Para sempre teu Caio F. (2014)

Brasil (RJ-SP)
Longa-metragem | Não ficção
cor-pb, 93 min

Direção: Candé Salles.
Companhia produtora: Canal Brasil; ASS Apavoramento Sound System; Tudo de Bom!; Teleimage

Primeira exibição: Rio de Janeiro (RJ), 16º Festival do Rio [24 set-8 out]-Première Brasil: Mostra Retratos, Cinépolis Lagoon, 5 out 2014, dom, 20h
Primeira exibição RS: Santiago (RS), Feira do Livro de Santiago [6-9 nov], Estação do Conhecimento (antiga Estação Férrea), 8 nov 2014, sab, 21h (conversa com diretor, roteirista, atriz Natalia Lage e Márcia de Abreu Jacintho, irmã de Caio)

 

No espaço de dois anos foram lançados dois documentários longos sobre Caio Fernando Abreu: Sobre sete ondas verdes espumantes (Bruno Polidoro, Cacá Nazario, 2013) e Para sempre teu Caio F., livremente inspirado no livro que a jornalista Paula Dip escreveu sobre o escritor gaúcho. "Eu optei por fazer um documentário clássico onde conto a vida de Caio paralela com sua obra literária. Quando tinha 18 anos tive o prazer de trabalhar com ele e nos tornamos amigos. Em 1994 roteirizei uma peça de teatro com o nome de À beira do mar aberto, com cinco textos dele. Viajamos o Brasil apresentando a peça", esclarece Candé Salles para uma reportagem. O filme inclui trechos de registros de câmera VHS que ele mesmo filmou durante uma das viagens que os dois fizeram com a peça à Fortaleza.

Aos depoimentos e leituras de textos (em cores) somam-se interpretações de textos de Caio por 16 atores (em preto e branco). A atriz Natalia Lage – louvada por Caio em uma de suas crônicas – interpreta Paula Dip e quatro atores se revezam na pele do escritor. Estas participações aparecem ao longo da narrativa misturando-se entre os relatos. Muitos dos 60 entrevistados são gaúchos, como os familiares e Luiz Arthur Nunes, Lya Luft (1938-2021), João Gilberto Noll (1946-2017), Luiz Antonio de Assis Brasil, Sandra La Porta, Gilberto Gawronski, Marcos Breda, Amanda Costa, Luís Augusto Fischer, Maria Lidia Magliani (1946-2012, em raro registro pouco antes de sua morte), Adriana Calcanhotto, Grace Gianoukas, Luciano Alabarse, Ivan Mattos, Suzana Saldanha ou Dea Martins. Vários destes depoimentos são filmados no Rio Grande do Sul.

Ficha técnica


IDENTIDADES
Arquivo: Caio Fernando Abreu.
Ordem de identificação (e textos): Márcia Abreu (irmã Caio F.), Claudia Abreu (irmã Caio F.), Luiz Arthur Nunes (diretor de teatro), Lya Luft (escritora), João Gilberto Noll (escritor), Pedro Paulo de Senna Madureira (editor de livros), Luiz Antonio de Assis Brasil (escritor), Celso Curi (produtor cultural), Sandra La Porta (produtora cultural), Cida Moreira (cantora), Valdir Zwetsch (jornalista), Vera Antoun (médica), Sérgio Sbraglia (cineasta), Marcos Santilli (fotógrafo), Roberto de Carvalho (cineasta), José Carlos Alcântara (empresário),
Gilberto Gawronski (diretor de teatro; texto do programa da peça teatral Pode ser que seja só o leiteiro lá fora),
Marcos Breda (ator), Bruna Lombardi (atriz), Amanda Costa (astróloga), Maria Adelaide Amaral (escritora), Luís Augusto Fischer (escritor), Marcelo Rubens Paiva (escritor), Suzana Pires (atriz), Robby Cardoso (engenheiro, na Casa do Sol), Olga Bilenky (administração Casa do Sol), Maria Lidia Magliani (artista plástica), Marisa Orth (atriz), Adriana Calcanhotto (cantora), Taumaturgo Ferreira (ator),
Maria Clara Cacaia Jorge (publicitária; texto Os Dragões não conhecem o paraíso – livro Os Dragões não conhecem o paraíso),
Grace Gianoukas (atriz), Tania Celidonio (jornalista), Luiz Carlos Goes (escritor), Artur Xexéo (jornalista), Vania Toledo (fotógrafa),
Angela Ro Ro (cantora; texto Os Sobreviventes – livro Morangos mofados),
Luciano Alabarse (diretor de teatro),
Antonio Bivar (escritor; texto O Galinheiro na geladeira – livro As Frangas),
Gil Veloso (escritor, com diário de Caio de 1984), Pedro Tornaghi (escritor), Guilherme de Almeida Prado (cineasta), Mônica Figueiredo (jornalista), Stella Miranda (atriz), Miguel Paiva (cartunista), Bob Wolfenson (fotógrafo), Ivan Mattos (jornalista), Regina Duarte (atriz), Marcia Denser (escritora), Ricardo Blat (ator), Nelson Barbosa (professor de literatura), Marcelo Sebá (empresário),
Camila Pitanga (atriz; texto Última carta para além dos muros – livro Pequenas epifanias),
Mario Prata (escritor), Felipe Abreu (irmão Caio F), Graça Medeiros (astróloga), Renato (não creditado), Suzana Saldanha (atriz), Dea Martins (produtora cultural).

ELENCO
Ordem de entrada e textos:
Natalia Lage (Paula Dip),
Glauco Caruso, Luis Felipe Abreu, Luis Fiod, Pedro Falcão (Caio Fernando Abreu).
Em preto e branco:
Du Moscovis (texto Harriet – livro O Ovo apunhalado),
Maria Flor (frase de uma carta de Caio F.),
Thiago Lacerda (texto da peça teatral Pode ser que seja só o leiteiro lá fora),
Pablo Morais (frase de uma carta de Caio F.),
Luiza Mariani (texto Eles – livro O Ovo apunhalado),
Cauã Reymond (frase de uma carta de Caio F.),
Pedro Neschling (poema sem título),
Caco Ciocler (texto Sem Ana blues – livro Os Dragões não conhecem o paraíso),
Mariana Ximenes (texto A Dama da noite – livro Os Dragões não conhecem o paraíso),
Paolla Oliveira (frase de uma carta de Caio F.),
Roberto Camargo (texto As 4 irmãs – livro Caio 3D),
Carlos Alberto Riccelli (texto Pela noite – livro Triângulo das águas),
Alexandre Borges (poema sem título),
Guilherme Weber (texto Mais apenas e antigamente guirlandas sobre o poço – livro Ovelhas negras),
Mayana Moura (poema sem título),
Fábio Assunção (frase de uma carta de Caio F.).

DIREÇÃO
Direção: Candé Salles.
Assistência de direção: Maria Pia Carone.

ROTEIRO
Roteiro: Paula Dip.

PRODUÇÃO
Produção: Candé Salles, Paula Dip.
Produção associada: Cintia Oliveira.
Produção executiva: Cris Lisboa, Gioconda Garbi, Marina Novelli.
Assistência de produção: Leandro Lapagesse.
Transporte: Wesley Evangelista.
Coach de projeto: Virginia de Gomez.

FOTOGRAFIA
Direção de fotografia: Candé Salles, Daniel Lima.
Operação de câmera: Daniel Lima, Davi Costa Soares, Ferraro Borchetta, George Cereça, João Pavese, Rafael Vella.

Fotografia de cena: Daniel Lima, Jhonnes Mattos.

ARTE
Figurino: Bruna Oliveira.

MÚSICA
Trilha original: Thiago Vivas.

Músicas:
• "Menino Deus" (música, letra: Caetano Veloso) por Caetano Veloso [início e créditos finais]
• "Nine out of ten" (música, letra: Caetano Veloso) por Caetano Veloso
Editora: Uns Produções Artísticas Ltda. (adm. por Warner Chappell Edições Musicais Ltda.) / Fonograma: Universal Music Brasil

• "Seu nome" (Marina Lima, Antonio Cícero) por Marina Lima
• "A meia voz" (Marina Lima, Antonio Cícero) por Marina Lima
Editora: Fullgas. Acontecimentos. (adm. Sony) / Fonograma: Universal Music Brasil

• "Gymnopédie nº 1" por Erik Satie // Domínio público
• Não creditada: "Gota de sangue" (música, letra: Angela Ro Ro) por Angela Ro Ro

ARQUIVO
Fotografias e imagens de Caio Fernando Abreu: A Tarde; Acervo família Caio F.; Acervo Paula Dip; Acervo PUCRS; Bob Wolfenson; Claudio Etges; Dedoc Editora Abril; Maison des Écrivains Étrangers et Traducteurs de Saint-Nazaire; O Estado de S. Paulo; Folha de S. Paulo; José Marcio Penido; Juvenal Pereira; Luiz Sergio Toledo; Marcos Santilli; O Globo; RBS TV; revista Gallery Around; Sandra La Porta; TV Cultura (São Paulo); TV Minas Gerais; TVE RS; Vania Toledo; Zero Hora.
Filmes:
Lejura (Roberto de Carvalho, pb)
Onde andará Dulce Veiga? (Guilherme de Almeida Prado, 2008). Elenco: Maitê Proença, Christiane Torloni.
Sargento Garcia (Tutti Gregianin, 2000, 15 min). Elenco: Marcos Breda.
Morangos mofados (Rubem Corveto, 1987, 11 min). Elenco: Mariana de Moraes.
Dama da noite (Mario Diamante, 2000, 15 min). Elenco: Gilberto Gawronski.
La Maison des Écrivains à Saint-Nazaire (Patrick Viret / Atlante Productions, 1992?).
Programa de TV: Roda viva: Rachel de Queiroz (Denise Labarthe / TV Cultura, 1991, 88 min) CFA é um dos entrevistadores.

Citações:
Capas de livros (primeiras edições):
DIP, Paula. Para sempre teu, Caio F. – Cartas, conversas, memórias de Caio Fernando Abreu. Rio de Janeiro: Record, 2009.
ABREU, Caio Fernando. Inventário do irremediável. Porto Alegre: Movimento, 1970. [contos]
ABREU, Caio Fernando. Limite branco. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1971. [romance]
ABREU, Caio Fernando. O Ovo apunhalado. Porto Alegre: IEL, Globo, 1975. [contos]
NUNES, Luiz Arthur (org). Caio Fernando Abreu – Teatro completo. Porto Alegre: Sulina, IEL Instituto Estadual do Livro, 1997. [teatro]
ABREU, Caio Fernando. Triângulo das águas – Noturnos. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, out 1983. [três narrativas curtas]
MORICONI, Italo (org). Caio Fernando Abreu – Cartas. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2002.
ABREU, Caio Fernando. Os Dragões não conhecem o paraíso. São Paulo: Companhia das Letras, 1988. [contos]
ABREU, Caio Fernando. Morangos mofados. São Paulo: Brasiliense, 1982. (Cantadas Literárias) [contos]
ABREU, Caio Fernando; OLIVEIRA, Rui de (ilustrações). As Frangas. Porto Alegre: Globo, 1988. [infantojuvenil]
ABREU, Caio Fernando. Onde andará Dulce Veiga?. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. [romance]
ABREU, Caio Fernando. Pedras de Calcutá. São Paulo: Alfa-Ômega, 1977. [contos]
ABREU, Caio Fernando. Mel & girassóis. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1988. Organização: Regina Zilberman. [coletânea de contos]
ABREU, Caio Fernando. Ovelhas negras. Porto Alegre: Sulina, 1995. [contos]

Cartão de participação de nascimento de Caio Fernando Loureiro de Abreu: Santiago, 12 set 1948, filho de Zaél Menezes Abreu e Nair Loureiro de Abreu.

FINALIZAÇÃO
Montagem: Guilherme Schumann.

Edição: Felipe Beloniel.
Colaboração na finalização: Bianca costa.
Mixagem: PC Azevedo.

EQUIPE Teleimage
General manager: Patrick Siaretta.
Direção comercial: Jerome Merle.
Atendimento comercial: Cleber Tumasonis.
Consultoria de pós-produção: Alex Pimentel.
Colorista: Marcus Tenchella.
Coordenação de pós-produção: Fabian Gamarra, Leandro Scorsafava, Stefano Pashalidis, Vanessa Mariano.
Assistência de pós-produção: Karina Zambelli, Leonardo Sadagurschi.
Data manager: Raphael Fuzari.
Assistência de data manager: Marcelo Alonso.
Edição de pós-produção: Rodrigo Maurenza, Rogério Marinho.
Assistência de edição: Marcus Vinicius, Willian Marques, Sven Ørberg.

Coordenação de lançamento: Milla Talarico.

EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS
Conformação online: Titânio Produções.
Estúdio de intermediação digital 2k e finalização: Teleimage (São Paulo).

MECANISMOS DE FINANCIAMENTO
Companhia produtora: Canal Brasil (Rio de Janeiro); ASS Apavoramento Sound System (Itapecerica da Serra, SP); Tudo de Bom! (Rio de Janeiro); Teleimage (São Paulo).
Apresentação: Candé Salles, Paula Dip.
Apoio: Multiterminais – Logística integrada; Cavalera; Lupo; Levi's.
ANCINE Agência Nacional do Cinema / FSA Fundo Setorial do Audiovisual

AGRADECIMENTOS
Agradecimentos: Alberto Hiar, Alexandre Cunha, Antonio Cícero, Caetano Veloso, Carla Furtado Affonso, Carolina Jabor, Cláudio Abreu, Daniel Fuentes, Darlene Dalto, Diléa Frate, Eric e Duda Mariani, Evandro Rius, Fabião Soares, Felipe Abreu, Felipe Carone Jr., Fernanda Ribas, Gabriela Duarte, João de Deus, Laura Dip Ramos, Leandro Nomura, Leonardo Monteiro de Barros, Lidice Xavier, Lucinha Araujo, Lygia Carone, Marcelo Boldrini, Marcelo Rubens Paiva, Marcia Ivana de Lima e Silva, Márcio Abreu, Marcos Silva, Marcus Elias, Maria Pessoa, Mariana Nogueira, Marina Lima, Mauro Casto Taxitramas, Nelson Barbosa, Olga Bilenky, Paula Klien, Paula Lavigne, Pedro Albuquerque, Pedro Buarque de Holanda, Preta Horacio, Ramon Mello, Renata Sarti, Robby Cardoso, Rodrigo de Abreu Cabral, Rodrigo Garcia Alvarez, Rodrigo Lages, Rodrigo Neres, Sergio Kalil, Vinicius Belo, Vinicius Meneguzzi, Vladimir Soares, Zeca Vitorino,
Cavalera, Club Madame Satã, Editora Abril, Editora Record, Heineken, Instituto Hilda Hilst, Livraria Navegar (Garopaba, SC), Pousada dos Anjos (Cunha, SP), Prefeitura de Santiago (RS), Restaurante Ritz, Sony Music, Studio Fúria, Universal, Warner, Yaguara.

FILMAGENS
Brasil / RS, em Santiago; Porto Alegre (casa do bairro Menino Deus);
Brasil / SP, em Campinas (Casa do Sol); São Paulo (Ritz);
Brasil / SC, na Praia do Rosa.

ASPECTOS TÉCNICOS
Duração: 1:33:08
Som:
Imagem: cor-pb
Proporção de tela:
Formato de captação:
Formato de exibição:

PREMIAÇÃO
• 22º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade 2014: melhor filme brasileiro (público).

DISTRIBUIÇÃO
Classificação indicativa: 12 anos.
Contato:

OBSERVAÇÕES
Cf. créditos finais: // [3 fotografias 3x4 de Caio F.] – 1948 + 1996 //
Para ASS Apavoramento Sound System foi considerada a cidade que aparece no CNPJ: Itapecerica da Serra, SP; no entanto, é possível que o estúdio seja no Rio de Janeiro.

Grafias alternativas: Luiz Assis Brasil | Sven Orberg | Puc RGS | Ecrivains Etrangers et des Traducteurs de Saint-Nazaire | Estado de São Paulo | Folha de São Paulo | RBS | TVE | Prefeitura de Santiago do Boqueirao
Grafias alternativas (funções): Still

BIBLIOGRAFIA
Caio Fernando Abreu

Exibições


• Rio de Janeiro (RJ), 16º Festival do Rio [24 set-8 out]-Première Brasil: Mostra Retratos, Cinépolis Lagoon, 5 out 2014, dom, 20h

• Santiago (RS), Feira do Livro de Santiago [6-9 nov], Estação do Conhecimento (antiga Estação Férrea), 8 nov 2014, sab, 21h (conversa com diretor, roteirista, atriz Natalia Lage e Márcia de Abreu Jacintho, irmã de Caio)

• São Paulo (SP), 22º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade [13-23 nov]-Competitiva Brasil médias + longas,
Espaço Itaú de Cinema Augusta (R. Augusta, 1.470, Consolação) Anexo Sala 4, 17 nov 2014, seg, 20h
CineSesc (R. Augusta, 2.075, Cerqueira César), 18 nov 2014, ter, 21h

Lançamento comercial:

• Rio de Janeiro (RJ), Cine Joia (Av. Nossa Senhora de Copacabana, 680), 16 abr 2015, qui, 20h, 22h

• Porto Alegre (RS), Mostra Especial Caio Fernando Abreu [23 fev-2 mar], Cine Santander Cultural,
23-28 fev 2016, ter, 17h, qua, 19h, qui, 17h, sex, 17h (comentada com diretor e roteirista), sab, 15h, dom, 17h
1º, 2 mar 2016, ter, 17h, qua, 15h

Como citar o Portal


Para citar o Portal do Cinema Gaúcho como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:
Para sempre teu Caio F.. In: PORTAL do Cinema Gaúcho. Porto Alegre: Cinemateca Paulo Amorim, 2024. Disponível em: https://cinematecapauloamorim.com.br//portaldocinemagaucho/956/para-sempre-teu-caio-f. Acesso em: 22 de maio de 2024.