no ano anterior pra um concurso de talentos do colégio. Mas como esse segundo filme não tinha envolvimento direto da escola, passamos a usar o nome Monumental Filmes, uma espécie de produtora não regulamentada...
A atriz Larissa Maciel não é a homônima que vai fazer a minissérie Maísa. É uma coincidência, não são a mesma pessoa. Na verdade, não tinha nenhum ator profissional ou com experiência no elenco. São quase todos na faixa dos 16-17 anos interpretando pais e filhos. Os poucos adultos do elenco eram pais ou professores.
Não sei se isso é relevante, já que o objetivo é acadêmico, mas... como nós tínhamos pouquíssimo conhecimento na época (audiovisual e jurídico) e o objetivo era exibir na escola, o filme é repleto de músicas de artistas famosos e trilhas de outros filmes... Eu fiz uma segunda versão para a inscrição no CineEsquemaNovo, em 2008, com músicas de uma banda de conhecidos meus, aí sim com uso autorizado. Mas acredito que aquela cópia seja filha única. Enfim, é um filme de criança mesmo, embora levássemos muito a sério. Confesso que fico até com um pouco de vergonha que ele esteja vindo à tona, hehe. Se eu encontrar essa segunda versão também, envio o link com as duas".
Inscrição em festivais: CineEsquemaNovo 2008: não selecionado.

Grafias alternativas:

BIBLIOGRAFIA

Exibições


• Canoas (RS), salão de festas de uma vizinha de Guilherme, projetado em um lençol branco pendurado na parede, 24 nov 2007 (sessão privada para elenco, equipe, amigos, pais e professores)

• Canoas (RS), Colégio Maria Auxiliadora, exibição anual para as turmas do professor Laércio Lancelotti

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Não há nada novo sob o sol. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/511/nao-ha-nada-novo-sob-o-sol. Acesso em: 12 de abril de 2024.