O Céu sobre mim (2014)

Brasil (RS)
Longa-metragem | Ficção
cor, 70 min

Direção: Gian Vittorio Baldi.
Companhia produtora: Spaghetti Filmes

Primeira exibição: Gramado (RS), 42º Festival de Cinema de Gramado [8-16 ago]-Mostra Gaúcha de Longas-metragens, Palácio dos Festivais, 13 ago 2014, qua, 16h

 

Último filme dirigido pelo italiano Gian Vittorio Baldi. Ele tinha 81 anos quando dirigiu O Céu sobre mim na serra gaúcha. Sete meses após o lançamento, faleceu em 23 de março de 2015. Embora tenha uma extensa trajetória na Itália como diretor, é como produtor que seu nome é mais lembrado, por estar associado a títulos como Crônica de Anna Magdalena Bach (Chronik der Anna Magdalena Bach, Danièle Huillet, Jean-Marie Straub, 1968), Diário de uma garota esquizofrênica (Diario di una schizofrenica, Nelo Risi, 1968) ou os filmes de Pasolini, Pocilga (1969) e Notas para uma Oréstia africana (Appunti per un'Orestiade africana, 1970). Como diretor observa-se que são muitos documentários curtos, enquanto os poucos longas de ficção não circularam pelo Brasil. No entanto é no Brasil que Baldi retorna aos sets em seus dois últimos trabalhos. Antes de O Céu sobre mim, um dos 11 segmentos que compõem Mundo invisível (2012) é Fábula, com a sua assinatura. O longa produzido por Leon Cakoff e Renata de Almeida / Mostra Internacional tem notáveis como Theodoros Angelopoulos, Manoel de Oliveira e Wim Wenders responsáveis por outros episódios. Em Kreoko (Beto Brant, Cisco Vasques) quem aparece, além de Sônia Braga, é o gaúcho Júpiter Maçã.

A maior parte das imagens foram gravadas em maio e junho de 2011 nas cidades gaúchas de Bento Gonçalves e Torres. Mas o filme conta também com cenas num observatório astronômico localizado no Chile, em pleno Deserto do Atacama. O roteiro também previa sequências de animações, que foram realizadas por três equipes de animadores e ilustradores, com destaque para os desenhos da italiana Elena Martucci, indicada pelo próprio diretor.

O elenco do filme é composto em sua maioria por atores gaúchos e por João Cândido Portinari, que vive o papel do protagonista. João é filho de Cândido Portinari, considerado um dos mais importantes pintores brasileiros. Assim como ele, alguns participantes não tinham experiência anterior com atuação. Essa é uma das características da estética de Baldi, que gosta de trabalhar com não-atores, livres de técnicas e experiências anteriores. E quando seleciona elenco profissional usa um processo único. Baldi sente a necessidade de trabalhar com pessoas que tenham personalidade carregada pelas experiências reais da vida. "Eu os seleciono olhando em seus olhos e desvendando sua alma", justifica Baldi em entrevista durante as filmagens. Muitos diálogos e caracterizações dos personagens trazem referências da própria história dos atores. O personagem Gregório é, de fato, filho de Portinari.

Outra característica de Baldi é filmar sem o uso das tradicionais iluminações técnicas de cinema. Ele prefere a luz natural que entra pelas janelas. Fora isso, permite apenas o uso de lâmpadas que fazem parte do cenário. Para este desafio convidou o fotógrafo e cinegrafista italiano Stefano Coletta com quem já havia trabalhado. Coletta possui grande histórico no cinema italiano, tendo trabalhado em mais de 50 filmes, entre eles, operador de câmera em O Carteiro e o poeta (Il Postino, Michael Radford, 1994).

A trilha sonora é uma criação do compositor gaúcho Everton Rodrigues que produziu um tema musical baseado na expectativa do diretor. Rodrigues tem desenvolvido uma interessante trajetória como compositor para cinema. Em oito anos compôs para sete longas: Dalua downhill (2012), Simone (2013), O Céu sobre mim, As Aventuras do Avião Vermelho (2014), Central (2016), Redenção (2018), Xadalu e o jaguaretê (2019).

Daniel Dode, um dos profissionais mais solicitados para supervisão de pós-produção de imagem, além desta função assina também a montagem. É seu segundo longa como montador depois do documentário Mais uma canção (R. Goya Filho, A. Derlam, 2013). Dode foi pessoalmente à casa do diretor na Itália em diversas oportunidades para realizar o trabalho. A mixagem final foi coordenada pela equipe de Kiko Ferraz no JLS, consagrado estúdio de José Luiz Sasso, em São Paulo.

Sinopse


Quatro mulheres. Quatro estações. O astrônomo Gregório vive isolado em meio aos vinhedos da serra gaúcha e ao se aproximar do término da vida, faz um balanço da sua existência. Em meio às recitações de Rei Lear, que faz com o seu ajudante Ermanno, Gregório questiona o futuro da humanidade com base em um estudo, o qual diz que em 2036 o asteroide Apophis pode atingir o planeta.

Ficha técnica


ELENCO
João Cândido Portinari (Gregório),
Gutto Basso (Ermanno),
Fernanda Carvalho Leite,
Aline Tanaã Tavares,
Marcelle Monteiro,
Elaine Fávero,
Gisele Marchioro dos Santos.
Teatro Shakespeare: Grupo Ueba, Jonas Piccoli, Aline Zilli.

DIREÇÃO
Direção: Gian Vittorio Baldi.
Assistência de direção: Marcelle Monteiro.
Assistência pessoal de Gian Vittorio Baldi: Gian Guido Baldi, Mariana Verani, Marija Krunic.

ROTEIRO
Roteiro: Gian Vittorio Baldi.

PRODUÇÃO
Produção: Samuel Bovo, Marta Bertolla.
Produção executiva: Angela Martins, Janete Kriger, Lissandro Stallivieri.
Direção de produção: Lissandro Stallivieri.
Coordenação de produção: Fábio Borges.
Assistência de produção: Marcelo Andrighetti, Arthur Bovo.
Motoristas: Miranda, Sidinei, Osmar.
Traduções: Lauren Stallivieri, Umberto Mannoia, Massimo Colaceci.
Assessoria jurídica: Lonis Stallivieri, Monica Montanari.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Stefano Coletta.
Operação de câmera adicional: Janete Kriger.
Assistência de câmera: Eduardo Amorim.
Imagens aéreas: Christian Ludtke, Evandro Rigon.
Foquistas: Pablo Rosa, Felipe Rosa, Arno Schuh.
DIT Digital imaging technician: Pedro Maron.

Eletricista chefe: Deivis Horbach.
Assistência de elétrica: Emerson Figueiredo.

Making of: Bruno Kriger.

ARTE
Direção de arte: Priscilla Zanini.
Figurino e maquiagem: Carolina Michelon.
Maquiagem: Sílvia Letícia.

SOM
Som direto: Cristiano Scherer, Guilherme Algarve.

MÚSICA
Música original – composição, arranjos e produção: Everton Rodrigues.
Músicos: Everton Rodrigues (piano, violões, samplers), Douglas Araújo (violoncelo), Gabriel Corrêa (viola), Geraldo Moori (violino), Márcio Oliveira (contrabaixo).
Gravação da música e mixagem: Bruno Mad.

Músicas:
• "Sereia" por Aline Tanaã Tavares // Domínio público
• "Um Dia desses" (música: Torquato Neto, letra: Alexandre Kassin) por Aline Tanaã Tavares
• "Limelight" (Charles Chaplin, Larry Russel) por Geraldo Moori // Domínio público
• "Ave Maria" (música, letra: Everton Rodrigues) por Débora Dreyer

FINALIZAÇÃO
Montagem: Daniel Dode.

Supervisão de pós-produção de imagem: Daniel Dode.

EQUIPE animação 2D
Direção de animação: Luísa Copetti.
Ilustração: Helena Ruiz.
Animação: Bruno Kieling.
Assistência de animação: Amarello Rodrigues.

EQUIPE Cartel Graphics
Animação 3D: Carlos Porto, Diego Kasper.
Motion graphics: Fernando Delfes, Ronaldo Sabin, Sandré Sarreta.
VFX: Celso dos Santos Jr., Carlos Porto.

Desenhos: Elena Martucci.

Supervisão de som: Kiko Ferraz, Chrístian Vaisz.
Edição de diálogos: Ricardo Costa.
Edição de efeitos e ambiências: Ricardo Costa.
Foley: Felipe Burger Marques.
Gravação de foley: Renato Galimberti.
Edição de foley: Samuel Jansen, Waleska Sartori.
Mixagem: Ricardo Costa.
Mixagem final e masterização: Kiko Ferraz, Chrístian Vaisz.
Coordenação de estúdio de som: Lísia Faccin.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Locação de câmera: Play Video.
Locação de lentes: Marcelo Leite.
Equipamento de apoio para iluminação: Apema Locação de Equipamentos de Produção Cinematográfica.
Estúdios de animação 2D: Banjo Lab (Porto Alegre); LumaLuma Motion (Porto Alegre).
Estúdio de animação 3D, motion graphics e VFX: Cartel Graphics (Porto Alegre).
Estúdio de som: Kiko Ferraz Studios (Porto Alegre).
Estúdio de mixagem final e masterização: JLS Facilidades Sonoras (São Paulo).
Contabilidade: Toigo Associados.

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Spaghetti Filmes (Caxias do Sul).
Captação de recursos: através do Pró-cultura RS Lei nº 13.490/2010 / SEDAC Secretaria de Estado da Cultura / Governo do Rio Grande do Sul.
Patrocínio: Florense; Intral – Reatores e luminárias.

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Ivane Fávero, Tarcísio Michelon, Hermes Basso, Nestor Foresti, Abgail Pereira, Tarcísio Rettore, Elaine Fávero, Letícia Fávero, Clodoaldo Ivan Fávero, Helena Remos, Seu Machado, João Tonus, Antônio Roque Feldmann, Valmir 'Pardal' Daitx Alexandre, João Alexandre Negrini, Roniel Lummertz, Valmir Zanelato, Gian-Luca Baldi, Valmir Tobias dos Santos, Solange M. Marchioro dos Santos, Carlinhos Santos, Eduardo Duso, Ligia Gazzola, Francisco Catelli, Wilson Toniolo, Laura Sônego, Vinícius Guerra, Manuel Paredes, Fah Maioli, Tarcísio De Bacco, Michel Kriger, Gianfranco Sinico, Francesca Peretti, Mateus Corradi, Gelson Castellan, Nelso Bett, Vilson Rech, SOAR director Steve Heathcote, Gemini director Doug Simons, deputy director Gemini and head of Gemini South Nancy Levenson, head of Gemini Outreach Peter Michaud, professora Daniela Lazzaro, Observatorio Gemini (Chile), Observatório Nacional (Brasil), Saltur Turismo, Dall'Onder Grande Hotel (Bento Gonçalves), Associação Caminhos de Pedra, Pousada Vivenda da Barra (Torres), Loja Moda Viva (Caxias do Sul), Loja Drop's de Menta (Caxias do Sul), Villa Franca, Persian Tapetes, Estofados Sulandês, Uffizi Espaço Contemporâneo, Velharca, Bia Verdi, Decor Window, Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, Secretaria da Cultura de Caxias do Sul, Secretaria de Turismo de Torres, Parque da Guarita (Torres), jornal Pioneiro (Caxias do Sul), jornal Semanário (Bento Gonçalves), Universidade de Caxias do Sul.
Equipe LIC-RS: Luiz Antonio de Assis Brasil, Denise Viana Pereira, Rafael Balle, Wilson D. Viana.

FILMAGENS
em 2011
Brasil / RS, em Bento Gonçalves; em Torres; no Litoral Norte;
Chile / Región de Coquimbo, em Cerro Pachón (Observatorio Gemini).

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 70 min
Som:
Imagem: cor
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

DIVULGAÇÃO
Assessoria de imprensa: Dex Comunicação.
Assessoria internacional: Paolo Meneghini.

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa:
Contato:

OBSERVAÇÕES

Títulos alternativos: Il Cielo sopra di me
Grafias alternativas: Ferraz Studios
Grafias alternativas (funções): Fotografia adicional | Artista de foley | Chefe de elétrica | Gravação e mixagem da trilha sonora

Making of: O Céu de Gian Vittorio – Um documentário sobre a produção do filme O Céu sobre mim (2014). Direção: Angela Martins. Identidades: Gian Vittorio Baldi. Produção na Itália: Paolo Meneghini. Produção no Brasil: Fábio Borges. Roteiro e montagem: Lissandro Stallivieri. Direção de fotografia: Janete Kriger. Arquivo: trechos de filmes dirigidos por Baldi: Anni duri (1977), Fuoco! (1968, IT), Il Temporale / Nevrijeme (1999, IT); e produzidos por ele: Quatro noites de um sonhador (Quatre nuits d'un rêveur, Robert Bresson, 1971, FR-IT), Vento do leste (Le Vent d'est, Jean-Luc Godard, 1970, IT-FR-DE), Crônica de Anna Magdalena Bach (Chronik der Anna Magdalena Bach, Jean-Marie Straub, Danièle Huillet, 1968, DE-IT), Pocilga (Porcile, Pier Paolo Pasolini, 1969, IT-FR), Notas para uma Oréstia africana (Appunti per un'Orestiade africana, Pier Paolo Pasolini, 1970, IT). Filmagens: Itália, em Bologna; Brasil / RS, em Caxias do Sul; Porto Alegre. Captação de recursos: através da Lei de Incentivo à Cultura Lei nº 4.592, de 18 de dezembro de 1996 / Prefeitura de Caxias do Sul. Apoio cultural: Fras-le; Grupo Randon. Companhia produtora: Spaghetti Filmes. Duração: 46 min.
Primeira exibição do making of: • Caxias do Sul (RS), Sala de Cinema Ulysses Geremia, no Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho (R. Luiz Antunes, 312, bairro Panazzolo), 13 out 2014, seg, 19h, 20h30
Disponível em: vimeo.com/channels/spaghettifilmes

BIBLIOGRAFIA

Exibições


• Gramado (RS), 42º Festival de Cinema de Gramado [8-16 ago]-Mostra Gaúcha de Longas-metragens, Palácio dos Festivais, 13 ago 2014, qua, 16h

• Bento Gonçalves (RS), Settimana Italiana di Bento, Fundação Casa das Artes, 18 maio 2017, qui, 19h30, entrada franca

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
O Céu sobre mim. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/950/o-ceu-sobre-mim. Acesso em: 24 de abril de 2024.