Brasilien fica na Alemanha (2009)

Deutschland [Alemanha] – Brasil
Longa-metragem | Não ficção
cor, 83 min

Direção: Zé do Rock.
Companhia produtora: Gaga Produxiones

Primeira exibição: München (DE), Neues Arena (Hans-Sachs-Str. 7), 11 maio 2009, seg, 16h (para imprensa)

 

Brasilien fica na Alemanha ou Brasil fica na Alemanha é o segundo longa de Zé do Rock, ascendentes lituanos, alemães e russos, que cresceu no Brasil (nascido em Porto Alegre em 3 de junho de 1956). Sua intimidade com as culturas brasileira e alemã o leva a produzir este documentário que questiona os estereótipos e clichês sobre os dois países. Aparentemente caótico, no entanto segue uma estrutura segundo as palavras-chave que regem os alemães: Ordnung, Disziplin, Organisation [ordem, disciplina, organização]. São blocos temáticos introduzidos por uma criança segurando uma cartolina, com as seguintes palavras-tema, que se repetem: História / Musik / População / Geografie / Oekonomie / Linguistik / Kriminalität.
O filme usa um curioso dispositivo: no canto superior esquerdo, quando aparecem as bandeiras da Alemanha ou do Brasil, a ação se passa nestes países; e quando o entrevistado é brasileiro e está na Alemanha ou vice versa aparecem bandeiras dos dois países sobrepostas. São dezenas de entrevistas e performances (com "anônimos") com destaque para brevíssima aparição de Otto Guerra. Outro cineasta presente é Ralf Tambke.
Zé do Rock, depois do colégio, trabalhou em vários ramos e fez sua formação musical e artística (artes cênicas). Nos anos 1970 e 1980, com sua esposa, fez viagens que os levaram a diversas partes do globo. De 1979 até 1992 ele deu a volta ao mundo de carona e teve muitos problemas com ladrões, polícia e mulheres. Ao todo visitou 150 países. Ele se estabeleceu em Munique, onde iniciou sua carreira como escritor e artista de revista.
Seus livros são escritos em 'Ultradoitsh', 'Wunschdeutsch', 'Siegfriedisch' e 'Kauderdeutsch' (idiomas criados por ele com regras gramaticais e ortográficas próprias e com diversas origens, normalmente baseadas no alemão). A tradução em português pela editora gaúcha L&PM do seu primeiro livro, Zé do Rock, O erói sem nem um agá (1997), está escrita em 'brazileis'. Ele recebeu, entre outros, um bolsa da capital do estado da Baviera, Munique, em 1996, o prêmio satírico Pfefferbeißer e uma bolsa do Märkische Kulturkonferenz für Literatur.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Zé do Rock.
Entrevistados: Akim Weber, Aylin Bakar, Berni Mannl, Bert Burger, Celita Lucinda Rohr, Celso Lorenço Ragnini, Cesar Juksch, Christiane Brum & Mario Rutkauckas, Edson Wellington dos Santos, Elfriede & Otomar Matschulat, Eliane Weck & Klaus Hermann Schlichting, Eliseu Wiest, Elton Kleppker, Friedrich Ani (escritor), Gabi Bianchini, Gunnar Rickli Vargas, Günther Mittermeyer, Herwig Huber, Isabela & Marina Hauptmann, Jimmy Gaucho Pires, João Rode, Joseane da Cruz, Julian Leonardo de Azurdo, Kati & Lorenz Steve, Laura Schlotthauer, Liana Heraldine, Lilian Chang, Mainold Stahl, Manuel Nevarez, Mara Boehm, Marcio Eggers, Maria Leda Erich, Maria Yasin Jah, Marianne & Ivens Kirsten, Marta Luchesa, Martin Neier, Meriam Schäffler, Naila B. Junqueira, Nicolly Robalho, Oilson Antonio Alves, Oscar Gneipel, Osvaldo Jurck, Otto Guerra, Ralf Tambke, Regiane Riffel & Jürgen Wentz, Ricardo Eche, Rosani T. F. Vieira, Sandra Kolb, Siggi Daiber, Silvana Raseo, Silvio Rockenbach, Sonia Bogner, Stefanie Schnitzer, Susanne Froehlich, Suzanna Salles, Tarcisio Rodriguez, Telmo Lauro Müller, Ugur Bas, Vera Fritz, Verena & Denis Walter, Vinicius Dessoy, Wellington Hideo Miura, Zehra Spindler.
Não creditado (cf. site): Feridun Zaimoglu.
Agnes Matschulat (die blonde deutsche), Alexandre Nima (mini boy), Anderson Williams (negro professor), Ante Mamic (jugo), Arne Schmitt (pianist), Arnold Timmer (sitting hollander), Baby Mathiessen (estrelinha kindergarten), Bahman Samadi (el ariano), Barieli Mariano Mendes (mini mini boy), Beatriz Alves dos Santos (negra deutshe patriota), Bernd Kasparek (deutshe chinesa), Bianca & Livia (asiatas de Brasil), Celso Okuidara (helicopter pilot), Christa Richter (hoolahoop), Dudu Zoisl (po-pu-la-ção!), Günther Gebauer (hymne & taj mahnal), Lenz Lackner (cowboy & drag queen), Luiz Teixeira (comico man), Robert Tänzer (vocal), Rogerio de Queiroz (crocodilo man), Rony Celso dos Santos (soprano man), Valdemar Honnecke (acordeon man).
Performances: Abdullah M. Saleh, Ana Estrella Libertad, Rickli Vargas, Beliza Trindade, Carmem Soares, Elissandra America Martins-Müller, Fred Ullrich / Rádio Jaraguá (Jaraguá do Sul, SC), Izzi Makvandi, Jasmin Simao, Laura Ampula, Leandro Costa, Niko Burger (trompet), Paulo, Sylvia Drudik, Tanzgruppe Komm Tanz mit uns, Tiago Salis, Ulisses Dourado, Waltraud Roiger, Wilson de Moraes.

DIREÇÃO
Direção: Zé do Rock.

ROTEIRO
Roteiro: Zé do Rock.
Traduções: Inez Hilltrop.

PRODUÇÃO
Produção: Zé do Rock.
Coprodução (Brasil): Antônio Bulhões, Hugues Lefevre.
Apoio logístico: Alexis Christopher Hack, Barbara Brabender, Calico Wendel, Christiane Gneipel, Christiane Lange, Liana Heraldine, Malu Fontenelle, Markus Kuhn, Martin Schmitt, Michael Weers, Monica Coutinho de Souza, Pia Gebauer, Rosanna Gebauer, Suzanne Bürger.
Superapoio logístico: Baby Mathiessen, Franky Heidbrink, Monika Hemmer, Rosvitha & Luiz Metzler.
Mega-apoio logístico: Matti Bauer.
Apoio técnico: Alexander Burgkart, Christian Hinz, Hans Kornmann, Klaus Brandenburg, Kortwich Verleih, Martin Schmitt, Max Rammler, Peter Frese.
Direção técnica – fase I: Christoph Konrad.

FOTOGRAFIA
Operação de câmera: Christoph Konrad, Frank Sputh, Martin Schmitt.

Fotografia de cena: Frank Sputh, Martin Schmitt, Vinicius Roberto de Souza Pinto.

ARTE
Direção de arte: Herwig Huber.
Apoio gráfico: Joachim Jung.
Caricatura: Niko Burger.

SOM
Som: Christoph Konrad, Frank Sputh, Martin Schmitt, Manuel Navarez, Eric Schäfer, Nic Nagel, Niko Burger, Tassilo Letzel. Não creditado: Peter Knautzsc.

MÚSICA
Consultoria musical: Felipe Tadeu.

Músicas:
• "Yes I know" por Coral de Teutônia
• "Was Wäre" por Intensive Erfrischung
• "Alma não tem cor" (música, letra: André Abujamra) por Karnak
• "Feijão com chucrute" por Marcio Tubino
• "Lição de twist" por Meire Pavão
• "Orgasmatron" (Ian Fraser Kilmister, Michael Burston, Pete Gill, Phil Campbell) por Sepultura
• "Born to be wild" (música, letra: Mars Bonfire) por Steppenwolf
• "Samba para Yasar e Ismail" por Ugur Bas
• "Beira-mar" (música, letra: Zé Ramalho) por Zé Ramalho [créditos finais]
• "Minha tribo sou eu" (música, letra: Zeca Baleiro) por Zeca Baleiro
• Magali & Wanderli
• Michael Milde

Outras músicas:
• "Bajulans" (Manoel Dias de Oliveira, 1734-1813) por Coral BDMG na Estrada Real; maestro: Arnon Savio Reis de Oliveira
• "La Mer" (música, letra: Charles Trenet) por Charles Trenet
• "O Som que faço" por Gunnar Rickli Vargas
• "5ª sinfonia" (música: Ludwig van Beethoven; versão forró: Oswaldinho do Acordeão)
• "Hino Nacional Brasileiro" (música: Francisco Manuel da Silva, letra: Joaquim Osório Duque-Estrada) trecho pelos entrevistados

ARQUIVO
Materiais não creditados.

FINALIZAÇÃO
Montagem: Rupert Mahner, Christoph Konrad.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
As gravações serão feitas com uma câmera Panasonic AG-DVX 100 AE
Camera equipment: VS – Georg Höhenleitner.
Ambient ton: super sound sponsor.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Gaga Produxiones (München).
Financiadores: Alessandra Cama & Uwe Hettrich, Andreas Ammann, Bettina & Kristian Vocke, Gislind & Helmut Binder.
Finansu: Casa do Brasil München.
Investidores: Alex Conradi, Angelika Gärtner, Bodo Salomon, Gritli & Martin Lünig, Günther Eisele, Heidi van Galen, Helmut Klewan, Jana & Vladimir Skrivanek, Johanna & Peter Vocke, Jörg Weber, Linda & Johannes Korn, Lucy Mellersh, Maria & Hajo Lange, Maria & Helmut Burger, Martin Schmitt, Michael F. Wolff, Olaf Uhde, Robert Karl, Robert Tänzer, Ute Mann, Ute Suchanka, Uwe Salomon, Walli Tänzer, Walter Schinner, Wolfgang Gosch.
Superinvestidores: Christiane Lange, Gile Haindl.
Megainvestidor: Eduard Blyth.
Moni moni: Alexander Steinmetz, Bernhard Ludwig, Brigitta Rambeck, Fernando dos Santos, Gaby Seibl.

AGRADECIMENTOS
Dank yu: Chico's Bar / frau Riedmaier, El Fuego Restaurante (Gramado), Grupo de Teatro Boca.
Dank yu!: CTG 35, Michael Schottenhamel, Pizzeria Bei Mario, El Plazamedia-gang, Renate und Karl-Heinz Hein vom Loft, Schule zur Sprachfoerderung an der Stielerstr. (München) / hr. Hieber, hr. Priesel, Tapas Bar (München).

FILMAGENS
Cronograma de gravações:
Alemanha [Deutschland], em München; Berlin; Ekel; Husum; Geil; Wismar; Busendorf; Hundeluft; Roßlau; Oberkaka; Unterkaka; Leipzig; München;
Brasil / SP, em São Paulo; Fuck;
Brasil / RS, em Gramado; Três Coroas; Novo Hamburgo; São Leopoldo; Teutônia; Porto Alegre; Itaimbezinho; Torres;
Brasil / SC, em Praia do Rosa; Florianópolis; Blumenau; Pomerode; Schroeder; Jaraguá do Sul; Joinville;
Brasil / PR, em Curitiba;
Brasil / SP, em São Paulo; Americana; Holambra; Penedo;
Brasil / RJ, em Paraty;
Brasil / SP, em São Paulo;
Alemanha [Deutschland], em München; Narrenstetten; Afterhausen; Tuntenhausen; München.
Período: julho-dezembro 2004.

Pós-produção: até março de 2005

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:23:09
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO
Imprensa: Andrea Naica-Loebell.
Web: Günther Eisele.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato:

OBSERVAÇÕES
Complementação aos créditos: site de Zé do Rock e contato por mail com G. Póvoas.
Os autores das músicas não estão creditados.
Cf. créditos finais: // Nich alle rechte konnten eindeutig geklärt werden. Eventuell benachteiligte können sich gern mit der produktion in verbindungen setzen. //

Grafias alternativas: Rupert Tigrao Mahner | Oto Guerra
Grafias alternativas (funções): direxion, produxion et otre detailes | super edito, post-produxion | co-produxion Brasil | translasiones | product designer | pressa | interviu | performans e performance | heroico performans [para Elissandra America Martins-Müller] | financis | finanso | investo | investa | investi | super soundo | camero | grafico help | Mega investo | Super investa | Mega logístico help | Super logístico help | Logistico help | Tecnico help | musica consulto | Mega investo | Super investa | moni moni | super camero, soundo, edito, tecnico diretor fase I | soundo, caricatur, trompet

BIBLIOGRAFIA
ROCK, Zé do. Fom Winde ferfeelt. Berlin: 1995.
ROCK, Zé do. Zé do Rock, o erói sem nem um agá (por ele mesmo). Porto Alegre: L&PM Editores, 1997. 311p. Prefácio: Maria Luiza Fontenelle. Tradução de: Fom Winde ferfeelt.
ROCK, Zé do. UFO in der Küche – Ein autobiografischer seiens-fikschen [OVNI na cozinha]. Leipzig: 1998.
ROCK, Zé do. Deutsch gutt sonst Geld zurück [Alemao é bom, se não dinheiro de volta]. München: Kunstmann, 2002.
ROCK, Zé do. Jede sekunde stirbt ein nichtraucher [A cada segundo morre um não-fumante]. München: A1 Verlag, 2009.
ROCK, Zé do. Per anhalter durch die brasilianische galaxis [Mochileiros do espaço brasileiro]. München: 2014.

Exibições


Sessões-teste 2006-2008:

• München (DE), Völkerkundemuseum München, 31 mar 2006, sex, 19h
• München (DE), Filmtheater am Sendlinger Tor, 30 abr 2006, dom, 11h
• Jena (DE), STURA campus, 20 jun 2006, ter, 21h
• Berlin (DE), Galerie Forum Berlin am Meer (Kollwitzstr. 54), 28 jun 2006, qua, 20h
• Hamburg (DE), Metropolis, 21, 24 set 2006, qui, dom, 19h
• Berlin (DE), IAI Iberoamerikanisches Institut, 4 out 2006, qua, 19h
• Nantes (FR), CCFA, 13 dez 2007, qui, 19h
• Ulm (DE), Volkshochschule Einsteinhaus, 25 abr 2008, sex, 19h
• München (DE), Seidl-Villa München, 29 abr 2008, ter


• München (DE), Neues Arena (Hans-Sachs-Str. 7), 11 maio 2009, seg, 16h (para imprensa)
• München (DE), Maxim (Landshuter Allee 33), 12 maio 2009, ter, 20h (première)

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Brasilien fica na Alemanha. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/666/brasilien-fica-na-alemanha. Acesso em: 12 de abril de 2024.