Eu odeio o orkut (2011)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Ficção
DVD, cor, 130 min / 138 min (sem cortes)

Direção: Rodrigo Castelhano, Evandro Berlesi.
Companhia produtora: Alvoroço Filmes; Phoenix Records

Primeira exibição: Alvorada (RS), Praça Central João Goulart, 27 fev 2011, dom, 19h (pré-estreia)

 

Eu odeio o orkut é uma comédia adaptada do livro homônimo de Evandro Berlesi, lançado em 2007 (2.ed. em 2008). É o segundo exemplar do Projeto Alvoroço em Alvorada, que consiste em produzir filmes de baixo orçamento inteiramente alvoradenses, com equipe, elenco e trilha sonora locais. O custo total foi de 30 mil reais, bancado pelos próprios realizadores, e sem pagamento de cachê aos atores. Os trabalhos enfrentaram atrasos, sendo que a montagem demorou um ano para ficar pronta. De forma bem-humorada, o enredo gira em torno de um grupo de pessoas que se viciou no modo de vida virtual, precisando ser internada numa clínica para tratar a dependência. Há a figura de um narrador, chamado apenas de escritor, que recebe a missão de contar a história de um dos pacientes da instituição: Jader. A instituição tem interesse em publicar o material, a fim de obter maior notoriedade. E não se importa que o autor seja um paciente, também.

Jader está preso a uma cama, em péssimo estado de saúde. Através de flashbacks, o roteiro procura explicar a origem da internação. Os problemas começam a partir do momento em que o rapaz inicia namoro com Bruna, uma jovem que conhece na internet. Ainda que o envolvimento seja satisfatório, ele teme ser dispensado pela namorada no quinto mês de união – já que essa maldição o acompanhou, ao longo da vida. Disposto a evitar nova rejeição, Jader ouve os conselhos de um suposto "especialista em relacionamentos", que o orienta a causar ciúmes na garota. O plano consiste na criação de um perfil feminino falso no orkut, administrado pelo próprio indivíduo – e que demonstre muito interesse numa maior aproximação. A foto do perfil fictício pertence a uma rica mulher europeia, Utizuruluvrala Hanzza, embora lhe seja dado um nome mais brasileiro (Laís). Ao saber da história, Bruna tem a atitude oposta: não tenta preservar o vínculo, e sim encerrá-lo.

Criado pelo engenheiro turco Orkut Büyükkökten, o site foi uma verdadeira febre entre 2004 e 2011, até ser superado por concorrentes como o facebook, instagram e twitter. A maior parte dos frequentadores do orkut pertencia a países como Índia e Brasil. Tais plataformas nasceram para proporcionar interações sociais através da internet, conectando indivíduos separados geograficamente em comunidades de interesse comum. Mas as empresas responsáveis por esses negócios também sofreram acusações de uso indevido de dados de usuários, além de indiretamente estimularem problemas como ansiedade ou depressão. O orkut encerrou as suas atividades em 2014, mas um museu com seu acervo de seus conteúdos ainda ficou no ar por algum tempo. Em 2022, especulou-se sobre um eventual retorno.

A revista Rolling Stone opinou sobre o longa, chamando a atenção para "atuações amadoras e áudio de má qualidade" – compensadas pela proposta corajosa de discutir o assunto. O roteiro foi caracterizado como "chulo", com referências pop inusitadas – como a inclusão de um personagem comparado ao cantor Michael Jackson (1958-2009). Já o site Cinema sem Erros fez críticas relacionadas à falta de ritmo, em função de uma estrutura episódica (vinhetas que imitam barras de status em computadores) que dura excessivos 129 minutos. O texto elogiou, porém, as discussões a respeito do mau uso das redes sociais, consideradas certeiras – ainda que rasas.

Nos extras do DVD, a atriz Luana Piovani explica que aceitou fazer uma pequena participação especial para apoiar a determinação dos jovens realizadores. O jornal Diário Gaúcho informou que a presença da atriz mobilizou a comunidade local. Em uma locação, próxima de uma fruteira na Praça Central de Alvorada, populares se aglomeravam para assistir a sequência em que sua personagem chega à cidade – o que demandou a interdição de ruas próximas. Dezenas de fãs também compareceram à sede da Prefeitura, onde um esquema especial de segurança foi montado. Isso não impediu que a intérprete pudesse conversar com as pessoas, num camarim improvisado.

Este é segundo longa gaúcho da paulista Luana Piovani, depois de O Homem que copiava (J. Furtado, 2003). Ela ainda vai trabalhar em Insônia (B. Souza, 2012). Participam nomes conhecidos como Antonio Carlos Falcão, Julio Rocha e Jairo Mattos – que atua em São Paulo, mas é natural de Alvorada e voltará em outros filmes da Alvoroço. Jéssica Amaral, que também integra o elenco, veio a ser capa da revista Playboy, em fevereiro de 2012. João Carlos Brum (PTB-RS), prefeito de Alvorada por dois mandatos (2005-2008 e 2009-2012) faz uma ponta. A produção foi exibida pelo canal Cine Brasil TV, antes de ser disponibilizada no YouTube oficial da Alvoroço Filmes – onde alcançou a expressiva marca de 250 milhões de visualizações.

Sinopse


Sinopse curta:
Internados em uma clínica de reabilitação para dependentes virtuais, os viciados em internet se empenham em escrever um livro idiota contando suas trajetórias infelizes do nascimento ao offline do poço.

Sinopse desenvolvida:
Epígrafe: // "Pedras, paus e armas podem feri-lo, o ORKUT pode lhe causar danos irreversíveis". William Shakespeare (1564-1616) //

Em uma clínica para dependentes virtuais, indivíduos sofrem para controlar o seu vício no uso da tecnologia. Alguns precisam carregar computadores presos pelas pernas, a fim de sentirem o peso de suas responsabilidades. Outros possuem relatos de vida muito sinceros, como Laurindo. Ele perdeu uma oportunidade de emprego por estar inscrito em uma comunidade do orkut chamada "Eu odeio trabalhar". Já outro paciente, Miro Logrando, foi preso por ter tentado enganar pessoas honestas, através da criação de sites de cunho duvidoso, como "Entre e fique rico". Por sua vez, Saloio – um dos primeiros moradores de Alvorada a ter internet – foi vítima de uma síndrome que o fez digitar permanentemente as teclas de um teclado, até perder os braços.

Um dos doentes, chamado Jader Bertola, quer que um colega de quarto escreva um livro sobre a sua história de vida, a fim de evitar que outras pessoas passem pelos mesmos problemas que ele. O diretor da clínica afirma que haveria interesse na publicação desse material, e convida o potencial autor, um outro interno conhecido apenas como "escritor", para conversar com o dono de uma editora. As conversas são produtivas, mas a reunião é interrompida por conta da descoberta de um notebook escondido na ala de número 7. O escritor trabalhava em uma imobiliária fracassada, e sonhava em se relacionar com uma colega. Em um certo dia, recebeu um e-mail em inglês, convidando-o a ingressar no site orkut. Ao ingressar na rede social, não conseguiu mais controlar o seu interesse em visitar páginas pornográficas.

A história de Jader começa a ser contada, a partir do download de seu cérebro, brinca o escritor. Desde pequeno, ele foi vítima de uma série de golpes, como aceitar trocar um rádio antigo (e de estimação) da avó por um galo doente. Posteriormente, o indivíduo sofreu bullying dos colegas de escola, e também não teve muito sucesso com as mulheres, demorando a perder a virgindade. Após ter tido sua primeira vez com uma prostituta, ele arrumou algumas namoradas – invariavelmente sendo dispensado após cerca de cinco meses de relacionamento. Adulto, após finalmente deixar a casa da mãe, Jader meteu-se em encrencas ao comprar um DVD pirata.

Um revisor de português é enviado para a clínica, a fim de ajudar na correção ortográfica do livro. Ele monitora os trabalhos do escritor, mas implica com o trabalho executado até então, querendo saber detalhes sobre o significado de termos como "um par de andarolas". Um glossário é sugerido, enquanto o drama central de Jader é revelado. Após se apaixonar por uma moça que conheceu no orkut, sua vida nunca mais foi a mesma. O casal namorou por dois meses através da internet, antes de finalmente se ver. No primeiro encontro, ele diz ser roteirista, mesmo jamais tendo trabalhado com o assunto. A dupla demonstra um bom entrosamento.

Após quatro meses de relacionamento, Jader está contente: normalmente, era sempre trocado – por um carro, por um diploma ou por qualquer um que não morasse em Alvorada. O problema, porém, passa a ser superar a maldição do quinto mês. Ele procura Jorge, um conselheiro amoroso, para obter dicas. Jorge sugere a criação de um perfil falso, no qual se passaria por uma mulher atraente que estaria interessada nele – a fim de criar uma concorrência falsa. Jorge sugere até o nome do perfil falso, que vem a ser uma ex-namorada dele. Para compor a foto, busca a imagem de uma mulher europeia, muito bela.

Ficha técnica


ELENCO
Marcos Kligman (Jader Bertola),
Evandro Berlesi (Escritor),
Jerry Lucas (Miro Logrando), Renato Jackson (Gago Jackson), Anderson Vieira (Saloio),
Marcos Roberto Dihl (Laurindo da ema), Jéssica Amaral (Revisora), Ângela Braum (Enfermeira),
Larissa Hoffmeister (Bruna Banditte), Daniel Machado (Enfermeiro), Cris Garcia (Revisor),
Anderson Dravasie (Chico Torto), Reinaldo 'Sogipa' Barbosa (Pablo Bagister), Ed Ricardo (Tio Laerte), Mauricio Lopes Ferreira (Mano Ranho).
Participação especial: Luana Piovani (Utizuruluvrala Hanzza), Julio Rocha (Giácomo), Jairo Mattos (Dr. Nika Voltz), Antonio Carlos Falcão (Diretor da Clínica).
Convidados: Lobisomen, Luana Soft, Sidnei Borba, Diego César, Carlos Brum, Celso Dornelles, Graça Garcia, Nego João, Ildefonso Milcharek, Rodrigo Schin, Carlos Soares, Jéssica Ribeiro Maciel, J. A. Phoenix, Endrigo, Grupo Nação Periférica, Poetas Sedutores.
Ronaldo Ambrosio, Maiara de Ávila, Ravini Rodrigues, Katy Oliveira, Milara dos Santos, Édinho 'Poderiu', Valdeni Peck, Cleverson Ferreira, Douglas Bassedoni Pedro, Naira Borba, Lari Rees, Roberta Rohde Saldanha, Francine Latroni, Juliana de Mello, Monique Ouriques, Matheus Carvalho, Leonardo Leal, Lucyan Butori, Douglas Cruz, Kim Maxwell, Jonathan Berro, Dianne Pacheco, Jeferson 'Bolacha', Anderson Gomes 'Sr. Gomes', Vanessa Lemos, Douglas Oliveira, Toni Linhares, Ronaldo 'Toco' Bertola, Cássio Shikamaru Cardoso, Cah Pautasso, Deiwith Hedlund, Carlitos, Rodrigo Castelhano, Vanessa Cassali, Erli dos Santos, Nathalia Machado, Brenda Kethlyn, Bia Chagas, Ana D'Avila, Thierry Linhares, Victória Andressa, Joice Cristine, Bárbara Pfluck, Carolina Uxa S. dos Santos, Nanda Nery, Franciele Fernandes, Juliano Bueno, Flávio (Confraria do Vídeo), Rosangela (Hello), Toninho Mixaria, Benedito 'Sagui' Soares, Édina Silva, Henrique Gonçalves, Talita Baldissera, Will Coiffer, Thayller Linhares, Herik Castelhano, Giovanni Jaime, Jonathan Alves, Laíse Nunes Pereira, Josiane B. Carvalho, Suelen Hermann da Cruz, Ana Caroline de Oliveira, Jéssica Poeta, Adir José Secco, Brenilcio (Africans Bar), Cristiane F. Ramos, Marafiga, Lauro Colioni, Luciano Lencina Mello, Daniel Brock Antunes, Luis Cremer Junior, Kid Bagual.
Sacolé de Pus: Alexandre Leeh, Everton Carvalho, Felipe Chagas.
Figuração: Nego Fiu, Fabrício Rosa, Eder Fraga, Quim Matusalem, Elton 'Queixada', Ana Lucia Pautasso, Kevin Castelhano, Olmiro (Virtual), Edite Claudete Zappe, Mauricio Ferreira, Jairo Carvalho, Taylor dos Santos da Silva, Jou Jou, Jhou, Jenifer de Souza, Fabiana Aparecida Fernandes, Maicon da Fonseca da Silva, Ana Paula da S. do Santos, José Adenoir Freitas, Maria de Lourdes da Silva, Lisiane da Silva Rodrigues, Maicon da Silva Rodrigues, Solange da Silva Rodrigues, Cristini Pens Larroque, Jeniffer A. R. Machado, Maria Gulart, Francisco A., Lucimar de Oliveira, Fernando Cidade, W. Guerreiro, Leonardo Eich, Camila da Silva, Ariélle Araújo, Jean Borges, Rodrigo Cruz, Suzany Vidal Farias, Eduardo Pereira Ribeiro, Kathleen Ariane, Meriane Dreher Portela, Thayza Lima da Silva, Franciele Maidona, Kelli B. Schneider, Diego de Souza Beretta, Rafaela M. B. Pimentel, Alana D. P. Bitencourt, Letícia Beatriz S. Perdoná, Leonardo da Rocha, Mateus M. de Almeida, Rafael Dias, Maicon Casado da Silva, Vilmar Grassotti Dihl. E + um bando de gente que não deu pra entender o nome na ficha... hahaha!
Dublê de Jairo Mattos: Leandro Berlesi.
Vozes: Diane Pacheco (Raquel), William Gabriel (Léo), J. A. Phoenix (voz do carro de som), Ildefonso Milcharek (voz do trote).
Felipe Chagas (imitação tosca de Silvio).
Assistentes do Dia "L": Ronaldo Ambrosio, Anderson Dravasie, Mey Rez, Will Coiffer, Lauro Colione, Mari.

DIREÇÃO
Direção: Rodrigo Castelhano, Evandro Berlesi.
Preparação de atores: Rodrigo Castelhano, Ivo Schergl Jr., Antonio Carlos Falcão, Evandro Berlesi.

ROTEIRO
Infame adaptação do livro Eu odeio o orkut, de Evandro Berlesi.
Roteiro: Evandro Berlesi.

PRODUÇÃO
Produção: Evandro Berlesi.
Produção executiva: Alexandre Leeh, Evandro Berlesi.
Assistência de produção: Jamaikah Santarém, Dianne Pacheco, Cleverson Ferreira.
Produção de elenco: Cristiano Lencina.
Produção de set: Marcos Roberto Dihl, Felipe Chagas.

EQUIPE Projeto Alvoroço 2
Criação, produção, direção geral: Evandro Berlesi.
Captação de recursos: Evandro Berlesi, Rodrigo Castelhano, Alexandre Leeh.
Logomarca: Fred Messias / Fr3D (Porto Alegre).
Vinheta: Giovani Borba, Marcus Braga.
Design gráfico: Fred Messias / Fr3D (Porto Alegre).
Assessoria de imprensa: Evandro Berlesi.
Fotografias: Jamaikah Santarém, Vilmo Jr..
Divulgação: Everton Carvalho, Jeferson 'Bolacha', Alexandre Leeh, Cristiano Lencina, Diego César, Jonathan Alves, Marcos Roberto Dihl, Vanderlei Teixeira.
Música tema: "Riso solidário" (música, letra: Leandro Berlesi).

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Rodrigo Castelhano.
Operação de câmera: Rodrigo Castelhano, Everton Carvalho.
Fotografia de cena: sr. Gomes, Vilmo Photo, Jamaikah Santarém.

ARTE
Cenografia: Julio Freitas, Everton Carvalho.

Confecção de figurino: Bruna Almeida, Mey Rez.

SOM
Captação de áudio: Everton Carvalho, Cristiano Lencina.

MÚSICA
Direção musical: Evandro Berlesi
Trilha sonora: Sacolé de Pus
Todas as músicas da Sacolé de Pus foram gravadas no estúdio AC3 com direção musical de Alexandre Leeh.

Músicas:
• "Dependente virtual" (música, letra: Evandro Berlesi, Everton Carvalho, Alexandre Leeh) por Sacolé de Pus
• "M. S. A. (Aleluia)" (música, letra: Jasmins do Paraíso) por Jasmins do Paraíso
• "Gravidade" (música, letra: Vinicius Lemos, Fredi Brum) por Aflite
• "Warriors of tomorrow" (música: Deivid Moraes, Lucas Lara) por Deivid Moraes, Lucas Lara
• "Talvez um dia" (música: Cruz de Malta, letra: Willian Demari) por Cruz de Malta
• "Dicky James" (música, letra: Gustavo, Kostela) por Dicky James
• "Faz o chão tremer" (música, letra: Fiapo Soldado, Capataz) por Soldados
• "Chá de sumiço" (música: Fluxo Verbal, letra: Eduardo, Daniel) por Fluxo Verbal
• "Baile do Chico Torto" (música, letra: Gildo de Freitas; versão: Alexandre Leeh) por Sacolé de Pus
• "Bem de cantinho" (música, letra: Jerry Lucas) por Bala Gasosa
• "Riso solidário" (música: Leandro Berlesi) [instrumental] por Rafael Zinho
• "Fracassão" (música: Alexandre Leeh, letra: Alexandre Leeh, Evandro Berlesi) por Sacolé de Pus
• "Me deixe em paz" (música, letra: Cardoso, Pyérre, Ray) por Rapeyzze
• "Lalaia" (música, letra: Christofer) por Kid Bagual
• "Funk dos dois" (mixagem: Everton Carvalho)
• "Meu blues é um blusão" (música, letra: Christofer) por Kid Bagual
• "Palavras sem sentido" (música: Quilha, letra: Alessandro da Silva) por Quilha
• "Ela vem" (música, letra: Gustavo, Kostela) por Dicky James
• "Minha boca de encostado" (música: Felipe Chagas, letra: Evandro Berlesi) por Felipe Chagas
• "Eu posso" (música: DJ Martins, letra: Proffeta) por Proffeta
• "Recomeçar" (música: Alessandro Bocca, Daniel Geremias) por USB
• "Sobre nós dois" (música, letra: Alexandre Leeh) por Alexandre Leeh
• "Outro alguém" (música: Quilha, letra: Alessandro da Silva) por Quilha
• "Xalalá, olhe pra mim" (música, letra: Gérson Mello) por Gérson Mello
• "Laissa" (música, letra: Maninho Melo) por Maninho Melo
• "Apenas um sorriso" (música, letra: John Denwer) por Caihro
• "Estradêra" (música: Verde Black, letra: Dili) por Verde Black
• "Palavras" (música: Cruz de Malta, letra: Willian Demari) por Cruz de Malta
• "Nem tudo que parece é" (música, letra: Niko Hay Kay) por Hay Kay
• "Menina dá uma chance" (música, letra: Carlos Moacir) por Carlitos
• "Outro final" (música, letra: John Denwer) por Caihro
• "Só mais um dia" (música: Denílson Reis, letra: Carlos Juliano) por Fluxo Urbano
• "Uma Flor" (música: DJ Martins, letra: Proffeta) por Proffeta
• "Crer p/ ver" (música: Kim Maxwell, letra: Kim Maxwell, Rafa Batera) por Verde Black
• "Inércia paranóica" (música, letra: Jasmins do Paraíso) por Jasmins do Paraíso
• "Vou te levar ao paraíso" (música, letra: Carlos Moacir) por Carlitos
• "Estilo sedutor" (música, letra: Pedro Lima) por Poetas Sedutores
• "Ontem" (música: Christofer, letra: Evandro Berlesi) por Kid Bagual
• "Sonda-me Daiane" (música, letra: Jasmins do Paraíso) por Jasmins do Paraíso
• "Resposta falsa" (música, letra: Felipe Kwiecinski) por F5
• "A Noite é uma criança (Remix)" (música: Fluxo Verbal, letra: Eduardo, Daniel, Estefani) por Fluxo Verbal
• "Tango do meretrício" (música, letra: Luiz Bastos, Mauro Ferreira) por Ildefonso Milcharek
• "Recomeçar" (música: DJ Martins, Júnior, letra: Proffeta, Bijú) por Proffeta
• "Milonga que não vale um ovo" (música: Rafael Lopes, Rafael Zinho) [instrumental] por Rafael Lopes, Rafael Zinho
• "O Sangue das ruas" (música: Banda Block, letra: Lucas Block) por Banda Block
• "Meu destino eu sei" (música, letra: Nego João, Joca) por Nego João
• "Ligo pra vc!" (música, letra: Nego João, Joca) por Nego João
• "O Jogo" (música, letra: Lucas Rocha) por Deefatto
• "Precisando de amor" (música, letra: Gaúcho Dom Pedrito) por Gaúcho Dom Pedrito
• "Xilarmônica" (música, letra: Christofer) por Kid Bagual
• "Duda Calvin" (música, letra: Jasmins do Paraíso) por Jasmins do Paraíso
• "Quando amanhecer" (música, letra: Lucas Block) por Banda Block
• "Feliz por um dia" (música, letra: Daniel Machado) por Banda D+
• "Just my destiny" (música, letra: Lucas Rocha) por Deefatto
• "Flores de primavera" (música, letra: Maninho Melo) por Maninho Melo
• "Borboleta atíria" (música, letra: Maninho Melo) por Maninho Melo
• "Éh nóizz memo" (música: DJ Martins, letra: Proffeta) por Proffeta
• "Conselho de mãe" (música, letra: Maninho Melo) por Maninho Melo
• "São Valadão" (música, letra: Evandro Berlesi, Everton Carvalho) por Sacolé de Pus
• "Eu odeio o orkut (homem digital)" (música, letra: Christofer) por Kid Bagual

Músicas domínio público:
• "My fair lady" por David Byrne
• "Wataridori 2" por Cornelius
• "Fake french" por Le Tigre
• "Sister saviour (Blackstrobe remix)" por The Rapture
[as quatro músicas acima são do CD: Wired: Rip. Sample. Mash. Share. Cool Music distributed under a Creative Commons License, Wired, nov 2004; faixas 02, 13, 09 e 12/16]
• "Love games" por Superphones

ARQUIVO
Na TV:
Filme: Pára, Pedro! (Pereira Dias, 1969), com José Mendes.
Clipe: Vou te excluir do meu orkut (Ewerton Assunção, Tavinho).

FINALIZAÇÃO
Montagem: Alfredo Barros, Alexandre Guterres, Tyrell Spencer, Alberto Feoli, Rodrigo Castelhano, Evandro Berlesi.
Desenho de som: J. A. Phoenix.
Som e mixagem: J. A. Phoenix.
Finalização: Rodrigo Castelhano, Evandro Berlesi, J. A. Phoenix.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
As oficinas de interpretação foram realizadas nas dependências da QI Alvorada.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Alvoroço Filmes (Alvorada); Phoenix Records (Alvorada).
Patrocínio: QI Escolas e Faculdades; Dental Arte – Clínicas Odontológicas; Aramodu; Virtual Materiais de Construção; Agafarma – Sinta-se bem, sinta-se em casa; Mercofarma; São Marcos – Escola e Faculdade; Teka – Tradição em preços baixos; Metropolitana – Materiais de Construção Ltda.; Mais Gás na sua vida; Pedrabranca Futebol Clube.
Apoio: Hello! English Course; Maurício Ótica – Joalheria e relojoaria; Despachante Vilson; Klausuras – Atitude ao vestir; Confraria do Vídeo; Equilíbrio Academia; AC3 Estúdio; Ray Produtora; Kürbis; Apema Locação de Equipamentos de Produção Cinematográfica; Odesign.com.br

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Carlos Brum, Giovane Garcia, Jussara Mendes, Jussara C. V. de Bitencourt, Darlene Pagani, Dudu / SMED, Marcos Otto, Gerson Luiz, Márcio Barcellos, Eder Fraga, Vânio Presa, Jairo Carvalho, Nelson Flores, Rodrigo Schin, professor Borba, Sergio Tarragô, Stela Farias, Paulinho Gracioli, Lenon, Zoca, Nerlene Beras, Werner Pfluck, José Carlos / Nosso Jornal, jornal A Semana, Nelson Medeiros / C. Dinâmico, Jornal de Alvorada, jornal A Folha, Carlos Soares / Olhar TV, jornal Diário Gaúcho, jornal Zero Hora, J. A. Phoenix, Rafael / CCS, Joceline Lodi, Mey Rez :), Silvana e Jussandro Oliveira, Denis / Kürbis, Claudete T. Brock Antunes, Ortoplan Espec. Odontológicas, Mari e Gérson Matos, Mauro / Cruz de Malta, Adir / PPG, Vagner / Restaurante Atlântico, Joel de Bortoli, Gráfica São Jorge, Danceteria Nova Geração, Pizza House, Bar Pica-Pau, Miranda Bar, Paulinho / Restaurante Daruma, Vidraçaria Gonçalves, TV Kauana, Centro Florestan Fernandes, Prefeitura Municipal de Alvorada, SMED Secretaria Municipal de Educação, 24º Batalhão da Brigada Militar, tenente coronel Edson B. Estivalet.
E + uma galera que não lembramos no momento... perdão!
Obrigado Alvorada!!!

FILMAGENS
Brasil / RS, em Alvorada, gravado em 2009 e 2010, em quatro meses

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 2:09:44 (DVD) / 2:16:14 (YouTube: versão sem cortes)
Som: Dolby Digital 2.0 / Dolby Digital 5.1
Imagem: cor
Proporção de tela: 1.85
Formato de captação:
Formato de exibição: DVD

DIVULGAÇÃO
Site: Oberte Feijó.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: Livre.
DVD duplo: Distribuição: São Paulo: Signature Pictures 4287 / 4288. Autoração: 12 jul 2011.
DVD 01: Filme [embora tenha link para Extras, nada consta]. DVD 02: Extras.
Contato: Alvoroço Filmes.

EXTRAS DVD 02
• Julio Rocha. Telas com biografia.
• Luana Piovani. Telas com biografia.
• Evandro Berlesi. Telas com biografia.
• Lançamentos. Telas com títulos internacionais. Duração: 01:10.
• Posteres. Telas com dois posters + capa do livro Eu odeio o orkut. Duração: 00:12.
Clipe: Sacolé de Pus: Baile do Chico Torto (música, letra: Gildo de Freitas). Trechos do filme. Duração: 02:40.
Cenas deletadas. Duração: 23:01.
Making of. Sinopse: Depoimentos. Testes de elenco. Clipe: Sacolé de Pus: São Valadão (música, letra: Evandro Berlesi, Everton Carvalho) com trechos de arquivo de Os Cafajestes (Ruy Guerra), com Jece Valadão. Identidades: Evandro Berlesi (diretor, roteirista), Rodrigo Castelhano (diretor), Luana Piovani (atriz), J. A. Phoenix (sound design). Duração: 25:10.
Clipe: Sacolé de Pus: Fracassão (música: Alexandre Leeh, letra: Alexandre Leeh, Evandro Berlesi). Trechos do filme, com Marcos Kligman. Duração: 04:05.
Patrocinadores. Comerciais: Escolas e Faculdades QI + Agafarma – Sinta-se bem, sinta-se em casa + Mercofarma + Virtual Materiais de Construção + Aramodu + Teka – Tradição em preços baixos + Metropolitana – Materiais de Construção Ltda. + São Marcos – Escola e Faculdade + Pedrabranca Futebol Clube + Mais Gás na sua vida + Dental Arte – Clínicas Odontológicas. Duração: 02:41.
Teaser: Dependentes virtuais. Duração: 04:00.
Trailer: Dá um tempo!. Duração: 02:28.
Créditos. Autoração: Claudio C. Junior. Design de capas: Tião Nogueira. Design de telas: Carlos E. Oliveira. Legendagem: Rose Soares. Estúdio: IDX Interactive Digital. Duração: 00:10.

OBSERVAÇÕES
E-mail de Evandro Berlesi em 4 fev 2021 para o Portal: "Apenas dois filmes foram lançados em DVD. Eu odeio o orkut foi lançado por uma distribuidora, duplo, tem extras (é o mesmo material que está no YouTube). Para Eu odeio o Big Bróder (2013), eu que paguei a fabricação, não tem extras, é só o filme mesmo".

Créditos iniciais: // Filme realizado por moradores da cidade de Alvorada/RS, através do Projeto Alvoroço em Alvorada. Inteiramente gravado na cidade, com equipe técnica e trilha sonora local. //
// Filme realizado sem nenhuma Lei de Incentivo à Cultura. Feito com sangue, suor e gambiarra. //
Créditos finais: // Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações terá sido mera coincidência. E era isso... //

Grafias alternativas: Jamaikah Santarém, Alexandre Leeh ou Leeh, Dianne Pacheco, Cleverson Ferreira como produção (créditos iniciais) e Jamaikah Santarém, Dianne Pacheco, Cleverson Ferreira como assistência de produção, Evandro Berlesi como produção e Alexandre Leeh, Evandro Berlesi como produção executiva (finais) | Jonathan Alves 'Arroz' | Jéssica Maciel | Idelfonso Milcharek
Grafias alternativas (funções): Foto still | Sound design (cf. créditos)

BIBLIOGRAFIA
BERLESI, Evandro. Eu odeio o orkut. Porto Alegre: Alcance, 2007. 175p.
BERLESI, Evandro. Eu odeio o orkut. 2.ed. Porto Alegre: Edições BesouroBox, 2008. 204p.
BERLESI, Evandro. Arrependimento mata – Você tem certeza de que quer ler este livro?. Porto Alegre: Edições BesouroBox, 2008. 117p.
BERLESI, Evandro. Game over – Leia agora ou cale-se para sempre. Porto Alegre: Edições BesouroBox, 2016. 150p.

Noticiário:
Luana Piovani agita fãs em Alvorada durante filmagens. Diário Gaúcho, Porto Alegre, 17 dez 2009. [http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/noticia/2009/12/luana-piovani-agita-fas-em-alvorada-durante-filmagens-2751878.html#:~:text=A%20atriz%20global%20Luana%20Piovani,das%20cenas%20estava%20sendo%20filmada]
Filme Eu odeio o orkut será exibido neste domingo. A Semana, Alvorada, 25 fev-3 mar 2011, p.5, ano XXII, n.1.114.
RODRIGUES, Stella. Filme de baixo orçamento e humor às vezes duvidoso discute a rede social. Rolling Stone, 9 set 2011. [https://rollingstone.uol.com.br/guia-dvd/eu-odeio-o-orkut/]

Exibições


• Alvorada (RS), Praça Central João Goulart, 27 fev 2011, dom, 19h (pré-estreia)

• Porto Alegre (RS), Encontro Nacional de Comunicação da SSVP, Casa de Retiro Vila Betânia, 22 jun 2012, sex

• Porto Alegre (RS), FST Fórum Social Temático [26-31 jan], Acampamento da Juventude-Tenda Sara Gomes, 27 jan 2013, dom, 16h (debate com diretor e ator M. Kligman)

• YouTube, disponível desde
30 mar 2013 (versão 2:09:44)
20 ago 2014 (versão sem cortes: 1:05:42, parte 01 + 1:12:39, parte 2) [canal Alvoroço Filmes]
24 jun 2015 (versão 2:16:14) [canal Alvoroço Filmes]

• CineBrasil TV, entre out 2014 e 2019; exibições do primeiro mês são:
25 out 2014, sab, 22h30
29 out 2014, qua, 00h00

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Eu odeio o orkut. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/747/eu-odeio-o-orkut. Acesso em: 22 de fevereiro de 2024.