Casa da esquina 23 (2008)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Não ficção
DVD, cor, 73 min

Direção: Fabricio Cantanhede, Filipe Barros.
Companhia produtora: Olelê Music; Baxada Nacional Filmes

Lançamento: DVD 2008

 

Registro da gravação do segundo álbum da banda Pública. O CD Como num filme sem um fim e o DVD Casa da esquina 23 são lançados juntos na mesma embalagem, sendo desconhecidas exibições públicas do filme. Trata-se do primeiro longa da dupla de diretores formados no TECCINE em 2007/1. Com os seus curtas universitários Fabricio Cantanhede é premiado em dois anos consecutivos na categoria Vídeo Universitário Brasileiro do extinto Gramado Cine Vídeo, em 2006 e 2007 respectivamente com Aqui jazz (2º prêmio destaque do júri) e com Das 5 às 7 num país em subdesenvolvimento (prêmio especial do júri), este último em codireção com Filipe Barros e Gabriel Cunha.

Pública é uma banda de rock surgida em Porto Alegre em 2001 e radicada em São Paulo. O primeiro álbum, Polaris, lançado pelo selo Mondo77 teve boa repercussão pela internet e a banda adquiriu visibilidade nacional ao ter dois clipes (Bicicleta e Long plays) veiculados na programação da MTV Brasil e ser indicada ao VMB 2007 na categoria Aposta MTV.

O segundo álbum, Como num filme sem um fim, projeto que origina também Casa da esquina 23, é lançado pelo selo Olelê Music. No 18º Prêmio Açorianos de Música 2008 o CD vence como melhor disco do ano e na categoria pop / rock é escolhido o melhor disco e Pedro Metz como melhor compositor. Metz ainda é indicado a melhor intérprete e Guri Assis Brasil a melhor instrumentista. O DVD também é indicado a melhor do ano.

Pedro Metz – formado em Jornalismo na Famecos-PUCRS – é filho de Luiz Sérgio Metz, jornalista, escritor e letrista do grupo Tambo do Bando. Autor dos livros O Primeiro e o segundo homem (Martins Livreiro, 1981; contos), Aureliano de Figueiredo Pinto (Tchê, 1986, coleção Esses Gaúchos, 33; biografia) e Assim na terra (Artes & Ofícios, 1995; 2.ed. Cosac Naify, 2013; romance). Jacaré, como era conhecido, nasceu em Santo Ângelo em 3 de julho de 1952, criou-se na cidade natal, estudou comunicação social em Santa Maria e viveu sua carreira profissional em Porto Alegre onde morreu de câncer em 20 de junho de 1996. A arte da capa do CD + DVD, uma expressiva colagem de Leo Lage, tem uma citação ao romance Assim na terra.

Casa da esquina 23 é exemplo de cinema direto, expressão surgida nos anos 60 para designar um tipo de documentário que acompanha, observa, sem interferência, mas também há depoimentos, as "cabeças falantes" como são comumente conhecidas. O filme acompanha a gravação de onze músicas e cada uma delas tem uma história que é contada pelos cinco integrantes. Contam como foram criadas. Pedro Metz costuma fazer a melodia primeiro e depois a letra. É a segunda vez que a banda se reúne no sítio da família de Metz, localizado em Três Coroas, na região serrana do estado. Vão ficar onze dias para gravar o disco, sem internet nem TV. O produtor musical Marcelo Fruet é o sexto elemento, está com eles desde o início, construindo junto, às vezes pode rolar um conflito, normal.

"Casa abandonada" foi composta sob encomenda do SC Internacional e acabou não sendo aproveitada, o título era "Casa colorada". Metz trocou a palavra e resolveram gravar pois gostavam muito da música. Fruet incluiu sopros. "Há dez anos ou mais" surgiu de um convite de Beto Souza que queria uma música-tema para o filme Insônia (2012). A maioria da banda tem vivência do interior do estado: Metz desde um ano de idade mora em Santa Maria, Guri é de Sant'Ana do Livramento, Guilherme nasceu em Porto Alegre, mas criado na capital e o Cachaça em Guaporé.

Sinopse


Registro das gravações das onze músicas que fazem parte de Como num filme sem um fim, o segundo CD da banda Pública. Para cada uma delas, os integrantes vão contando a origem das composições e histórias sobre suas vidas. Decidem gravar o disco no sítio em Três Coroas, da família de Pedro Metz, durante onze dias, sem internet nem TV.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Pública:
Pedro Metz (voz, guitarra rítmica, violão),
Guri Assis Brasil (guitarra líder, slide, vocais),
Guilherme Almeida (baixo),
João Amaro (piano Wurlitzer, piano Rhodes, clavinete, vocais),
Cachaça (bateria).
Participação especial: Marcelo Fruet (produtor musical, backing vocals e shakers onde houver backing vocals e shakers), Gabriel Guedes (guitarra micro sinthetizer em "Canção de exílio"); Rodrigo Siervo (sax tenor), Boquinha (trombone), Robertinho (trompete): em "Casa abandonada"; Nelson da Tuba (tuba em "Sessão da tarde"), Karlo Kulpa e Vinícius de Moraes Nogueira (violinos em "Como num filme sem um fim"), Flávio Depaoli (cello em "1996" e "Como num filme sem um fim").

DIREÇÃO
Direção: Fabricio Cantanhede, Filipe Barros.

ROTEIRO
Roteiro: Fabricio Cantanhede, Filipe Barros.

PRODUÇÃO
Direção de produção e produção executiva: Lucas de Andrade, Laura Salimen.
Produção artística e executiva (CD): Leandro 'Lelê' Bortholacci.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Eduardo Nascimento Rosa.
Direção de fotografia adicional: Leonardo Maestrelli.
Eletricista: Eduardo Argolo.

ARTE
Capa e encarte CD + DVD:
Arte: Leo Lage.
Fotografias: Daniel Lacet.

MÚSICA
Produção musical: Pública, Marcelo Fruet.

Músicas (ordem de inserção):
• "Quarto das armas" (música, letra: Pedro Metz)
• "1996" (música, letra: Pedro Metz)
• "Canção de exílio" (música, letra: João Amaro)
• "Casa abandonada" (música, letra: Pedro Metz)
• "Vozes" (música, letra: Pedro Metz)
• "Sessão da tarde" (música, letra: Pedro Metz)
• "Há dez anos ou mais" (música, letra: Pedro Metz)
• "Como num filme sem um fim" (música, letra: Pedro Metz)
• "Último andar" (música, letra: Pedro Metz)
• "Justiceiro" (Pedro Metz, Guilherme Almeida, Guri Assis Brasil)
• "Luzes" (música, letra: Pedro Metz)
• "Canção de exílio" [reprise, créditos finais]

Editora:
Olelê Music 2008: para todas as músicas.

FINALIZAÇÃO
Montagem: Filipe Barros.
Assistência de montagem: Bruno Carboni.

Finalização de som: Fernando Basso.

Coprodução do disco: Marcelo Fruet.
Assistência de gravação: Otavio Lokschin.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Som direto: Baxada Nacional Filmes (Porto Alegre).
Estúdio de mixagem: Som de Cinema (Porto Alegre).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Olelê Music (Porto Alegre); Baxada Nacional Filmes (Porto Alegre).
Apoio cultural: Apema Locação de Equipamentos de Produção Cinematográfica; Pavioli; Som de Cinema (Porto Alegre).
Extreme Days.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos (filme): Converse, Sergio Jaeger, Porão do Beco, Jardim Botânico de Porto Alegre, Dione Greca Moraes, Ele – O boto, Roxo Transportes, Paulina, Juliane Senna, Julia Wagner, Tiago Ribeiro, Gabriel Cunha, Viração Filmes, Claudio Verissimo, Mara Fernanda.
Agradecimentos (CD): Olelê Music / Lelê Bortholacci, Baxada Nacional, Leonardo Boff, Chico Paixão, Nando Endres, Pedro Porto, Julio Porto, Dani Téo, Tonho Crocco, Pilla, Chicão, Carlinhos, Gabriel Guedes, Prego, Malásia, André Silveira, Rodrigo Siervo, Gustavo Furniel e Mondo77, Fubu (Guaporé), Natália Blauth, Letícia Rodrigues, Mariana Duarte, Lia Assis Brasil, Eraci Rocha, Jorge André e toda Coordenação de Música de Porto Alegre, Tinico, Foppa, Daniel Lacet, Lisi Zils, Tatu, Leo Lage e Casulo, Alan & Renata e família (nossa família em Sampa!), Maradoninha, Vera Flores, Gabriel e Kikinho (Casa do Sítio), Marcelo Fruet (grande irmão), Guilherme Falcão, Daniel Germano, Felipe Grimm, Gabriel Brust, Cássia, Filipinho, Ju Munhoz, Carol Horn, Boto, Fuinha, Mini Bittencourt, Cláudio Cunha e Ipanema FM, Rafael Sampa, Rafael Mesquita, Júnior e Cidade, MTV, Inker Squat, Vitor Lucas e Beco 203, Fetter e Rádio Atlântida, Leo Filipe e Radar, Rodaika, Potter e Sassá, Pop Rock, Marcio Petracco, Cristiano Bastos, Huberto Finatti, Viça, Tiago Becker, Iuri Freiberger, Marceleza, Deni, Caruccio e Capitão Araújo, Slap, Lucas Silveira e você, que está com este disco em mãos. A todas às bandas que tocaram conosco e às grandes pessoas que conhecemos nestes anos. Às nossas famílias, amores e amigos. – Outubro de 2008.

FILMAGENS
Brasil / RS, em
Três Coroas, na casa do sítio de Pedro Metz, entre 11 e 23 de abril de 2008;
Porto Alegre, na casa de João Amaro; no estúdio de Fruet.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:12:43
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela: 1.85
Formato de captação:
Formato de exibição: DVD
Tiragem (CD + DVD): AA1000.

DIVULGAÇÃO
publicaoficial.com

DISTRIBUIÇÃO
CD Como num filme sem um fim + DVD Casa da esquina 23 (edição especial). Distribuição: Olelê Music DRS1521, 2008. Autoração: 13 out 2008. Sem extras. Inclui encarte 8p., com as letras das músicas, fichas técnicas do DVD + CD.
Disponível também apenas em CD.

PREMIAÇÃO
• 18º Prêmio Açorianos de Música / Secretaria Municipal da Cultura / Prefeitura de Porto Alegre, 2008: indicação a melhor DVD.

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // Baxada Nacional 2008 //
Complementação aos créditos: Encarte do CD + DVD.
Encarte especifica os instrumentos de Metz, Assis Brasil e Amaro.
Além dos músicos que aparecem no filme, outros convidados tiveram sua participação gravada em Porto Alegre, no Estúdio 12 ExperiênciaSonora; e no Estúdio 23, que não aparecem. São eles: Malásia (percussões em "Casa abandonada" e "Sessão da tarde"), André Silveira (vozes e palmas em "Quarto das armas"). Outros dados de ficha técnica do CD: Pianos gravados no Estúdio Iapi, exceto na faixa "Como num filme sem um fim", gravado no Teatro Renascença. Gravações adicionais no Estúdio 12 e Iapi ao longo de 2008. Técnico de gravação: Marcelo Fruet / Estúdio 12, Viça / Estúdio Iapi. Assistência de gravação: Otavio Lokschin. Mixagem: Marcelo Fruet, Pública. Finalização: Marcelo Fruet, Tiago Becker / Estúdio Soma. Masterização: Dave Locke. Arranjos: Pública, exceto "Há dez anos ou mais", por Pública e Marcelo Fruet. Arranjos de cordas: Pública, Marcelo Fruet. Arranjos de sopro em "Casa abandonada" por Pública e Rodrigo Siervo e em "Sessão da tarde" por Rodrigo Siervo. Vinheta de "Quarto das armas", produzida por Pública e Otavio Lokschin.
Grafias alternativas: 'Guri' Assis Brasil | Eduardo Rosa | "Há 10 anos ou mais" (cf. créditos finais)

DISCOGRAFIA
Pública

BIBLIOGRAFIA

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Casa da esquina 23. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/577/casa-da-esquina-23. Acesso em: 24 de abril de 2024.