Walachai (2009)

Brasil (RJ-RS)
Longa-metragem | Não ficção
digital, cor, 85 min

Direção: Rejane Zilles.
Companhia produtora: Okna Produções; Zilles Produções; Traquitana Filmes; Artesanato Digital

Primeira exibição: São Paulo (SP), 33ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo [23 out-5 nov]-Mostra Brasil Competição, Cine Bombril Sala 2, 23 out 2009, sex, 20h30
Primeira exibição RS: Walachai (RS), ao ar livre, com tela de projeção e cadeiras montadas ao lado da Igreja do Walachai, 12 dez 2009, sab, 20h (para os moradores dos povoados que participaram)

 

Com roteiro e direção de Rejane Zilles, Walachai retrata a localidade que dá título ao filme (pronuncia-se valarrai) e comunidades próximas. Povoados do sul do Brasil onde descendentes de imigrantes alemães tem como língua corrente um antigo dialeto que já se perdeu na Alemanha de origem. Localizada a 70 km de Porto Alegre, esta pequena localidade resiste à passagem do tempo, em contraste com a vida urbana, apesar da proximidade das cidades. O lugar preserva uma cultura própria, uma arquitetura e um idioma que lentamente começam a ser modificados pelas novas gerações.

A ideia de documentar a singularidade deste povoado está ligada à história pessoal da diretora. Rejane Zilles nasceu nesta região e lá passou toda a sua infância. Aprendeu a falar português somente aos 7 anos quando ingressa na escola. Hoje mora no Rio de Janeiro, é atriz e diretora. Ainda fala o dialeto local e mantém laços familiares na comunidade – o que lhe permitiu uma abordagem especial e única do assunto. Walachai é um documento fílmico de resgate histórico, que induz a uma reflexão sobre as formas de vida dominantes do século XXI. Num mundo cada vez mais globalizado, onde as exigências da sociedade de consumo se impõem pelos meios de comunicação, é importante estarmos atentos para outros modos de vida possíveis. Com o passar de mais alguns anos, este modo de vida se transformará e esta memória tenderá a ser esquecida. Mas neste momento tudo está vivo, com os personagens transitando pelas ruas, relatando seus feitos e sua estranheza em relação aos avanços do mundo moderno. E esta realidade está sendo apresentada por alguém que pertence ao núcleo do povoado. O que reforça a preciosidade deste documentário.

A produção e filmagens foram realizadas no Rio Grande do Sul e a fase de pós-produção e finalização no Rio de Janeiro. Foram captadas aproximadamente 40 horas de material. Walachai é um projeto de continuidade de O Livro de Walachai (2007, 16 min), também dirigido por Rejane Zilles. O curta retrata a trajetória do professor e agricultor Benno Wendling – que escreveu um livro todo à mão, registrando a história da comunidade. Realizado com recursos do Programa Petrobras Cultural para produção de curtas-metragens, foi exibido em 28 festivais. No Brasil participou dos mais importantes: Curta Cinema (RJ); Cine PE, em Recife; Curta-SE, em Sergipe; CineOP, em Ouro Preto; Festival Guarnicê, em São Luís (MA); na Mostra de Cinema Etnográfico do Rio de Janeiro; e na seleção oficial de curtas nacionais do Festival de Gramado de 2007, sendo exibido em canais de televisão e mostras itinerantes. Para assistir o curta: www.vimeo.com/5647512.

Sinopse


Walachai em alemão antigo significa lugar longínquo, perdido no tempo. Outros povoados de nomes singulares como Jammerthal, Batatenthal, Padre Eterno e Frankenthal, são comunidades rurais de origem alemã no sul do Brasil que tem uma dinâmica própria e ainda vivem distantes do mundo globalizado. Muitos de seus habitantes nunca aprenderam a falar português, comunicam-se num dialeto alemão transmitido pelas gerações de descendentes e no entanto nada sabem de sua Alemanha de origem. São todos brasileiros e se identificam como tal. Walachai não é um filme sobre uma comunidade alemã. É antes de tudo sobre o inusitado e raro que habita este lugar.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Walachai: Benno Wendling (professor), Paula Wendling, Iria Klaus, Lídio Klaus, Silvane Klaus, Querino Klein, Ita Liane Klein, Canizio Kuhn, Elicio Kuhn, Eloi Joãozinho Kuhn, Glaci Elisabetha Kuhn, Edio Francisco Kuhn, Jacintha Büttenbender.
Batatenthal: Maria Natália Wendling, José Clemente Wendling, Emílio Schmitz, Gustavo Pilatte, Werno Hoffmann, Claci Hoffmann, Adilson Hoffmann.
Futebol: Ademir Hoffmann, Aloisio Dapper, Felipe Dapper, Rafael Lauxen, Greison Boff, Jackson Lehnen, Luis Fernando Henrich, Leandro Backes, André Siedekum, Flávio José Siedekum, João André Seger, Fernando Rossa, Maico Lauck.
Frankenthal: Arthur Steffen, Jair Steffen, Henrique Steffen, José Paulo Steffen, Julieta Backes Steffen, Viviane Steffen, Walesca Steffen, padre Lydio Schneider, Sebaldo Boff.
Jammerthal: Arsênio Schaab, Imelda Weiand, Quirino Holz, Maria Ilsi Holz.
Fazenda Padre Eterno: Bertha Strassburger, Inádia Strassburger Steffen, José Luiz Steffen, Macsoel Steffen, Nathanael Steffen, Iricenio Müller, Elvédia Müller, Gerson Ricardo Closs, Marlise Müller Closs, Ana Paula Closs, Ketlin Tais Closs.
Escola: Dirce Maria Sauzen, Rosane Weimer, Maria Maristela Knorst.
Caminho Padre Eterno: Lauri Kieling, Helga Kieling, Placio Lelling.
Boa Vista do Herval: Donato Braun (professor), Ivo Morschel, Paulo Morschel, Ivo Lechner, Gilberto Voltz, José Remi Weber, Mariana Voltz.
Ateliê de Calçados: Alice Kroetz, Marli Backes. Banda Herval: Waldir Haubert, Luis Roberto Schneider, Paulo Schneider, Remi Jung, Omir Jung, Reinaldo Jung, João Hildo Kunst, Nelson Fassbinder.
Artista plástico: Flávio Scholles.
Entrevistados: Amida Henrich, Adriano Hoffman, Aloisio Dapper, Ari Closs, Armando Kutzen, Beatriz Dapper, Claudete Morchel, Daniele Berg, Denise Müller, Eloi Müller, Eldo Strassburger, Gilmar Schuh, Gerson Strassburger, Heda Lutz, Irene Lídia Strassburger, Jacinta Weyermüller, João Eurico Wendling, José Scholles, Leo Dapper, Lony Dapper, Linus Wendling, Lucila Morchel, Maria Alzira Steffen, Maria Schmitz, Nelsi Strassburger, Noemia Backes Steffen, Patrícia Lauck, Paulo Petry, Reneo Strassburger, Remi Müller, Roque Stoffel, Silvesto Schuck, Simone Pilatti.

DIREÇÃO
Direção: Rejane Zilles.
Assistência de direção: Adriana Nascimento Borba.

ROTEIRO
Roteiro: Rejane Zilles.
Pesquisa e consultoria de roteiro: Pedro Isaias Lucas.
Transcrição das entrevistas: Rose Becker.

PRODUÇÃO
Produção: Rejane Zilles, Aletéia Selonk.
Produção executiva: Aletéia Selonk, Graziella Ferst.
Coordenação do projeto: Alice Ribeiro.
Direção de produção: Taissa Grisi.
Produção local: Vera Scholles.
Assistência de produção local: Aline Klaus.
Transporte: Márcio Carneiro (van), Marcus Accorsi (carro produção).
EQUIPE Okna Produções: Larissa Bermudez, Laura Coelho, Marina Volpatto, Paula Gastaud.
Consultoria jurídica: Patrícia Dias Goulart.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Juliano Lopes.
Primeira assistência de câmera: Glauco Firpo.
Segunda assistência de câmera e logger: Leonardo Maestrelli, Bruno Carboni.

Eletricista chefe: Beto Ramos.
Eletricista: Sandro Monroe.
Assistência de elétrica e de maquinaria: Guilherme Menegotto.

Fotografia de cena: João Ricardo.
Making of: Maurício Fröhlich.

SOM
Som direto: Cleber Neutzling.
Assistência de som direto: Tiago Mayer.

MÚSICA
Trilha sonora original: Felipe Radicetti.
Músicos: Ana de Oliveira (violino), Hugo Pilger (violoncelo), Deborah Cheyne (viola), João Cantiber (violões), Felipe Radicetti (piano).
Pesquisa musical: Sergio Veleda.

Músicas:
• "Concerto para 2 bandolins, 2º movimento" (música: Antonio Vivaldi) por Ana de Oliveira (violino), Hugo Pilger (violoncelo)
• "Prelúdio da suíte para viola nº 1" (música: Johann Sebastian Bach) por Deborah Cheyne (viola)
• "Hopps Sa Sa Sa" (música, letra: Bruno Neher) por Brilha Som // Fonograma: Gravadora Vozes, gentilmente cedido pela Gravadora Vozes e por Bruno Neher [CD: Linda rainha. 2002; faixa 15]
• "Minha vingança" (Eldo Strassburger) por banda The Guitar Show // Fonograma gentilmente cedido por Eldo Strassburger
• "Bebo todas" (Nelson Mielke) por Banda Encontro // Fonograma: Gravadora Faixa Nobre, gentilmente cedido por Nelson Mielke, Gravadora Faixa Nobre e Banda Encontro [CD: Bebo todas; faixa 01]

FINALIZAÇÃO
Montagem: Daniela Ramalho.
Assistência de montagem: Aline Mesquita.
Consultoria de montagem e texto: Sergio Sbragia.

Produção de finalização: Fernando Nicolletti, Rodrigo Hinrichsen, Bertrand Douet.
Colorista: Guilherme Francisco, Pedro Conforti.

Digitalização de som: Ulysses Soares.
Edição de som e mixagem: Aurélio Dias.
Finalização de som: Maria Byington.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Alimentação: Restaurante Klaus Haus.

Estúdio de finalização de imagem: Link Digital (Rio de Janeiro).
Estúdio de mixagem: CTAv Centro Técnico Audiovisual (Rio de Janeiro); Artesanato Digital.

Contabilidade: Faccioni Contabilidade (Porto Alegre).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Zilles Produções (Rio de Janeiro); Okna Produções (Porto Alegre).
Coprodução: Traquitana Filmes (Rio de Janeiro); Artesanato Digital.
Captação de recursos: através das seguintes leis:
Lei do Audiovisual Lei nº 8.685/93 / ANCINE Agência Nacional do Cinema / MinC Ministério da Cultura;
Lei de Incentivo à Cultura Lei nº 8.313/91 (Lei Rouanet) / SAv Secretaria do Audiovisual / MinC Ministério da Cultura / Governo Federal;
LIC-RS Lei de Incentivo à Cultura Lei nº 10.846/96 / SEDAC Secretaria de Estado da Cultura / Governo do Rio Grande do Sul.
Patrocínio: Grupo Herval (Dois Irmãos); Furnas Centrais Elétricas S.A.; Paquetá Calçados; Mahle Metais Leves; Banrisul Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A.; CORSAN Companhia Riograndense de Saneamento; SulGás Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul / Governo do Rio Grande do Sul.
Apoio: Prefeitura de Morro Reuter; Fritz e Frida; Link Digital (Rio de Janeiro); Apema Locação de Equipamentos de Produção Cinematográfica; CTAv Centro Técnico Audiovisual (Rio de Janeiro) / SAv Secretaria do Audiovisual / MinC Ministério da Cultura.
Apoio cultural: Armazém Kieling; Armazém Scholles; Armazém Anivo Hansen; Museu de Santa Maria do Herval; Rádio Imperial; Restaurante El Paradiso; Restaurante Paradouro; Restaurante Klaus Haus; Supermercados Fink; Salão de Baile-Padre Eterno.

AGRADECIMENTOS
Agradecimento especial: Ademir Schneider.
Agradecimentos: Adriana Copetti, Alan Caldas, Alice Ribeiro, Aline Klaus, Alfredo Hoffmeister, Ana de Oliveira, Armelle Enders, Banda Herval, Carmen Wedig, Cacá Joanello, Cláudia Sperb, Consulado Geral da Alemanha, Davi de Oliveira Pinheiro, Dico Ferrari Leite, Eduardo Wannmacher, Elaine Heylmann Capeletti, Eldo Strassburger, Elton Wedig, Erni Guilherme Engelmann, Evânia Reichert, Esporte Clube Batathental, Fabio Lobanowsky, Fábrica de Calçados Wirth, Família Klaus Zilles, Fernando Vanelli, Fernando Gama, Flávio Muller, Germano Hauschild, Gravadora Vozes, grupo musical Brilha Som, Hilton Kauffmann, Goethe-Institut, João Hildo Kunst, Jorge Martins, José Remy Scholles, Josephine Landertinger, Lu Araujo, Luis Leitão, Maria Helena Knorst, Mário Inácio Klein, Marcia Medeiros, Martin Dreher, Martin Haag, Michael Trabitzsch, Miron Neto, Remi Müller, Renato Neto, Sec. de Educ. de Morro Reuter, Sergio Sbragia, Sergio Veleda, Sérgio Fink, Sil e Xande, Solange Maria Johann, Susana Vinzón, Waldir Schmitz Calçados, Wendell Passos.

Dedicatória: À memória do professor João Benno Wendling (1923-2009). / Dedico este filme à memória dos meus pais Waldemar Zilles e Erica Klaus Zilles.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Walachai; Frankenthal; Batatenthal (município de Morro Reuter); Jammerthal (município de Picada Café); Padre Eterno; Boa Vista do Herval (município de Santa Maria do Herval).

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:24:44 (Sulflix)
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:
Idioma: Português, dialeto alemão, com legendas em português.

DIVULGAÇÃO
Design gráfico: Cubículo.
walachai.wordpress.com

PREMIAÇÃO
• 2º Festival Nacional de Cinema e Vídeo Rural de Piratuba 2010: melhor trilha sonora.
• Arraial Cine Fest 5º Festival Internacional de Cinema e Vídeo, Arraial d'Ajuda 2012: melhor documentário (júri popular).
• 17º Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro [aos melhores de 2011] / Papo de Cinema: indicação: melhor documentário.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: Livre.
Distribuição: Ciclorama Filmes (Rio de Janeiro).

BIBLIOGRAFIA
MACHADO, Alisson. Os Brasis alemães nos documentários de sotaque do Rio Grande do Sul: figurações das identidades sob os signos das diferenças em Walachai e Berlim Brasil. Santa Maria: UFSM Universidade Federal de Santa Maria-Programa de Pós-graduação em Comunicação, 2014. 196f. Orientação: Cássio dos Santos Tomaim. [dissertação de mestrado]

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // Copyright, 2009 Zilles Produções //
Informações do verbete são do pressbook online.

Grafias alternativas: Pedro Lucas | Leonardo Maestrelli 'Leleco' | Márcio Jorge Carneiro | Instituto Goethe | Banda Brilha Som | Caroline Joanello | Hilton Kaufmann | Thiago Correa (cf. créditos)
Grafias alternativas (funções): Fotos still (cf. créditos)

Exibições


• São Paulo (SP), 33ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo [23 out-5 nov]-Mostra Brasil Competição,
Cine Bombril Sala 2, 23 out 2009, sex, 20h30
HSBC Belas Artes Sala 2, 24 out 2009, sab, 14h
Espaço Unibanco Sala 3, 26 out 2009, seg, 13h30
Unibanco Arteplex Sala 5, 29 out 2009, qui, 16h20

• Walachai (RS), ao ar livre, com tela de projeção e cadeiras montadas ao lado da Igreja do Walachai, 12 dez 2009, sab, 20h (para os moradores dos povoados que participaram)

• Florianópolis (SC), FAM 14º Florianópolis Audiovisual Mercosul [11-18 jun]-Mostra Extra-FAM, não-competitiva, Auditório da Reitoria-UFSC, 16 jun 2010, qua, 13h30

• München (DE), 28. FilmFest München-Exibição paralela, 2010

• Gramado (RS), 38º Festival de Cinema de Gramado [6-14 ago]-Mostra Panorâmica, Palácio dos Festivais, 13 ago 2010, sex, 14h

• Piratuba (SC), 2º Festival Nacional de Cinema e Vídeo Rural de Piratuba, set 2010

• Stockholm (SE), 6º BrasilCine [15-17 out], Biograf Zita, 16 out 2010, sab, 15h

• Berlin (DE), 6º Brasilianisches Filmfest

• Rio de Janeiro (RJ), Cinesul 18º Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo [14-26 jun]-Mostra Viagens e fronteiras, jun 2011

• Conservatória (RJ), Cine Música 5º Festival de Cinema de Conservatória, 2011

• Freistadt (AT), 24. Festival Der Neue Heimatfilm​ [24-28 ago]-Dokumentarfilm Wettbewerb, Kino 2, 25, 27 ago 2011, qui, 20h, sab, 18h

• Radstadt (AT), 10. Filmfestival Radstadt, 2011

• Rio de Janeiro (RJ), 15ª Mostra Internacional do Filme Etnográfico, 2011

• Porto Alegre (RS), 19 nov 2011, sab (para Clube de Cinema de Porto Alegre)

• Arraial d'Ajuda (BA), Arraial Cine Fest 5º Festival Internacional de Cinema e Vídeo [24-31 mar], Rigatoni Beach Club Brasil, 26 mar 2012, seg, 20h

• Porto Alegre (RS), Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 21-26 maio 2013, ter-dom, 16h20

• São Paulo (SP), 14ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro [5 dez-2 jan], CineSesc (R. Augusta, 2.075, Cerqueira César), 12 dez 2013, qui, 13h

• Rio de Janeiro (RJ), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [19 nov-1º dez], CCBB Centro Cultural Banco do Brasil, 20 nov 2014, qui, 19h30 (debate com diretora)

• Porto Alegre (RS), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [4-10 dez], Cinespaço Bourbon Shopping Wallig, 8 dez 2014, seg, 14h

• Porto Alegre (RS), MOPA Mostra Polo Audiovisual [4-10 dez], Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 9 dez, ter, 16h

• Porto Alegre (RS), Mostra Especial Primavera Gaúcha [21 set-13 out], Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 28 set 2023, qui, 19h

Arquivos especiais


Walachai recebeu a chancela oficial do Goethe-Institut para integrar a programação cultural do Ano da Alemanha no Brasil. Além de integrar o calendário da programação oficial será exibido nas unidades do Goethe-Institut das seguintes capitais:
-São Paulo
-Curitiba
-Brasília
-Salvador
As exibições serão seguidas de debates com a presença da diretora. O filme apresenta o resgate de um antigo dialeto que se perpetuou neste lugar e que já não existe mais nem sequer na Alemanha. O Goethe-Institut, valoriza o conteúdo do filme e vem apoiando sua realização através de bolsas de pesquisa, que possibilitaram a permanência da diretora na região do Hunsrück, na Alemanha durante três meses. É de lá que vieram os imigrantes que povoaram o Walachai. Mais recentemente, o Instituto viabilizou a ida da diretora para Munique, como única representante da America Latina, num Seminário Internacional de Cinema e com a possibilidade de exibição do filme em Munique.

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Walachai. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/621/walachai. Acesso em: 24 de abril de 2024.