A oeste do fim do mundo (2013)

Brasil (RS) – Argentina
Longa-metragem | Ficção
cor, 104 min

Direção: Paulo Nascimento.
Companhia produtora: Accorde Filmes; Bufo Films; Panda Filmes

Primeira exibição: Gramado (RS), 41º Festival de Cinema de Gramado [9-17 ago]-Mostra Competitiva Longa-metragem Estrangeiro, Palácio dos Festivais, 15 ago 2013, qui, 19h

 

Coprodução entre Brasil e Argentina envolvendo as produtoras porto-alegrenses Accorde Filmes e Panda Filmes e a portenha Bufo Films, A oeste do fim do mundo, com roteiro e direção de Paulo Nascimento, gira em torno de Leon (César Troncoso), um ex-combatente da Guerra das Malvinas que se refugia em uma região árida do país vizinho, aos pés da Cordilheira dos Andes, para viver sozinho, distante da família e dos amigos. Gerenciando uma mecânica com bomba de combustível, Leon recebe visitas esparsas de poucos viajantes e também do brasileiro Silas (Nelson Diniz), um sujeito irônico, especialista em motocicletas, que vive nos arredores. O isolamento de Leon também é interrompido por Ana (Fernanda Moro), brasileira que está de passagem em direção a Santiago do Chile, mas que não consegue deixar o local por falta de ônibus e de carona. A interação entre o trio transforma a vida de cada um.

Com supervisão de roteiro de Miguel Machalski, argentino radicado na Espanha que também orientou As Aventuras do Avião Vermelho (F. Pinto, J. Maia, 2014) e Mulher do pai (C. Oliveira, 2016), A oeste do fim do mundo é um drama intimista sobre perdas no qual os três personagens principais se unem em suas fugas individuais do passado. Porém, mesmo no fim do mundo o passado os persegue, retornando em memórias, diálogos e ressentimentos. A mecânica de Leon é um ponto de trânsito aos que cruzam a rodovia, mas para ele, Silas e Ana serve tanto como um lugar de reencontro consigo mesmo quanto de um reinício motivado pelo outro. Há filmagens em Bento Gonçalves e Cambará do Sul, mas é mesmo a paisagem rochosa de Uspallata, na Argentina, que se destaca na trama. A localidade desértica, com vasto horizonte de montanhas que formam a Cordilheira dos Andes, é repleta de picos altos e vazios rarefeitos que simbolizam a solidão de cada um. O vácuo de sentido dos personagens e o visual desolador da paisagem são traduzidos em imagens pelo diretor de fotografia Alexandre Berra. Para interpretarem seus papéis, Diniz e Troncoso aprenderam a pilotar moto. Já Paulo Nascimento e o ator Leonardo Machado, produtor do longa, foram até Uspallata e voltaram de lá guiando suas Harley-Davidson. De fato, o filme faz citações ao clássico do road movie Sem destino (Easy rider, Dennis Hopper, 1969, US), sobretudo nas cenas em que Leon e Silas trafegam de motocicleta pelas estradas vazias da América do Sul profunda.

A primeira exibição de A oeste do fim do mundo ocorre no 41º Festival de Cinema de Gramado, em 2013, quando César Troncoso conquista o Kikito de melhor ator e o longa, a estatueta de melhor filme estrangeiro pelo voto do júri popular. No 7th Brazilian Film & Television Festival of Toronto, no mesmo ano, a produção é apontada como melhor filme e Fernanda Moro é escolhida a melhor atriz. Entre os 32 integrantes da equipe técnica há brasileiros, argentinos, chilenos e uruguaios. Parte da equipe ergueu as duas casas de alvenaria onde Leon vive e trabalha. Ao fim das filmagens, as construções foram oferecidas às autoridades locais, que as transformaram em posto de informações turísticas de Uspallata. Todos os objetos de cena foram garimpados em casas e lojas da região.

Sinopse


Em uma região desértica ao sul da América do Sul, na Argentina, a cerca de 200 quilômetros de Santiago do Chile, por onde passa a pouco movimentada Ruta 7, o uruguaio Leon comanda uma precária oficina mecânica com bomba de combustível. Leon tem poucos amigos e é de poucas palavras, mas parece gostar das visitas do sarcástico Silas, um motoqueiro brasileiro que aparece de tempos em tempos. Sujeito sem destino, Silas mora nos arredores, em algum lugar desta paisagem árida que parece ser sempre a mesma na longa estrada que acompanha a Cordilheira dos Andes. Longe dali, em uma rodoviária, um ônibus parte para Santiago. A brasileira Ana se apressa para embarcar, mas perde a chance. Ela pega carona na estrada com o caminhoneiro argentino Javier, mas acaba ficando pelo caminho após um desentendimento. Javier chega ao posto de Leon e o reconhece como um amigo do passado. Bebem vinho, jantam juntos e conversam sobre a situação de cada um. Na manhã seguinte, Leon descobre que Javier partiu levando o dinheiro do caixa. Na varanda, encontra Ana dormindo no sofá. Após uma recepção ríspida, ele a acolhe, oferecendo água, comida e pouso. Ana aguarda por um ônibus ou carona para Santiago. A espera na estrada é longa. Silas se aproxima dela. Eles falam sobre relações voláteis e o não pertencimento aos lugares e aos outros. Apesar disso, Leon reforça seu contato com Ana, convidando-a para novas refeições. Ana passa os dias à margem da estrada, esperando condução, e se refugia às noites em um quartinho no casebre ao lado, oferecido por Leon. Em um jantar, ele fala sobre o trauma da Guerra das Malvinas e sobre as dificuldades no relacionamento com o filho, Cesar, com quem fala apenas por telefone em conversas superficiais. Ana conta sobre duas tragédias em sua vida, relacionadas ao seu filho e ao seu próprio corpo. Leon e Ana se aproximam. Ele, que vivia sozinho, agora tem a companhia dela. Ela, que estava se deslocando, começa a se enraizar. Porém, mesmo neste mundo de marasmo em que todos os dias parecem iguais as coisas estão sempre em mudança. Ana finalmente consegue seguir caminho para Santiago. Leon reata com o filho, recebendo-o para uma visita. Enquanto Silas, que planejava visitar Ana com Leon, acaba tendo que prestar contas com a Justiça.

Ficha técnica


ELENCO
César Troncoso (Leon),
Fernanda Moro (Ana),
Nelson Diniz (Silas),
Marcos Verza (Marido de Ana), Santiago Cinollo (Cesar),
Clemente Viscaíno (Sireno, amigo de Ana no Brasil), Naiara Harry (Geni, amiga de Ana no Brasil).
Participação especial: Alejandro Fiore (Javier).
Martin Viaggio (Caminhoneiro – prólogo), Carlos Ramos (Gonzalo), Hugo Nuñez (Homem do carro), Ruth Fanny Oller (Avó), Roberto 'Beto' Castillo (Curioso frente casa de Silas), Danielle Fogliatto (Caixa do mercado).
Figuração (AR): Carlos Fabian Gomez (Polícia 1), Jonathan Damian Perez (Polícia 2), Rodrigo Molina (Policial federal 1), Tomás Buchanan (Policial federal 2), Jesica Graciela Veja (Atendente do mercado), Verónica Terrera (Passageiro ônibus), Alexis Luis Gomez (Passageiro ônibus).
Figuração (BR): Abel Miotto Lisboa, Viviane Dalla Corte Fiorin, Moises Brondelli (Funcionários da vinícola), Elias José Andreola, Marcelo Bacca Camargo, Laurindo Gasparin (Frequentadores do bar).

DIREÇÃO
Direção: Paulo Nascimento.
Primeira assistência de direção: Roberto Burd.
Segunda assistência de direção e preparação: Ane Siderman.
Continuidade: Daniela Bermudez.

ROTEIRO
Roteiro: Paulo Nascimento.
Colaboração no roteiro: Voltaire Danckwardt.
Supervisão de roteiro: Miguel Machalski.

PRODUÇÃO
Produção: Paulo Nascimento, Marilaine Castro da Costa, Leonardo Machado.
Coprodução: Martin Viaggio, Beto Rodrigues.
Produção executiva: Marilaine Castro da Costa, Leonardo Machado.
Produção executiva (AR): Martin Viaggio, Carla Gallas, Tomás Buchanan.
Direção de produção: Mônica Catalane.
Coordenação de produção: Clarissa Ramires.
Assistência de produção: Dani Fogliatto.
Produção local (Uspallata, AR): Rodrigo Molina.
Produção local (Bento Gonçalves): Deise Chagas.
Assistência de produção (Bento Gonçalves): Ana Cris Paulus.

Platô: Celso Martins.
Assistência de platô: Fábio Arocha.
Produção de set: Carlos Ramos, Josias Salvaterra.
Assistência de set (Uspallata, AR): David Fabián Calatayud, Ricardo Cesar Amador Castillo, Diego Miguel Alberto Gómez, Faustino Cisterna.
Produção de set (Bento Gonçalves): Milton Dichet.

BASE Accorde Filmes
Financeiro: Álvaro Flores.
Equipe base: Ivan Trindade, Guilherme Pires Caron, Mareni Santos, Herondina Vieira.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Alexandre Berra.
Primeira assistência de câmera: Hugo Nuñez.
Segunda assistência de câmera: Tatiana Sager.

Eletricista chefe: Leonel Ruiz.
Maquinista (Cambará do Sul): Bolivar Lauda.

Making of: Josias Salvaterra.

ARTE
Direção de arte: Voltaire Danckwardt.
Assistência de arte: Cristóbal Alvarez.
Assistência de arte (Bento Gonçalves): Maísa Marson.
Assistência de arte (Cambará do Sul): Ana Musa.
Produção de objetos: Renata Heinz.
Cenotécnica: André Costa.
Assistência de cenotécnica: Rosaura Costa.

Figurino: Pauliana Becker.
Figurino (Cambará do Sul): Marcia Matte.

Maquiagem: Baby Marques.
Assistência de maquiagem e cabelo (Bento Gonçalves): Michelle Nunes.

SOM
Som direto (AR): Celeste Palma.
Microfonista (AR): Nicolás Colledani.

Som direto (BR): André Sittoni.
Microfonista (BR): Guto Keller.

MÚSICA
Música: Renato Müller.

Músicas:
• "Oeste do fim do mundo" (Renato Müller) por Toneco da Costa (violão), Renato Müller (concertina) [música tema]
Gravação: Gabriel Bohrer Schmitt. Estúdio de gravação: Estúdio 12 ExperiênciaSonora (Porto Alegre).

• "Em paz" (música, letra: Duca Duarte, tradução para espanhol: Daniel Drexler) por Shana Müller (cantora), Pirisca Grecco (cantor), Guilherme Goulart (acordeon); arranjo de violão: Toneco da Costa [créditos finais]
Gravação: Renato Mujeiko. Estúdio de gravação: O Som da Luz Estúdio de Gravações Ltda. (Porto Alegre).

FINALIZAÇÃO
Montagem: Marcio Papel.

Manipulação digital: Lucas Tergolina.
Letterings: Aline Bastos D'Ávila.
Colorista: Leo Aramburu.

Pós-produção (AR): Sandra Gonzalez.
Sonorização: Manuel Valdivia.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Câmera: Cannon 5D Mark III.
Finalização: Accorde Filmes (Porto Alegre).
Estúdio de sonorização: La Casa Post Sound (Ciudad Autónoma de Buenos Aires).
Estúdio de masterização: SoundRec (Ciudad Autónoma de Buenos Aires).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Accorde Filmes (Porto Alegre).
Coprodução: Bufo Films (Ciudad Autónoma de Buenos Aires); Panda Filmes (Porto Alegre).
Financiamento (BR): Este filme foi produzido com recursos públicos operados ou geridos pela ANCINE Agência Nacional do Cinema, por meio do Prêmio Adicional de Renda – PAR 2011, edital de concurso coprodução Brasil/Argentina 2011 e Lei do Audiovisual.
Financiamento (AR): INCAA Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales / CA Cine Argentino / Argentina.
Captação de recursos: através das seguintes leis:
Pró-cultura RS Lei nº 13.490/2010 / SEDAC Secretaria de Estado da Cultura / Governo do Rio Grande do Sul / RS Polo Audiovisual
Lei do Audiovisual Lei nº 8.685/93 / ANCINE Agência Nacional do Cinema / SAv Secretaria do Audiovisual / MinC Ministério da Cultura / Governo Federal – Brasil – País rico é país sem pobreza.
Patrocínio: Banrisul; Grupo CEEE / Governo do Rio Grande do Sul; Camil; Multimóveis; Best Beef – Frigorífico Silva – Desde 1972; Motor cycles Harley-Davidson – Iesa Harley-Davidson; Badesul Desenvolvimento; Transportes Bertolini Ltda.; Grupo Giordani Turismo; Saur.
Apoio: Prefeitura de Bento Gonçalves – Juntos construindo o novo futuro; Municipalidad de Las Heras; Las Heras – Mendoza.

AGRADECIMENTOS
Agradecimento: a Juan Carlos Saes, veterano das Malvinas que, com seu depoimento e emoção, tornou mais verdadeiros os diálogos deste filme.
Agradecimentos especiais: Ivane Fávero, Miguel Angel Siderman.
Agradecimentos: Tarso Genro, Luiz Antonio de Assis Brasil, Denise Viana Pereira, Luciano Ribas, Luiz Alberto Cassol, Sérgio Rojas, Shana Müller, Luiz Carlos Leivas Mello, Leandro Santarossa, Luiz Antônio Bastos, Flavio Belmonte, Morena Santos, Julio Costamilan, Beto Baun, Gilberto Perin, Alice Urbim,
Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Prefeitura de Bento Gonçalves, Diretoria da Economia da Cultura / SEDAC, IECINE, cônsul argentino em Uruguaiana ministro Alfredo Ortiz Baeza, cônsul adjunto ministro Alejandro José Massucco, agente consular sr. Eduardo Anibal Quijano Bisson, funcionários locais: Juçara Urquiza, Maria Isabel Falcao Machado, Nora Jacques; Prefeitura Municipal de Cambará do Sul, Estéfano Santos Pereira, Pousada Corucacas, Pousada Recanto dos Amigos, coronel Bonato, soldados da Brigada Militar de Cambará do Sul, Secretaria Municipal de Turismo de Cambará do Sul, Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, Bento Film Commission, Lucia Conci, Cristiane Moro, Dilson Dias / proprietário Casa Ana, Rede de Hotéis Dall'Onder, Restaurante House Beer, Casa Di Paolo, Vinícola Don Laurindo, Estação Bangalô, Panvel, Café do Mercado, Hotel Los Condores, Stick's Muebles Antiguos (Mendoza), Rodrigo Molina e família, Municipalidade de Las Heras, intendente Ruben Miranda, diretor de Turismo de Las Heras Alejandro Ali, subdirector Turismo Celso Boccolini, delegado Uspallata Angel Colaiacovo, Gabriela Oller / Peluqueria.

FILMAGENS
Argentina / Provincia de Mendoza, Departamento de Las Heras, em Uspallata;
Brasil / RS, em Bento Gonçalves; Cambará do Sul.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:43:49
Som: Dolby Digital – em salas equipadas
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO
Assessoria de imprensa: Planeta Tela.
Teaser. Duração: 01:52 (YouTube) com legendas em português.
Trailer. Duração: 02:12 (YouTube) com legendas em inglês.

PREMIAÇÃO
• 41º Festival de Cinema de Gramado 2013: melhor ator (Troncoso) // melhor longa-metragem estrangeiro (júri popular) + Prêmio Dom Quixote menção honrosa.
• BRAFFTV 7th Brazilian Film & Television Festival of Toronto 2013: best film + actress (Moro).

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 14 anos.
Distribuição: Espaço Filmes; Panda Filmes.
Contato: Accorde Filmes.

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // Copyright Accorde Filmes – 2013 //

Títulos alternativos: World's west end
Grafias alternativas: Leonel Ruiz 'Cebola' | Josias Salvaterra 'Mano' | Paulianna Becker | Gustavo Maciel Keller | Michele Nunes | Guilherme Caron | Danielle Fogliatto | Luis Alberto Cassol | Som da Luz
Grafias alternativas (funções): Colorização | Técnico de gravação

BIBLIOGRAFIA
Noticiário:
A oeste do fim do mundo. Revista de Cinema, São Paulo, 26 ago 2014.
FREITAS, Susy. A oeste do fim do mundo (2013): ambiente como elemento simbólico é o grande trunfo – Coprodução Brasil e Argentina aposta em paisagens desoladoras para falar sobre solidão e desejos humanos. Cinema com Rapadura, Fortaleza, 29 ago 2014.

Exibições


• Gramado (RS), 41º Festival de Cinema de Gramado [9-17 ago]-Mostra Competitiva Longa-metragem Estrangeiro, Palácio dos Festivais, 15, 16 ago 2013, qui, 19h, sex, 10h

• Toronto (CA), BRAFFTV 7th Brazilian Film & Television Festival of Toronto [16-20 out]-Competitive program, Carlton Cinema, 19 out 2013, sab, 21h

• São Paulo (SP), 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo [18-31 out],
Espaço Itaú de Cinema Shopping Frei Caneca (R. Frei Caneca, 569, 3º piso, Consolação),
Sala 1, 24 out 2013, qui, 20h50
Sala 4, 27 out 2013, dom, 16h30
Cine Olido, 31 out 2013, qui, 19h30

• Medellín (CO), CICA II Festival de Cine Castilla [1º-5 nov]-Competencia Oficial Internacional, nov 2013

• Bagé (RS), 5º Festival Internacional de Cinema da Fronteira [25-30 nov], RodaCine, ao ar livre, Praça de Esportes, 27 nov 2013, qua, 21h

• Chicago, IL (US), CLFF 30th Chicago Latino Film Festival [3-17 abr], abr 2014

• Guaíba (RS), 9º Festival de Verão do RS de Cinema Internacional [4-11 jun], Cineclube Paradiso-Cine Teatro do Instituto Estadual de Educação Gomes Jardim, 11 jun 2014, qui, 14h

• Porto Alegre (RS), 9º Festival de Verão do RS de Cinema Internacional [4-11 jun], Cinemateca Paulo Amorim-Sala Paulo Amorim, 11 jun 2014, qui, 19h30 (debate com diretor e quipe)

Lançamento comercial: 28 ago 2014, qui: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte, Florianópolis, Curitiba, Salvador, Recife, João Pessoa, Fortaleza, Juiz de Fora, Novo Hamburgo e Santos.

• Porto Alegre (RS), CineBancários, 4-7, 9, 10 set 2014, qui-dom, ter, qua, 17h, 19h

• Porto Alegre (RS), Espaço Itaú de Cinema Bourbon Shopping Country,
Sala 8,
4-10 set 2014, qui-sex, 14h, 20h, 22h, sab, 14h, 20h, dom-qua, 14h, 20h, 22h
?? set 2014, 21h

• Porto Alegre (RS), Guion Center Sala 2, ?? set 2014, 14h45

• Caxias do Sul (RS), CineSerra 2º Festival de Audiovisual da Serra Gaúcha-Sessão Especial, Sala de Cinema Ulysses Geremia, no Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho (R. Luiz Antunes, 312, bairro Panazzolo), 26 out 2014, dom, 18h

• Rio de Janeiro (RJ), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [19 nov-1º dez], CCBB Centro Cultural Banco do Brasil, 19 nov 2014, qua, 19h30 (debate com ator e coprodutor Leonardo Machado)

• Porto Alegre (RS), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [4-10 dez], Cinemateca Paulo Amorim-Sala Eduardo Hirtz, 4 dez 2014, qui, 18h

• Porto Alegre (RS), MOPA Mostra Polo Audiovisual RS [4-10 dez], Cinespaço Bourbon Shopping Wallig, 6 dez 2014, sab, 14h

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
A oeste do fim do mundo. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/885/a-oeste-do-fim-do-mundo. Acesso em: 22 de maio de 2024.